sexta-feira, 4 de março de 2016

Carta aberta para as novas ana e mia (geração 2012)

Olá novas borboletas
Senta, vamos conversar com a mamãe




Creio que o público desse blog seja de 99% composto de meninas, sabe, o público feminino que são as mulheres e os gays... E dentro desse público creio eu que uns 70% tenha alguma relação com o mundo ana e mia (muita gente aqui veio para ver os sangues da e-celebridades, né, suas bitches! ), que seja ser ana ou mia, ou ter passado perto da nossa sereia devoradora de almas inocentes... Só para verificar:

(Os “male” são as nossas migas)
Então eu sei que quando eu falo de Ana e mia a maioria sabe do que eu estou falando, e boa parte já sentiu na pele... Porem cada grupo tem sua opinião formada ou não sobre o assunto, muita gente descorda sobre isso, e sobre os assuntos relacionados a isso... E isso sempre gerou discussão, é sempre bom discutir sobre isso com pessoas que queiram discutir, mas existe muita gente que não gosta ou não quer falar sobre o assunto... Eu pessoalmente sempre deixei claro que gosto de falar sobre qualquer coisa, por mais que as pessoas não queriam, e que eu acredito fielmente que isso gera um crescimento pessoal e coletivo na nossa sociedade, se as pessoas falassem mais sobre diversos assuntos e se também ouvissem mais, as coisas com certeza seriam diferentes, mas eu creio que muita gente ainda tem aquele sentimento retroativo de que questionamento machuca as crenças e logo machuca a pessoa em si, que o mundo melhor é aonde todos respeitam obrigatoriamente todas as crenças sem questionar... Respeito obrigatório? Não, obrigado
Para ver o quanto isso é grande, até sobre ana e mia as pessoas evitam falar... Você pergunta para uma menina se ela tem conhecimento sobre o quanto isso a prejudica, então ou ela dá uma responde alguma resposta pronta de "sim, uau, eu sofro tanto com a nossa sociedade" sem questionar o porquê, ou ela evita a pergunta... Se então você insiste o "como isso te prejudica" ela vai ignorar os aspectos mais importantes, tipo: Sua vida social, sua cabeça, sua mente, seu futuro...
 Eu quase não vejo resposta quando eu pergunto "você sabe que a única pessoa que pode mudar isso é você, não sabe?", pois ai não é apenas uma pergunta, e sim uma afirmação, e para muita gente a chave nunca está consigo mesmo, e a culpa nunca é sua... Sempre tem uma terceira pessoa, um terceiro fator, e esse nunca é questionado, porque se for se descobre que é tão pequeno em comparação a liberdade pessoal de cada pessoa... Ou simplesmente não existe, como por exemplo culpar a mídia pelos seus problemas pessoais... Nós fazemos a mídia, nós compramos, nós deixamos entrar... Então, você sabe que é você que deixa isso mandar na sua vida?
Engraçado que eu sempre soube disso, e sofri com isso por muito tempo, eu sei que muitas de nós somos inteligentes o suficiente para entender isso, mas não o forte o suficiente para lutar contra... Não agora...
Demora um tempo para as coisas ficarem mais claras, principalmente as coisas mais importantes... Se você faz parte desse mundo, deve ter motivos para ser, e acredite, eles um dia eles vão parecer tão pequeno e insignificante quando você aprender a enxergar o mundo de outra forma... Quando se tem que trabalhar, estudar, descobrir, logo caber numa calça 36 é nada... Quando se tem pessoas precisando de você, ter 40 quilos ser sua prioridade é besteira... Quando o dia lá fora é bonito demais para ignorar, ser como a garota da foto edita é idiotice
Mas não conseguimos ver isso no momento, demora para se encontrar o real motivo de viver, e isso não é imutável.
É ótimo se sentir bem com o seu corpo, e é ótimo a sensação de que você está lutando por algo para você mesmo, nós nos sentimos como joalheiros, alguém lapidando um diamante, mas o diamante nunca aparece por baixo do carvão... Eu quero dizer que se algo te faz mal, te machuca, te entristece, te estressa, simplesmente não vale a pena... Ainda mais se você estiver fazendo isso para uma outra pessoa, porque alguém, pois em algum dia, em um dia nublado alguém reparou em o quão você é gorda, e depois de uma luta as pessoas começaram a dizer que você está melhor agora... Você tem que entender que ter um ego é ótimo, é ótimo ouvir as pessoas te elogiando, mas elas não vivem na sua pele, elas não sabem o que você fez para chegar aqui, elas não fazem a ideia do que realmente te faz feliz, então porque se ferrar por elas? Eu vivo dizendo que fazer coisas por outras pessoas, e ou pensando em outras pessoas não dá certo, a luta é em vão, e você cai... A luta diária é sua! Só sua!
Poucas pessoas entende o nosso prazer em está do outro lado do estremo, em ver a beleza em corpos magros, eu ainda fico super impressionada (no bom sentido) quando alguém muito magro passa por mim, dá vontade de complementar a pessoa e perguntar de qual parte do céu ela caiu... A delicadeza que eu vejo nos ossos, a fragilidade é bonito para mim e muitas outras pessoas... Mas talvez, não seja tão bonito ser assim, se o caminho até aqui foi sujo...
Entenda que você vai ter que viver amanhã, e cada dia que passa os dias passam mais rápidos, e desperdiçar tudo por causa de uma obsessão destrutiva é besteira, mesmo que você chegue lá, não vai dizer que sua juventude valeu a pena, os números não vão definir você por dentro, apenas por fora...
Entenda que você vai ter que viver amanhã, sua saúde está em jogo a cada minuto que você a destrói, enquanto se é jovem tudo parece que tem um jeito de reverter, a saúde parece ser uma fonte inesgotável, porém cada passo seu para perto da margem é uma conta negativa se juntando que será cobrada mais para frente... Sabe, eu conheço meninas que ficaram com os corpos flácidos (que tiveram que fazer cirurgias no abdômen e mama), problemas com osteoporose (sem cura), cabelo que não cresce mais, pele feia, força limitada... Isso vai voltar para você
Entenda que você vai ter que viver amanhã, e tudo que parece legal hoje, pode ser teu motivo de vergonha amanhã, as coisas passam, nossas paixões não são imutáveis, elas crescem, evoluem ou morrem

Vale mesmo apena desperdiçar tudo isso para ficar trancada em um canto no intuito de ser perfeita? Sendo que a perfeição universal não existe?
Se fizer isso, faça por você, mas pense que você vai existir daqui a dois minutos e daqui a dez anos, preze pela pessoa que você vai ser daqui a dois minutos e daqui a dez anos, respeite você, você a única que realmente pode fazer isso!


Esse texto é uma introdução das próximas 4 postagens que eu vou fazer
Agora vou dar comida para o meu gato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...