domingo, 28 de fevereiro de 2016

Fake Thinspo ✖ A nova geração da AnayMia (parte 2) ✖

Se um dia alguém fazer alguma pesquisa sobre as Anas e Mias, e logo fazer um relatório, na parte dos grandes nomes que inspiraram meninas a venerarem a magreza como Paris Hilton, As Irmãs Olsen, Lindsay Lohan, as angels da Victoria’s secrets, Zoe Saldana, Nicole Richie e etc., não esqueça de por o nome da Felice Fawn, a nossa atual Lauren Auster... Talvez coloque o nome dela em negrito, e na frente a explicação de que ela foi a pessoa que separou duas eras do mundo Ana e Mia... Porque?
Eu não tinha sacado essa até então, como todo mundo... Quer dizer, toda pro-Ana ou pro-Mia (ou pessoas que tem alguma relação com o mundo, que seja contra ou a favor, ou só queira ver sangue) sabe quem é Felice Fawn, toda Ana se tem um álbum de fotos de inspiração acaba tendo alguma foto da Felice, mesmo sem saber que se trata da diabinha ai... 




Eu não tenho mais a mania de guardar fotos de Thinspo, mas adivinha! Eu tenho fotos da Felice nos meus álbuns! (Foi a última que restou)

Não sei se algum dia a Felice parou para pensar o quanto ela estava fazendo a cabeça das meninas, talvez de ela soubesse, não teria se aproveitado de todo mundo daquela maneira ridicula (gosto de pensar assim).
O que Felice trouxe para o nosso mundo? Acredite, quando sóbria ela conseguia ser uma pessoa amável, ela escrevia textos com senso crítico, tratava todos bem, tirava fotos muito boas e incentivava o bem... Mas isso na era de "ouro" dela era raro (quando ela era mais famosa), na maior parte do tempo ela era uma bêbada depressiva, que então virou uma drogada fora de controle que roubou, enganou e magoou pessoas de uma modo que chega a ser desumano (só quem acompanhou os dramas sabe... Sim, ela humilhava pessoa), ela ligava a cam e ao vivo enchia a cara e perdia a consciência, enquanto isso os sonhos e ambições solidas dela iam tudo para o lixo...
Felice teve o mesmo caminho daquela modelo que também foi grande Thinspo, a Kate Moss (que eu nunca achei bonita, mas tinha gente que morreria para ser como ela), mas em tão pouco tempo... De promessa para um novo nome da indústria da moda, ela foi para uma piada de mal gosto, que ecoa até hoje para muita gente...





Muitas meninas copiavam Felice, e por mais babaca e absurdo que pareça, elas se inspiram mais nessa época de merda de "ouro" da Felice... E o mais doido que pareça, surgem cada vez mais os aprendizes de Felice ultimamente!
Todo mundo conhece a história da Felice, é sobre um cisne que se transforma para a internet, era só mais algum cisne de dia, mas a luz do luar... Photoshop sabe, ela virava a princesa (from hell) e havia uma promessa de tudo aquilo ser real... Mas o cisne cheirou cocaína, ficou maluco, e tiveram que matar ele... Felice Fawn foi embora, a ida dela foi bem morna, quando ela "anunciou" a sua partida, ninguém realmente acreditou que ela iria para não voltar... A sínica fez parecer que sua ida foi escolha própria, e não porque seu nome e "fraude" estão vinculados... E muita gente parece que não aprendeu a lição: Nessa história o cisne morre!


Anorexia fotogênica
Foi eu inventei o nome mesmo...
A Felice recriou várias modas que já existiam na época: o ser gótico mesmo não estando dentro do conceito gótico (fui ver a playlist dela, não tem uma música gótica, tem hip-hop, mas não tem gótico, muito menos algum subgênero de rock);

 A moda de usar drogas é super cool (já existia! Mas essa é a versão Felice, se quer evitar a ressaca, continue bebendo no dia seguinte... Só que tem uma causa, se manter a baixo do peso... Você não vai envelhecer criança, pode confiar);






(o que não falta é registros dela enchendo a cara)

A moda de que ateísmo, góticos e satanismo tem tudo haver;


(Eu amo esse livro do Christopher Hitchens, mas ela não me parece um tipo de pessoa que leria esse tipo de livro, ela não se dá bem com críticas)

