quinta-feira, 6 de outubro de 2016

A morte de alguém por ser "diferente", em um lugar aonde todos são obrigados a ser iguais

Ser "rich bitch" estava na moda, teve seu auge a um tempo atrás e ainda se mantem na moda, já teve suas primeiras mudanças (adaptações), prometendo ser algo legal na visão de muita gente por um bom tempo a frente, ao contrário do que eu pensava (achei que essa moda ia morrer)

As roupas que a Kim Kardashian usa se tornaram moda, como roupas que nós já conhecemos, extremamente grudadas no corpo, focando nas curvas exageradas, lábios carnudos e nariz fino, muito peito, muita bunda, virou padrão no mundo todo, (o que é engraçado, pois era algo para quebrar padrões, na verdade acabou se tornando um, e bem forte) você tem meninas no Brasil querendo ser Kylie Jenner, na França, na Inglaterra, até em países da Asia, e então, para surpresa de muita gente, até mesmo em países de cultura rígida e fechada, lá também se tem meninas que querem o look "kim"


Um desse lugares improváveis foi o Paquistão, sua menina de nome Baloch, uma mulher comum, porém mais liberal com ela mesma, então ela fez, ela queria ser como Kim, usar aquelas
roupas, porém em um pais realmente machista em um nível assustador.
O país em comparação a outros é um pouco mais liberal, mas tem um número de conservadores cegados pela religião e o ódio como sua maioria esmagadora, logicamente eles não iriam aceitar facilmente, ou melhor, não vai aceitar qualquer coisa que vai contra o que eles acreditam, e uma dessas coisas é a mulher ser obrigada a seguir regras, que para eles é algum tipo de conduta, a mulher tem que ser um ser "puro", usar roupas compridas, não se expressar muito, ao não ser dizer aquilo que agradam as ideologias deles, ser submissa em um nível que não existe mais no nosso mundo ocidental. E então uma menina não quer ser esse tipo de mulher, simplesmente segue outras regras, mostrando a bunda como resposta a represarias, e então tirando um selfie com seu par de seios e sua bolsa cara.

Ela deveria ter seus sonhos, busca por trabalho ou estudos, mas seu hobbie era chegar no nível Kim, ela fazia o mesmo que as garotas americanas fazem por atenção, ela literalmente tirava a roupa, em seu Instagram você encontrava fotos dela até mesmo completamente nua, sem brincadeira, ela até passava a Kim em questão nudes... A Kim gosta desse tipo de atenção, de ser desejada e a auto-afirmação o tempo todo sobre sua beleza corporal, as meninas que seguem a Kim, em sua maioria, faz o mesmo... Algo de errado? Não, você não quebrando as regras do Instagram, que proíbem diretamente o nu (respeite as crianças suas fogo na calcinha, ninguém quer ver buceta de surpresa), não há um real problema, há pessoas no mundo que não gostem, achem desnecessários, feio ou apenas fútil, (eu pessoalmente acho isso algo que não acrescenta em nada, na verdade, pode até roubar a atenção que poderia ser para sua personalidade, redirecionando ao seu corpo vazio, logo sendo algo negativo), há um direito da pessoa de por em seu blog ou site, em seu espaço (sair nu em público ataque ao pudor), usar roupas que você quiser é um direito pessoal de auto expressão, no nosso mundo ocidental. Mas no mundo dela não é.
Lá já tem meninas que seguem essa moda, se você entrar no Instagram vai ver um número enorme de meninas com burca que dão seu jeito para bular as regras, elas estão completamente vestidas, tecidos em 95% do corpo, mas suas vestes são grudadas no corpo, muita maquiagem na cara, estilo Kim... E isso incomoda muita gente de lá, a ponto de ameaçarem a Kim, a culpando de ser uma influência ruim, a ponto de fazem um grupo que queira vigiada, que acredita que uma mulher americana livre tem que agradar ideias muçulmanas

Eu não gosto da Kim, não gosto de pessoas que são fúteis ao extremo, não curto as miss bimbo da vida, na qual o máximo que conseguem é uma selfie mostrando os peitos e uma propaganda de um produto que nunca usou, mas eu defendo a liberdade, que ela também tem seu direito, ela é livre para se vestir do modo que quiser, e soa como crime, que pessoas que nem são da nossa cultura querer ditar como as nossas mulheres devem vestir, por medo do mundo moderno bater em suas porta
Até porque ela acha bonito, ela acha atraente, ela quer atenção, direito dela de fazer, eu apenas não olho.

Não é a Kim em si, é a atenção que ela conquista, esses olhares, admiradores ou bravos, que de qualquer forma olham para ela, mesmo que a gente não goste, você acaba sabendo dela, acaba reparando nela, em seu corpo falso e sua bela cara de capivara, todo mundo olha, e é isso que boa parte das meninas querem, atenção fácil, se sentir bonita nos olhos dos outros, se sentir desejada, e a formula Kim fez sucesso. As meninas do mundo muçulmano não são diferente de nenhuma outra, vai ter meninas que procurem ser inteligente, ou algumas que curtem ser escravas do sistema (não é porque você goste que todo mundo tenha que fazer) e outras queiram atenção fácil, a diferença entre nós é que elas vivem presas a cultura deles, elas não tem essa liberdade enorme que nós temos de acordar e escolher se hoje você vai sair de casa de decote ou de blazer, elas não podem! Se você vai ir a biblioteca ou a o shopping falar mal das putas, elas não podem! Elas tem que usar aquele pano na cabeça, e ir para onde são permitidas. (ao contrário do que as feministas modernas passam, nós temos uma liberdade, ainda mais comparada ao mundo deles, as pessoas tem suas opiniões... acharem feio, ou rirem da sua cara não é um agressão, não te impede fisicamente de nada, isso é outra história, isso é uma questão social... já no mundo deles, a mulher é fisicamente impedida de fazer o que quiser)
Mas o que tem aquela menina?



