quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

O adorável (des)respeito da Ludmilla

Sabe, Ludmilla, aquela cantora de funk melody
... Eu também não conheço não



Ludmilla diz que é alvo de inveja de vizinhos: 'Povo metido a rico. Se estiver incomodado, vende a casa'

Ela é uma cantora de Funk de 20 anos (parece que tem bem mais), que começou a carreira com alguma musica qualquer que fale de inveja, sexo ou riqueza... Não vou me aprofundar nessa parte...

O que importa é que esses dias ela virou noticia por uma reclamação estranha que ela fez para os vizinhos, de acordo com ela: "Lá na Ilha do Governador tem (gente invejosa). Onde eu moro, o povo é metido a rico. Canto funk, sou jovem, tenho 20 anos e quero curtir, tenho as minhas coisas. Isso incomoda as pessoas preconceituosas que tem lá. Mas não estou nem aí para elas. Se estiver incomodado, vende a casa, que se mude", disparou Lud, que afirmou que não costuma reclamar dessa situação: "Eu vou perder meu tempo? Sai fora!"

Ok, o que estaria acontecendo? Para entender melhor, advinha quem se pronunciou, um dos vizinhos!
"Querida vizinha, infelizmente existem leis. Reclamar de festas até altas horas da madrugada, não importando o dia, com som que se ouve no outro quarteirão, não é uma questão de "inveja e preconceito", é pedir respeito mesmo. Por isso as reclamações são feitas. Eu moro no quarteirão da frente e ouço suas festas, imagina quem está ao lado. Além de ilegal, as pessoas precisam trabalhar. O antigo morador, que também era artista, cantor e jovem, nunca causou problemas. Isso porque, além do dinheiro, ele tinha algo que você parece não ter: educação"

Oooo... OOOOOOOOOOOOOOOH

O cara não deixou quieto, e como ele disse: Ele mora no outro quarterão e escura a porra do som! (E todo Guilherme é barraqueiro, até hoje nunca vi um que fugisse essa regra)

Cara, eu odeio esse povo que mistura as coisa, tipo "nossa, ta olhando torto para mim, ai, deve estar com inveja/recalque/preconceito", cadê o senso critico da pessoa? CADÊ A PORRA DO SENDO CRITICO DA PESSOA? Uma pessoa que pensa assim não tem senso critico nenhum, queria ver como ela se sentiria se fosse o vizinho dela que colocasse Slipknot para tocar até a madruga, queria ver o que ela pensaria, queria ver para quem que ela iria ligar... Para a policia, né sua quenga?

Eu sei que deve ter sido difícil "chegar aonde chegou", ela é quase a unica cantora pop de funk melody que realmente consegue cantar (isso é questionável), mas cara, não tem só tu no mundo, você pode olhar pela janela e só ver aquelas casas enormes, mas acredite, esse pessoal também se ralou para chegar ai, só uma pequena porcentagem dos ricos nasceram ricos, o resto teve que criar a própria grana (até porque filho de rico não consegue manter o dinheiro até a próxima geração)... É fácil quando se é famoso e se faz o próprio horário e agenda, agora fala isso para quem tem horário fixo, vai lá falar!

E só para contar o antigo morador (o ex-vizinho) era nada mais, nada menos que o Buchecha, outro cantor de funk melody (na época que isso tinha alguma graça), que teve a mesma origem humilde (talvez até mais humilde) e não saia por ai fazendo isso
Lembram dele?
E o que os vizinho tem haver com sua vida e passado, por favor, vão ter aguentar "porque você veio de baixo"?
É muito egoismo essa atitude dela, não querer para um tempo para entender o vizinho, na verdade é uma falta de humildade essa atitude

Ela tentou rebater esse Fatality (regra do Fatality, se levou um, apenas fique no chão, pois se caso você tentar revidar o próximo golpe sai tonto) dizendo: "Eu vou lá no portão da minha casa com esse som para vocês verem se ele é muito alto para o horário permitido. Tem muita gente que está falando besteira e nem mora perto da minha casa. Nem iria mais falar sobre isso. Não tenho tempo de fazer farra todo dia", a verdade é que não existe um "horário permitido", poluição sonora é crime em qualquer horário! E o que aconteceu com a historia? Os vizinhos tão ou não tão reclamando? Tão né... Ela está incomodada com os cometários sobre isso, o pessoal desceu a chinela nela
Fazer o que né, filha é só se desculpar e continuar a vida

 Porque todo mundo que tem vizinho funkeiro sabe a dor que é ter que acordar cedo...

