segunda-feira, 10 de outubro de 2016

A menina das calça cós alto

A Ana Po escreveu um texto sobre calça de cós baixo, e isso me fez lembrar de um história muito antiga de uma menina que estudou na mesma escola que eu... É sobre uma menina que usava calça de cós alto, é... Eu fui escrever um texto sobre isso

Havia uma menina que começou a se destacar no meio da multidão pela opção de calça, cós alto... Os motivos pela escolha ela não cansava de se falar, se você perguntava ela respondia com um carinho misturado com crítica negativa: que calça de cós baixo deforma o corpo, que só usa aquele tipo de calça, o quão as coisas eram... Os resultados daquela escolha era visíveis no corpo dela, ela era uma das meninas mais atraente da minha escola, sem exagero, enquanto a maior parte das meninas tinha corpo e um visual igual, meninas de corpo quase quadrado usando sua calça jeans convencional azul escuro, algum tênis de marca e a blusa da escola...




 ela se destacava com suas curvas e cabelo ondulado volumoso... Até nisso ela arrasava, todo mundo era escravo da chapinha, e ela desfilava por ai com o cabelo natural em seu eterno melhor estado, ela parecia ter saído de um era antiga, uma hippie dos anos 90, mas totalmente moderna, era diferente...
E adivinha, ela era odiada, e era aquele ódio que parecia sem sentido... Na minha escola sobrava em pessoas que eram pau-no-cu, mini putas que passavam o tempo destruindo a felicidade dos outros, saiam de casa para plantar a semente da discórdia e não para estudar, meninas depressivas que descontavam no mundo suas frustrações
... Mas o que a garota de cós alta sofria era uma mistura de falta de compreensão com inveja causada pela estranheza... (
Todas as meninas queriam ser diferente, mas ninguém fazia porra nenhuma para ser, e de repente alguém é... Sentiam raiva disso)
A coisa dela explicar os motivos e demonstrar eles no seu corpo era visto como arrogância, maior parte dos adolescentes não aprenderam a lidar com críticas, então quando eram expostas a isso, era visto como ofensa, e por mais que o tom dela não era diretamente critico, faziam questão de levar para esse lado... E nisso começaram a atacar a menina por traz, haviam boatos ridículos e terríveis sobre ela, principalmente sobre a vida pessoal dela, quando ela andava por ai com suas curvas mais elegantes que um violão feito na própria Espanha, eu ouvia cochichos em um tom até alto, sobre as coisas que ela andava fazendo, sobre quem na verdade ela era...
Eu olhava para ela e me perguntava se aqui estava fazendo algum efeito negativo, e quase tive pena dela, até perceber que a menina estava se fudendo para isso, ao menos externamente, ela nunca deixou de usar seu cabelo natural, e nunca deixou de usar suas belas calças retro, ela se manteve a melhor de si, mesmo todo mundo atacando isso, ou seja, ela se manteve ela mesma... Ela não precisava de pena
...
Até porque eu era tímida demais de ir até lá e falar alguma coisa... Ela está bem, cof cof, não precisa eu ir lá, cof cof, eu posso dormir tranquila sem pensar nisso, cof cof, eu não ia ajudar em nada... mas palavras positivas nunca são demais — minha consciência , ELA PARECE BEM, COF COF...
Eu aprendi que as pessoas atacam umas as outras para compensar alguma falta pessoal, é meio bizarro, mas acontece isso muito na vida real, e o mais bizarro é que esses ataques, desse tipo, não acontecem com quem, de alguma forma, fez algo que teria essas consequências, entende? Ser atacado por ser uma pau-no-cu, mas nunca eram repreendidos, ao contrário, sempre acontece com que está na sua, com que faz as próprias escolhas e opta por levar consequências sozinha... Por que? Porque naturalmente estranhamos coisas diferentes, coisas que saiam do modelo da manada, olhamos e queremos "corrigir", mas o problema está quando a porra da manada toda está errada, e o vírus certo... E como estamos falando de adolescentes, que são pessoas que deixam sentimentos animais tomarem conta, essa estranheza vira ódio...
Essa coisa de compensar alguma falta pessoal, é sobre pessoas que fazem merda, e ao invés de olhar para a própria merda, passam o tempo apontando a roupa suja dos outros, e as vezes até mesmo se justificando com o que os outros fazem... Meio que dizer que uma menina gritar a 10 mil quilômetros de você, justifica você tacar uma pedra em alguém, não faz sentido, mas para quem quer a consciência ou a reputação leve de um jeito fácil... Faz... Entende?