Uma amostra das correntes

Ela começou a chamar atenção de meio mundo, virou a Kim muçulmana, deu entrevistas, aprendeu a melhoras sua maquiagem, e a cada dia ela aumentava seu nível de chocar, ela virou uma literalmente miss bimbo, fez o que muitas meninas do seu mundo queriam, mas ela podia, por ser corajosa.

As pessoas do lado de fora (se não tinha alguma indiferença) rangiam os dentes de ciúmes ou raiva, os homens diziam que ela deveria apanhar e as mulheres que alguém deveria para-la. Enquanto todos os dias ela postava uma selfie nova, mais provocante, mais sexy

Já era hora de ela fazer como a maioria das mulheres como ela fazem, vazar do país e entrar em algum país ocidental, ela estava sendo ameaçada, mas ela foi corajosa, ela queira mostrar os peitos na terra dela, queria se a Kim de lá... E não demorou muito para uma tragédia acontecer.
Ps.: Ela estava fugindo em último momento, e mostrou desejo em sair, mas não teve apoio
Muita gente pensava que um estranho iria fazer algo, contra ela ou sua família, a qualquer momento... Quem fez algo contra ela foi seu próprio irmão, que a matou, a enforcando, de um modo grotesco e covarde, na desculpa de ser proteção a honra de sua família...

Para mim não tem desculpa, entendo a grande pressão que lá fora tinha sobre eles, ela era não apenas a ovelha negra, mas a ovelha-unicórnio-vadia-negra da família, e nisso muita gente iria falar mal de sua família por causa dela... mas matar... matar é dar mais importância ao mundo exterior, mais do que o amor de família, é ser espírito de porco
Não tem desculpa, e é isso que o mundo deles fazem com as pessoas, as tornam covardes, tornam esses atos grotescos e covardes em algo admirável em sua sociedade

Eu entendo que ela foi egoísta, ela não pensou na família ao incorporar algo tão dramático, algo que iria fazer olhos se voltarem a sua família, de um jeito ruim na cultura deles, ela fazia por ela mesma, pela atenção que ela jugou como positiva só para si, e que se ferre o resto, mas matar, dessa forma, não dá para justificar. Bem, devemos lembrar que ela é uma mulher adulta e livre, ela não teria que ficar se justificando a ninguem!

Quer parar ela? Senta com a menina, conversa com ela, nisso fazer ela enxergar os riscos, a fizesse enchegar que seria melhor ir com mais calma... se fosse minha filha e eu estivesse nessa situação, eu a mandava ela para fora do país, e deixava ela curtir essa vida em paz

Mas só para ter uma ideia do quanto ela era liberal, ela tinha sido forçada a casar nova, e então ela mesma percebeu que aquilo não a fez bem e se afastou, foi atrás da felicidade dela, pelas próprias pernas

Uma mulher como ela mostra que a cultura da liberdade moderna está dando seus passos por lá, mas sua morte mostra o quão isso é delicado e a qualquer momento pode regredir totalmente. O número de homens e mulheres que mostram admiração pelo ato do irmão dela em seu pais foi enorme, o que é assustador...
Homens e mulheres deveriam ter liberdade para se vestir do modo que querem, deveriam de liberdade de expressar a merda que querem, se vestir como puta, ou julga-las como algo ruim e evitar ser como elas, mas ter liberdade de fazer ou não, de falar ou não. Isso é direitos humanos básico, algo que é natural, e algo que anda sendo muito infligido, infelizmente.
Você não pode impedir ninguém de fazer nada, se não gosta, não faça, se acha irritante, e acha que é necessário falar algo, fale! Mas impedir fisicamente vai contra o direita da outra pessoa, não é direito de ninguém impedir ninguém  
Olha isso, olha em que ponto chegam, tirar a vida de alguém por causa de suas roupas... é muito triste, muito lamentável!

Não quero que essa mulher seja esquecida, eu não admiro pela suas roupas (até porque ela não se vestia bem), eu admiro sua coragem, de botar a cara para bater, botar a cara no sol em um lugar aonde escondem o sol nas nuvens escuras, de ser a pessoa que ela queria ser... Uma mulher como ela em si não traz benefícios a sociedade, mas o ato de se bater de frente com a cultura tão fechada sim, faz as pessoas verem e logo pensavam, e olharem para as rachaduras e o quão frágil as ideias antigas são, ela dá coragem as mulheres de ousarem, de irem atras dos seus sonhos, mesmo não sendo os mesmo da Qandeel 
É triste como em alguns lugares preferem te ver morto do que feliz, só que então fazendo a merda que quiser
(O corpo dela é assim porque ela já teve filhos)

Qandeel Baloch 
✰ 1 de março de 1990 
✞ 15 de julho de 2016 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...