quinta-feira, 30 de julho de 2015

E-celebridades são como quadros de pintura

Tem até vídeo!
:3




(Desculpa minha voz, eu ainda não resolvi certos problemas)
Eu sempre gostei de gente estranha
Na época da escola eu sempre ficava perto deles, eu morria de tédio perto das pessoas normais, mas perto dessas pessoas era como se eu estivesse vendo um show
Algumas pessoas são como um show, na parte da adolescência muita gente é indecisa e confusa, sempre fazem “tempestades em copos d’agua” e causam discórdia
Eu sempre fui uma garota muito quieta, mas sempre ficava observando tudo em volta de mim
Essas pessoas tem uma energia tão confusa que isso fica atraente, é como se deparar com vários fios entrelaçados e bater a vontade de tentar organizar (ou descobrir a origem da bagunça), mas na maior parte do tempo eu descobria que os fios estavam soltos, e aquela bagunça era para mantê-los grudados... Essas pessoas estão quebradas, perdidas e desesperadas, e quanto mais drama mais isso faz elas se sentirem vivas, é essa bagunça que os mantém "inteiros" (entende)
Bem...
Vou contar algumas historias
Mas eu não vou falar os nomes... 
Mas ainda estamos aqui para ver sangue, certo?


__________________________________________________
Vou chama-la de F.
F. Era uma menina rodeada de amigos, mas ao mesmo tempo era solitária, ela teve a iniciativa de ser minha “amiga” (veja as aspas), ela implicava muito comigo, mas um dia ela simplesmente sentou do meu lado e começou a falar da vida dela... E mentiu muito...
Todo mundo sabia da vida dela, todo mundo sabia que pessoa que ela era (hoho, ela tinha amigas fofoqueiras from hell), mas ela me contava uma versão diferente... Eu simplesmente me calei e ficava ouvindo
Ela até me falava que pessoas que todo mundo sabia que a odiava, na verdade a amava, ela se descrevia para mim como boa pessoa, como uma pessoa calma (ela era muito briguenta) e com futuro promissor...
Hoje ela tem uns 3 filhos e parece que tudo piorou...
Essa eu entendi na hora, ela me contava a pessoa que ela queria ser, ela achava que eu acreditava (todos me julgam como inocente beirando a sonsa), e isso era um tipo de conforto para ela, eu não a via todos os dias, ela aparecia para mim quando estava deprimida e começava a contar histórias ou versões das histórias dela, e eu ficava ouvindo e rindo por dentro... E chorando também, eu tinha muita pena...
____________________________________________________
Vou chamar de N.
N. Não foi uma menina desejada pela família, ela cresceu jogada em um canto vendo as pessoas que ela deveria amar brigando entre si e brigado com ela sem motivo
Ela se criou, sozinha... Mas na época de escola ela acabou se descuidando, ela foi iludida e se deixou levar por alguns elogios e foi usada (usada mesmo, em todos os sentidos), por "amigos" de diversas formas... Depois do primeiro colegial a sua beleza se acabou, ela engordou e perdeu a delicadeza e a feminilidade, e todos perderam o interesse... E isso criou um tipo de desespero nela, ela se tornou alguém escandalosa, alguém agressiva e emotiva, ela implicava comigo e com várias pessoas, mas fazia tudo por elogios
Eu admito que não gostava dela, eu achava ela petulante e desnecessária
Ela encontrou algumas pessoas que adotaram ela como alguém da família, mas ela pisou tanto na bola que eles acabaram deixando ela (ela nem da valor quando ganha)
Ela sempre procurou pessoas que ela pudesse identificar como uma família que ela fosse parte, mas pelo que eu vi o que ela queria mesmo era que a família dela fizesse ela sentir que ela fazia parte da sua família
______________________________________________________
Vou chamar de M.
Essa foi bem complicada