Sabe o que aconteceu? Até hoje essa menina é hot, ela melhorou seu estilo, mas ainda anda usando as mesmas coisas, porque deu certo, não havia motivo para mudar, e todo mundo olha quando ela passa

Ainda na escola, as escolhas de calças fizeram consequências, muita gente perdeu os poderes que a puberdade traz, que um deles é não engordar com facilidade, comer que nem um boi e ter metabolismo mais rápido que galinha perto do jantar (eu pareço uma caipira nesse momento), ela também ganhou peso... Mas adivinha, ficou proporcional para ela... Mas para o resto... Você via culote em todos os lados, e em casos de meninas que se achavam gostosas, por terem barriga reta a um tempo atrás, graças a puberdade, que usavam calças de cós baixo para mostrar essa sorte, se transformaram em bruxas da gordura, com bolsas de gordura para carregar aonde for... Daí lembro dela dizendo sobre os benefícios de usar uma calça diferente, dessas mesmas meninas ignorando, e hoje um arrependimento de não ouvir a palavra de uma garota qualquer
Eu infelizmente usei calça de cós baixo por anos, mas por falta de opção, por ganhar e não poder escolher, e ainda ganhar coisa apertada de segunda mão, mas o que importava na época era estar vestida... E levei as consequências...
Bem... É isso ai...

Às vezes você precisa olhar além do que sentimentos por extinto dizem a você, e usar a razão para escolher as próprias decisões 



8 comentários:

  1. Respostas
    1. Não tenho ódio por feministas, eu sou uma, luto pelos meus e pela igualdade, esse blog é uma forma bem idiota de forma de expressão, e eu luto para que todos a tenham... Porém eu só não gosto de "feminista moderna", ou femista, ou feminazi... pessoal que exagera, usa inseguranças pessoais para conseguir privilégios, entende? Nunca quis atacar pessoas em si, só em alguns casos, mas quando eu critico essas mulheres, eu critico a ideologia quebrada delas, e não elas em si
      Aquela postagem estava criticando um tipo de pessoa, e não todo mundo que tenha alguma relação com isso, se você pinta o cabelo isso não te faz necessariamente o que eu tava criticando, nessas postagens eu construo um estereotipo e então critico as atitudes envolta dele, mas se você não faz aquilo, não é necessário se ofender com aquilo, não é um ataque direto, entende?
      A prova que você não é aquilo é você vir aqui educadamente e perguntar sobre isso, sobre um possível desentendimento, com calma e compreensão, você não é aquilo

      Acredite em mim, nessas guerrinhas ideológicas eu não tenho lado nenhum, até esses caras eu não gosto, e já briguei muito com gente assim... Sabe o que eles e as femistas tem em comum? Radicalismo! Tudo para disfarças suas inseguranças, de um lado meninas que não lidam com criticas e de outros meninos que culpam o mundo moderno por não compreenderam mudanças
      Não me leve para nenhum dos lados :/

      Essa coisa de excluir pagina rola dos dois lados, e isso ai é uma briguinha de vocês, um lado tentando censurar o outro porque não se entendem, por vocês não acham uma maneira de fazer o outro lado entender o seu, e vise e versa... Eu não apoio censura... E nem esse cara

      Excluir
  2. Eu sempre usava essas calças que chamavam de "calça la em cima", mas nem era por causa disso de n deformar o corpo, eu achava as calças de cintura baixa feias e desconfortaveis e tbm achava meu corpo nojento e feio porque juntava a falta de conversa + briga e vitimismo em casa e o bullying na escola e entao eu escondia (mas isso é outra historia), tinha gente que colocava apelido em mim por causa que eu só usava calça assim e nao seguia a manada mas olha o lado bom da coisa, a sapatao das "calças la em cima" (me chamavam disso porque na epoca meu cabelo era quase raspado e inclusive eu vou cortar dnv e fazer um degrade de roxo com azul porque ru nao aguento mais cabelo quase no chao e tbm pra uma pessoa bem narcisista e vitimista aqui que se acha a dona do mundo ver que n tem mais poder sobre mim) nao ficou com o corpo deformado e com barriga de chopp, quem ri por ultimo ri melhor nao é mesm? RS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem disso também até hoje, se a menina corta o cabelo ela é vista como masculinizada, e se o menino deixa o cabelo grande ele é visto como afeminado... Dai acham que isso é justificativa pra maltratar... Mas sempre foi assim, se você escolhe usar algo diferente e for um pouco sozinha, já começam a te maltratar... Meninas podem ser cruéis na escola :'(

      Excluir
  3. Olá Cecy! Nossa, que bom que meu texto inspirou você! O exemplo dessa garota mostra exatamente o que deixamos de ganhar por usar as calças de cós baixo.
    Outro ponto interessante da sua postagem é a atitude das meninas invejosas: cansei de ver isso na minha vida (acho que acontece em todos os ambientes e independe da faixa etária). Já fui diferente, invejada e odiada, e também já estive sem destaque no meio da multidão. Me identifiquei com a menina: um dia já passei por isso.
    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo passa pelas temperaturas do que é viver em sociedade

      Excluir
  4. Não sei se é por causa do remédio, mas sempre achei que calça de cós alto era para modelar a cintura :|

    ResponderExcluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...