E então a da magreza, junto com a anorexia e os cortes. Antes dela a maior parte das Anas eram anônimas, só tinham exceção para algumas doidas por ai... Fazer algum registro e então compartilha-lo é uma regra do mundo pro-ana... Porque? É isso que mantem a comunidade, é isso que te mantem na comunidade... Isso pode fazer um alívio emocional ou uma prisão social... Existem várias redes sociais usadas nesse intuito, e existem redes sociais para esse intuito... Quando se vai fazer tratamento, os médicos pedem para com que a pessoa corte contato com o pessoal, o que pode dar muito errado, porque para muita gente, os únicos amigos se encontram ali
Felice também fez parte de comunidades, também teve seu nome pseudo-nome pro-ana (o meu era gata borralheira, alguém se lembra?), e ainda existem fotos dessa época:




Com a Felice mostrando os ossos em fotos chocantes e então colocando a cara para bater fez a magreza estrema ser fashion de uma forma que até agora ninguém conseguiu refazer, daí um monte de meninas começaram a sair da sombras também, mostrando o rosto e então venerando a magreza a luz do dia... A tag Felice Fawn não tinha apenas ela, mas centenas de meninas que mostravam os ossos como ela, maior parte usando roupa preta (com algum símbolo satânico, fumando e ouvindo batidas, nossa que gótico hehehe)

Daí veio à luz do dia para ela, foi quando começaram investigar sobre ela e descobriram que nada é o que parece, então descobriram o Photoshop (dai as fraudes e etc.)
 Nisso as outras centenas de garotas que não postavam fotos, pois não eram magras tiveram uma revelação: "Tem um jeito mais fácil de ser belo e então ter te reconhecimento", foi aí que a moda pegou mesmo, um monte de copias da Felice apareceu, como a Mila Mortice, pessoas sem personalidade que ao descobrirem a fórmula da beleza fácil, e começaram a fazer igual descaradamente (assim como também fãs da Dakota Rose e Valeria Lukyanova, as bonecas humanas)

Quem não se lembra que a Felice mostrava os cortes dela (exagerados no Photoshop) como troféu? E então o surto de "cutting" (nome dado para o costume de se punir com cortes, e esta relacionado mais com a bulimia) cresceu absurdamente no Twitter e Tumblr, e quando a Felice começou a mostrar mesmo os ossos, e o Tumblr teve que bloquear o assunto “pro-ana” e “thinspiration” (não sei quem se lembra dos avisos, das ajudas psicológicas que eles ofereciam e então quando finalmente bloquearam o assunto)

E como eu ia dizendo, a maioria era como a Mila, nada era real, tudo montagem feita no computador, todo mundo era magro demais, me lembro (na verdade até hoje) que as pessoas inocentes nesse meio que não fazem ideia do que é Photoshop se exposta nesse mundo costumam ter baixa autoestima, pois todo mundo é surrealmente bonito, enquanto a pessoa se vê em uma realidade pequena e limitada...  Cara, não dá para ser tão magro na vida real!

Eu já falei sobre isso, esqueça as antigas regras, apenas uma pequena parte dos blogs ainda seguem, não existem mais postagem emocionais, de como foi seu dia, de como você está se sentindo... Agora os blogs são de meninas editadas até o inferno, os blogs só tem fotos delas mesmas, mal se pode saber sobre a vida delas, de quem elas são, sobre o que pensam... A coisa é juntar um número de "likes" e tentar ser uma nova sensação assim como Felice... Fóruns destinados as pro-anas tiveram que fechar suas portas para apenas algumas garotas, não só pela privacidade, mas também pela quantidade de meninas querendo de auto-promover a custa da autoestima dos outros.

Se cortar não era legal, era motivo de vergonha, as meninas falavam isso com peso na consciência, era uma queda, era literalmente se machucar, porque não estavam aguentando a realidade. Os motivos que levavam uma pessoa a fazer isso ou era problemas sociais graves (família ou escola) ou muita pressão. Agora se cortar é cool, coisa de rebelde, ou então aquela coisa nojenta de ganhar likes através da comoção emocional (duuur, eu sofro, me ajude curtindo a minha foto). Eu lembro que quase ninguém nos grupos tinha coragem de postar suas fotos de corte, se postava a pessoa estava bem puta da vida... Agora é a coisa mais fácil de se ver... Na verdade as fotos são falsas, a maioria é roubada da internet!
Mas nem para se editar as meninas tão sabendo, o pessoal ignora a anatomia humana, o resultado é algo absurdamente tosco... Serio, tem gente que parece que está te xingando de idiota, porque só um idiota para acreditar que tal coisa é real. Tem gente que usa o truque do distorcer a resolução da foto e então se emagrecer, só que a pessoa faz isso:
Cara, não tem como cair nessa! E quando alguém entorta os membros? Osso tem curva agora?