Ela era um poço de drama, ela tinha tudo, casa boa, dinheiro em qualquer hora, carinho e apoio da família... Mas nunca estava feliz, NUNCA, ela sempre encontrava um motivo para chorar... Omg, era interessante, ela chegava a tomar remédios para controle emocional sem necessidade (e ficava tonta)
Essa eu nunca consegui descobrir o porquê, ela tinha tudo, ela era até bonita...
E ela escolhia os motivos para querer “estar morta hoje”, quando grande coisa aparecia ela simplesmente virava a cara e ignorava...
As vezes ela escolhia alguém para odiar e... Odiava... Escolhia alguém para amar e... Amava
Não fiquei tanto tempo perto dela para conseguir entender... Mas era legal...
______________________________________________________
Vou chamar de D.
Ele sempre gritava que era o próprio Kamasultra, que amava sexo e coisas do tipo... Era nojento as coisas que ele falava... Ela sempre falava o que fazia com as mulheres, tudo sem ninguém pedir... E tudo era mentira...
Ps: O cara era gay (e não se aceitava)
Não sei se foi só eu que percebi, mas essa mania de ficar tentando disfarçar bancando o macho alfa é clássico... E brochante... Mas os outros caras pareciam acreditar, então “tudo bem”...
______________________________________________________
Vou chamar de I.
Faz anos que não vejo... Nossa, faz anos que não vejo nenhum deles... Bem... Essa era da época que eu era bem inocente e a menina não era... Ela me encontrou pois eu e ela estávamos interessada no mesmo menino, e o menino começou a implicar comigo... O que ela fez? Começou a querer me dar dicas de como viver (?)
Ela sentava do meu lado e falava como eu deveria agir, me vestir e o que deveria procurar... Na época ela era linda (lembra disso), ela era uma das mais lindas da escola... Mas o cara não queria ela, e ela ficava puta da vida (com raiva) com isso, eu lembro que um dia que o menino idiota começou a mandar beijos para mim (brincadeira idiota), ela viu isso e ficou tão visivelmente nervosa que foi do meu lado disfarçar e dizer que era para ela, e quando ela levantou para dar tchau ele saiu e deixou ela no vácuo (omg, eu quase tive um ataque)... Pelo que eu fiquei sabendo o cara estava evitando ela, mas ela dizia para todos que os dois estavam em um relacionamento sério... hoho
Eu vi ela 1 ano depois, aquele cara (que era bem mais velho que eu) sumiu da escola (se formou), ela apareceu, mas bem diferente do que era, ela estava gorda e mal cuidada, virou um flop de pessoa, não está mais bonita e parecia que usava as mesmas roupas todos os dias (pelo jeito perdeu todas as calças por ter engodado), ela vivia falando sobre um tal namorado (que no final havia abandonado ela a muito tempo)... Ela vivia ligando para ele e chorando, mas o cara parecia não estar muito afim...
Então querida, quem precisa ensinar quem a viver?
________________________________________________________
Vou chamar de C.
Ela é o que chamamos ultimamente de "falsiane" (falsa+ane), não sabia o porquê essa garota querer ser minha amiga, mas era uma época bem difícil, eu estava sofrendo bullying pesado, então eu aceitava “qualquer pessoa” como amigo (hoje não mais, eu não aceito ninguém), a garota vivia tentando conversar comigo e saber dos meus segredos, até que um dia, descaradamente descobri que ela era uma ponte entre eu e meus agressores... Vamos dizer que os caras perguntavam como eu estava para ela, e ela ia descobrir, eu não sabia o porquê deles quererem saber da minha vida (nunca entendi até hoje)...
Mas eu descobri descaradamente mesmo, ela não tinha visto que eu ainda estava lá, ela simplesmente virou a cara e começou a falar o que eu tinha falado para ela, um dos meninos apontou disfarçadamente e foi aí que ela percebeu que eu ainda estava lá... Eu tentei me afastar dela de todos os modos, mas ela sempre fingia que isso nunca tinha aconteceu (ela até me mandou solicitação de amigos no Facebook... Inacreditável...)