12 comentários:

  1. Que falta de classe.
    Sabe, eu também não gosto de gente que mistura as coisas. Tudo é preconceito ou inveja hoje em dia, não podemos nos expressar porque tudo é distorcido e levado ao extremo por pessoas que não possuem bons argumentos.
    Eu tenho um vizinho funkeiro e, sei com é viver este martírio.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se fala muito sobre tolerância... Enquanto na realidade...

      Excluir
  2. Cecília , o correto é adorável!
    Honestamente querida... amo o seu blog mas as vezes você comete uns erros quase inacreditáveis. Vamos melhorar isso ai rsrsrs ;)
    BJS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe, isso é um erro ocasional meu, eu praticamente não faço a revisão ortográfica, eu foco muito no conteúdo e praticamente ignoro esses detalhes...
      Eu deveria ligar mais para isso, pois melhora o resultado do conteúdo, mas eu sou bem preguiçosa sobre... Não tenho medo de admitir
      :/

      Mas valeu pelo toque, eu vou corrigir quando eu estiver no computador, agora sem tempo

      Excluir
  3. Se não gostar de algo fosse inveja, então eu certamente teria inveja de Peras. Que coisa, hein.
    Eu entendo esses vizinhos, tem uns retardados que em plena TERÇA tocam funk bem alto e fazem festa e também tenho um vizinho que gosta de rock e ouve Evanescence de madrugada.
    É complicado viu ookasdkoasdko

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim você não gosta de pera? Perafobica! Heheheh

      Excluir
  4. Se ela quer dar festas, por que não aluga ou compra seu próprio clube, boate ou salão de festas?
    Ouvir som alto em local residencial é um desrespeito com as demais pessoas que moram na vizinhança, exceto se a casa estiver na zona rural em um lugar isolado.
    A pessoa sai da pobreza, mas os maus costumes não saem da pessoa!
    Imagine ralar pra caramba cantando funk e balançando a bunda nas madrugadas até juntar uns milhões pra comprar uma mansão.
    A criatura compra carro novo, roupa nova, mega hair novo, celular novo, casa nova e é incapaz de pagar algumas aulas de etiqueta para aprender a se comportar na nova classe social em que se encontra.
    Educação é algo que a maioria dos pobres não possui desde o berço, mas quando adquirem poder aquisitivo podem comprar -se não forem ignorantes e arrogantes ao extremo- evitando esse tipo de constrangimento!
    O que adianta se mudar para o meio dos ricos e permanecer vulgar?
    Ser rico não é só ter dinheiro, é ter gosto refinado, é ser sofisticado, elegante e bem educado em todas as situações e respeitoso com todas as pessoas!


    Beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo, de novo!

      Pois é cara, a pessoa se acomoda na vida boa e quer que todo mundo se ferre... E essas pessoas são as primeiras a falir por não saber lidar com o novo estilo de vida e mante-lo com dignidade... Daqui uns 10 anos talvez ninguém mais saiba quem é ela

      Excluir
  5. sério , tudo falam que é inveja e preconceito , kkkkkkkkkkk . ninguém é obrigado a ouvir música altas horas, e isto está na lei, eu reclamaria ! só porque se tornou famosinha tem que se sentir a fodona do pedaço? ha me poupe, as pessoas esquecem que vão tudo virar a mesma lama, vão tudo morrer um dia sem levar nada da realidade. tem que se enxergar . putz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem genetq ue acha que ela não vai passar do Hit dela, ela até hoje só fez um... Eu pensava o mesmo da anitta, e até hoje ela está por aqui... No Brazil essas coisas fazem sucesso

      Excluir
  6. pois é, essa Ludmilla é sem noção só pode, imagina morar do lado da casa de pessoas assim, eu só ouço música alta dos vizinhos finais de semana e nem é sempre, agora imagina você morando num bairro nobre e tendo que ouvir funk, nossa o glamour sai correndo kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é a Ludmilla da sua vizinhança, hehehehe!

      Excluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...