Mas o que mais andam fazendo é a cintura, tanto que ninguém mais reconhece uma cintura normal, todo mundo tem cintura fina... Mas ninguém tem órgãos internos

O problema começa aqui
A questão é se isso é só uma frescura temporária, ou se isso causa algum outro transtorno na pessoa
Eu vejo que a maioria começa fazendo alguns retoques, e então se modificando por completo... Então o comportamento da pessoa muda, a pessoa cria uma dependência com sua imagem editada, e parece não se enxergar como é realmente
Há quem começa a se confundir e acreditar que é como na imagem editada... Sabe “a câmera mente para mim, eu só estou corrigindo isso”... Então a vida vira números, quanto mais a pessoa sente que o ego precisa ser preenchido, mais ela se edita, tudo para aumentar números...
Eu vi isso várias vezes dentro dos meus círculos sociais, já vi meninas legais virarem prostitutas de atenção...
E também pessoas deprimidas que fazem isso para ganhar elogios e se sentir bem... Teve o caso de uma amiga minha do Facebook que foi internada, e de lá do hospital ela começou a postar fotos editadas dela mesma... Só que eu acho que ela estava tonta e as edições saíram todas erradas e distorcidas (eu queria postar as fotos aqui, mas o perfil dela é privado e só algumas pessoas tem acesso, e eu não quero quebrar a confiança que ela tem em mim)
E essa menina é a que mais me chama atenção... Ultimamente ela começou a postar fotos antigas dela (todas editadas também), dizendo que sentia falta da época “livre” dela. Nas fotos ela parece ser uma pessoa social e mais saudável... As fotos então atuais ela parece completamente doente, e o jeito que ela edita as fotos é doentio, os membros dela chega a entortar... Nisso meu dá a curiosidade de saber o que se passa na cabeça dela no momento que ela edita e então posta isso, será que é pelos elogios? Ou por viver um sonho impossível? E porque então ela diz que sente falta da época antiga dela?
A “anorexia fotogênica” não é o mesmo que a real anorexia para mim, eu acho que essas pessoas só querem chocar, serem “únicas” e chamarem atenção... porque magreza sempre chocou e ainda choca as pessoas... Aquele fato que existem pessoas que sentem um prazer intenso ao se sentirem desejadas e então fazem de tudo para ser, mesmo que isso saia da própria realidade
Você deixar de ser você mesmo para virar um personagem é a próxima parte, pois a pessoa da foto é mais legal, mais autentica, é mais surreal... Todo mundo alguma vez já quis deixar de ser um ser humano... Uma coisa é você fazer pequenas correções, ou é você se modificar... E então procurar um resultado não saudável, como se isso fosse atraente
E para que tudo isso? É para provar o que para quem? É para viver o que? Quem ganha fazendo isso? Qual é a graça de ser alguém que não é você? Qual a graça disso? O amor e ódio não real de pessoa tem qual a importância? Porque enganar a todos (inclusive a si mesmo) é tão viciante? Qual a graça de ser doente? De procurar uma doença que quem tem quer esquecer?
Qual é o limite da falta de bom senso?

Na boa, essas perguntas para mim não tem uma resposta boa...

10 comentários:

  1. Se cortar realmente virou uma modinha.
    As pessoas doentes de verdade evitam cortes em partes mais visíveis do corpo e, nem ao menos tocam no assunto. Mais quem quer aparecer, faz questão de falar nisso.
    A Felice apesar de tudo, ainda inspira muita gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a pessoa realmente tem uma ligação emocional com o ato, a pessoa fica muito mal mesmo com isso, e não tem como fazer o que essas meninas tão fazendo

      Inspira mal né...

      Excluir
    2. quem a mídia tem um boa e grande parcela de culpa nisso e quem dita a moda tbm eu sempre detestei essa coisa de moda de estar na moda é isso que dá agora ter disturbio alimentar virou moda e está matando algumas garotas por conta dessa insanidade social

      Excluir
    3. A mídia vai atrás do lucro, estampa comerciais do que vende, quem molda a mídia são os clientes, então a mídia impor totalmente não tem uma base total, é um ciclo, o mercado precisa dos compradores, o mercado vai aonde vende, os clientes moldam o mercado, e a moda é um mercado, o que vende está nas revistas, só está lá porque tem um grande número de pessoas... Por isso feministas lutam para mudar mente das pessoas através do apelo emocional, porque ficar censurando não resolve, se você derruba uma empresa, vai nascer outra, e do mesmo tipo, porque enquanto aquilo vender, aquilo vai existir
      A mídia não é uma pessoa, são muitas, e a mídia não tem só um gosto... Esse blog é uma mídia, e olha que merda de cheiro diferente
      Então eu não vejo bem assim
      Se você quer mudar a mídia, apenas não consuma ela