_______________________________________________________
Essa eu nunca soube o nome... Mas vou chamar de... S...
S. É uma mulher bem gorda... Desculpa se parece insensível, mas é que isso era importante para ela...
Eu conheci ela aleatoriamente e não demorei para perceber que ela era insegura, qualquer coisa que alguém falasse dele mesmo, ou eu de mim, ela tinha que acrescentar com elogio, um elogio para ela mesma... Uma vez eu estava reclamando que meus cílios são terríveis (eles crescem para dentro do olho, é terrível, eu tenho problemas com isso), então ela começou um discurso sobre como os cílios dela eram perfeitos... Do nada... Ninguém pediu... (Discurso sobre os seus próprios cílios? OMG...)
Eu fui descobrir o que estava havendo quando sem querer eu ouvi ela contanto sobre uns rapazes que haviam zombado dela (por ser gorda, engaram ela, ela achou que ia beijar um deles, mas assim que ela chegou perto deles, eles começaram a zombar dela), então ela fez uma cara de depressão mesmo, parecia que iria chorar... Mas ela levantou a cabeça e tomou uma nova forma e começou a se alto-elogiar novamente...
Sabe, se ela soubesse que isso acontece não porque ela é gorda e sim porque ela é insegura, iria descobrir um novo mundo
_________________________________________________________
Eu vou chamar esse de Y.
Esse foi uns dos mais intensos que eu já descobri, meio que eu acreditei que gostava dele por causa disso (alguém lembra dos posts antigos do “gato de olhos azuis?”)... O cara se fazia de louco, só falava besteiras... Se eu pudesse comparar com algo... Pode parecer muito insensível, mas seria o Hitler (muito insensível! Hoho! Estou dizendo em relação a querer enfatizar tudo o que diz como se fosse grande coisa)... Mas sério, se colocasse um terno militar e um bigode e depois o colocasse em um palco, a terceira guerra mundial teria início... (Comparar com o Hitler foi tosco, eu sei...)
O cara se fazia de doido, ele parecia um personagem, ele criava umas conspirações doidas e depois falava que queria matar todos (viu? Parece... Continua tosco)... E ele descrevia tudo com muita paixão, mas muita paixão mesmo, cada palavra que ele falava, cada som da palavras, pareciam que as loucuras viravam poesias, eu parava para ouvir... E meio que aquilo mechei comigo, o cara era lindo ( hohoho, era, não é mais...), e eu por um bom tempo acreditei que gostava dele, mas não era isso...
Eu lembro que na época eu estava em um outro relacionamento (não muito sério), e o relacionamento estava em baixa, e essa confusão ajudaram a enterrar as coisas
Eu demorei para separar as coisas que eu sentia e diferenciar o amor da paixão... E o só gostar de alguém
O que eu sentia por esse cara era só fascinação, no fundo eu sabia muito bem como ele era na realidade, um cara normal que precisava falar besteiras de vez e quando, mas tudo aquilo era tão atraente que mexeu comigo, a única pessoa que eu amei foi meu ex, mas isso... Bem... Acabou...
A coisa que eu sentia por ele é a mesma coisa que eu sinto por essas e-celebridades, é um tipo de curiosidade, é querer não só olhar para um quadro, mas sim tocar e ver se a tinta ainda está molhada, e eu não acredito que troquei ele por... Uh... Complicado
Mas juro, se ele fosse uma e-celebridade a internet toda iria parar para ver, serio, vocês precisam conhecer esse cara!
_________________________________________________________

Só falando: Eu nunca fui uma "Regina da vida", essa acidez eu nunca joguei em ninguém, por isso eu não sitei nomes... Tem coisas que só eu sei, e nunca contei a ninguém



Nenhum comentário:

Postar um comentário

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...