      Excluir
  2. Respostas
    1. Tenho para acompanhar tretas... Mas a maioria dos blogs parou depois que a Felice se foi http://ceciliaaguileradiva.tumblr.com/

      Excluir
  3. Eu lembro de você com o nick da gata borralheira! Velhos tempos...
    Como também me lembro de um "boom" que teve aqui no mundo Blogger, com o surgimento de "falsas anas", que eram meninas na faixa de 13 anos, se denominando A/M, devido a repercussão na mídia que o assunto estava tendo. Me lembro até de ter feito uma post explicando que tratava-se de um transtorno comum na adolescência e que poderia sumir depois de um tempo...
    Graças a Deus, foi uma " moda" que não durou muito tempo pra elas, como qualquer manutenção de farsa.
    Excelente publicação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma moda que infelizmente está voltando só que de um jeito ruim, agora é legal ser "anoréxica em recuperação"

      Excluir
  4. É triste ver que uma doença está se transformando em algo tão banal, digo isso porque sofro até hoje com anorexia, bulimia e depressão, tenjo 20 anos e desde criança me sentia um lixo, recaídas e mais recaídas, auto-estima inexistente. E então apesar de todo sofrimento que essas doenças causam, você tenta fingir que está tudo bem para não preocupar pessoas importantes, escondendo, sofrendo sozinha e dizendo que eu não me sinto mais com milhares de quilogramas, tudo para não preocupar quem se ama; e então transformaram isso em algo realmente publicamente lindo? Algo que você escancara para que todos vejam? Quando isso se tornou algo invejável? Desde quando esse sofrimento que sinto é venerável? Isso me faz sentir tão humilhada, eu realmente me sinto inútil quando olho fotos de garotas tão magras e ao me olhar no espelho vejo alguém assustadoramente enorme; e por mais que os números na balança contrastem com que eu vejo, eu realmente não consigo acreditar que estou magra e abaixo do peso, é surreal, é um sentimento de impotência tão doloroso, tenho vergonha de tirar fotos, quanto mais de compartilhar isso pro mundo. Imagino quantas garotas se sentem tão triste como me sinto e inuteis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá...
      Provavelmente garotas como ela tem algum desvio ou problema, que não seja anorexia, mesmo que seja mitomania ou bipolaridade, ou apenas um baita espirito de porco misturado com vontade de ser reconhecido como algo especial... Mas isso mostra que anorexia em si elas não tem (elas emagrecem tanto, ou fingem pois é uma referencia que elas tem de algo que pode trazer fama)

      Nesses anos todo no mundo "ana e mia" dificilmente eu encontrei alguém com realmente anorexia ou bulimia, maior parte eram garotas querendo emgrecer, ou acreditando que através da perda de peso poderão resolver seus problemas... Mas garotas com realmente um problema é raro, por causa do sofrimento, controvérsias, esse mundo não é confortável para quem tem o problema real
      Entendo que para você toda essa moda soa como um desrespeito, e até que é olhando em um ponto de vista, elas não se importam com quem realmente tem, e nem em impactos que podem causa... mas entenda que não podemos fazer nada contra, elas sabem que é errado, elas sabem o mal que fazem para elas e para as outras que acabam embarcando... mas é tudo uma questão de liberdade... elas fazem o que quiserem, não quebrando as regras da rede que estão usando para se expressarem, dai para diante elas mostram o que bem entende... Assim como podemos opinar

      Outro fato sobre liberdade, e até veja isso como uma critica, é que se você sabe que tem um problema, deveria evitar ver, evitar se expor a imagem de garotas doentes, porque você sabe o mal que faz para você, e você sabe, se lê esse blog, que maior parte é photoshop... Ou seja, sofrer para que? Eu entendo que você tem um problema, entendo mesmo, mas você tem que tomar controle sobre aonde você se expõe...
      E outra, evite se comparar com qualquer uma, porque você é unica na sua historia e nas suas cicatrizes, logo seu corpo não tem que ser igual, quando olhar para alguém, evite se por no lado, e reparar em você, apenas olhe, para fora...
      Você tem um longo caminho para percorrer e tentar controlar isso, pois no fundo a gente sabe que isso não tem cura, que até é agravado pela nossa personalidade obsessiva e controladora... E se proteger é sempre uma chave para evitar se trancar em labirintos emocionais
      Lamento muito pelo que esta vivendo...
      Você não é inútil, você apenas está machucada por dentro...

      Excluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...