segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Cuidado com golpes - dicas para evitar cair


Hoje em dia todo mundo já fez alguma compra online, principalmente meninas que gostam de acessórios, maquiagem e roupas, e querem ou economizar, ou encontrar algo que as meninas do exterior usam, moda japonesa/coreana/norte-americana, que não existe no Brasil.
Existe um número enorme de maneiras de adquirir produtos, você pode comprar direito do exterior, através de sites como Ebay ou Aliexpress, ou então de lojinhas que vendem produtos tirados de lá, mas diretamente daqui no Brasil... E ai começa os problemas...



A coisa de comprar é um acordo, você confia seu dinheiro a alguém e espera que o acordo se cumpra.
Muita gente tem insensibilidade com quem teve problemas com compras online, pois são ricos ou nunca passaram por alguma situação difícil. Para quem tem pouco dinheiro, ou trabalha muito para ter, acaba criando uma relação com o próprio ganho, você tem que preservar o que é seu de direito, você conquistou aquilo, e sabe que pode sumir muito fácil, em contraste com o trabalho que se teve para conquistar. Aí você confia esse ganho, essa sua conquista em forma de dinheiro, com algum desconhecido e isso pode ser difícil.


O que é 10 reais? Para quem ganha em torno de 1200 é uma pequena fortuna, e eu entendo isso, mas a coisa de passa por uma situação ruim não é sobre perder o dinheiro em si, mas sobre as emoções que causa.


Primeiro você se apaixona por um produto, e quer converter seus ganhos nesse produto, e se imagina com ele, a futilidade ganha cor com alguma emoção, o desejo. Daí você compra, e vem a ansiedade... E então... Aquilo ou não chega... Ou o que chega não era o esperado... E ai vem a frustração, será que fui enganado? E nessa a sensação de que foi enganada, o sabor da injustiça, e nisso cada um reage de uma forma.

Tem gente, muita gente, que simplesmente se cala, se sente mal e constrangido e tenta esquecer o que aconteceu. Acontece que esse silêncio omite um perigo, o que poderia ser um alerta para salvar um outro alguém. Tem gente que tenta resolver de forma educada e direta, o que resolve... Ou não! Tem golpistas que adoram esses primeiros dois tipos, pois o primeiro some do mapa, e o segundo dá para abusar da paciência e conseguir tempo para escapar. O terceiro grita, faz escândalo, e deixa bem claro que seus ganhos o pertence e ninguém vai o tirar aproveito disso...
Mas então, como evitar estar em qualquer desses 3 tipos?

Ninguém quer estar nessa situação... Independente da forma que vai reagir

Pronta entrega e encomenda:
2010/2012 foi a era dos calotes e golpes na internet, os brasileiros estavam se acostumando com a ideia de comprar na internet, e apareceu um enorme número de pequenas empresas oferecendo serviços de venda online... Fora de sites como mercado livre, eram empresas que queriam ser independentes, com seu próprio site e próprios cliente... E aí começou o problema...
Você sabe a diferença entre pronta entrega e encomenda? Muita gente não sabia, muito vendedor também não entendia os riscos e arriscou e terminou riscado...
A pronta entrega o produto já está com o vendedor, prontinha para ser levado a sua casa, está lá no estoque da loja, a encomenda está com o fornecedor, que é a pessoa antes do vendedor, ou está a ser feita:


Matéria prima ----à Fabrica, fornecedor/distribuidor ---------à vendedor/loja ----à cliente


Esses vendedores que faziam encomendas, eles basicamente serviam como uma virgula entre você e o fornecedor... Ou melhor dizendo, eles eram/são revendedores de produtos da China/exterior, ou seja, de outras lojas... Acontecia isso:


Matéria prima (químicas desconhecidas) [China] -à Fabrica (mão de obra barata, trabalho escravo) [China]--à Vendedor (site como Aliexpress) ------------------------------à  revendedor (lojas brasileiras) -----à você



O que você poderia fazer, essas lojinhas faziam... Eles eram iscas de pessoas que não entendia como comprar em sites como Aliexpress, e ai eles faziam esse serviço simples em troca de uma porcentagem... (eles encomendavam por você). E AI COMEÇA OS PROBLEMAS! Primeiro que quando o vendedor, no caso os sites chineses, falhavam ou tinha um problema na entrega, quem levava a culpa era o revendedor, o brasileiro, e quem sofria era o cliente. E acontecia, demais, principalmente em final de ano, a promessa de 15 dias ia para meses, demorando até quase meio ano, ou até mesmo, pior de tudo, a encomenda ser extraviada e acaba voltando para a China ou se perdendo nos 7 mares.

Outro problema é que muitos revendedores que se passam por vendedores, é que eles não deixam claro que se trata de uma encomenda, até hoje tem isso! Apenas deixam o preço e uma foto do produto, e a promessa de um acordo comprido.



Isso porque muita gente se afastaria ao saber que se trada de uma encomenda, por causa da demora, e esses pilantras, pois esconder esse fato é coisa de pilantra sim, acordo honesto é quando você tem conhecimento de tudo, e não com coisinhas incultas, eles querem que as pessoas comprem logo, e sabem que as pessoas não gostam de esperar demais, ninguém gosta.
Os revendedores ainda tinham a cara de pau de culpar a China, exclusivamente, e se pôr como uma vítima também, acontece que foi uma responsabilidade que o vendedor aceitou, foi algo que o revendedor procurou, ele sabia no que estava mexendo, então a responsabilidade maior está em quem colocou o anuncio, a isca, na internet, que prometeu um negócio, que não cumpriu essa promessa!
Então a primeira dica é procurar saber se é uma pronta entrega ou uma encomenda, se for encomenda, procure saber de onde isso saiu, se é de uma fábrica brasileira, se é de outro vendedor de outro pais, se é uma fábrica de outro pais, se a pessoa vai fabricar... Saiba, olhe para as promessas de tempo, se a pessoa diz que é algo de 15 a 30 dias, chegou no dia 31 e nada do querido na sua porta, hora de reclamar... eu posso soar como rude, mas mesmo que o tal vendedor ou revendedor tenha tido algum problema nesse meio tempo e por isso atrasou, PROBLEMA DELE, problemas pessoais pertencem a aquela pessoa, você não tem nada a ver com aquilo, você não tem culpa daquilo, e logo não tem que pagar por aquilo, e ponto. Pessoa que tem muitos problemas não deveriam ser vendedores e trabalhar com o público, gente que não sabe lidar com várias tarefas, que fica se enrolando, que não tem paciência ou não sabe lidar com críticas ou diversos pedidos/requisitos, deveriam ficar longe desse mundo, isso é fato, pois aí esse problema do vendedor vai virar um problema do cliente, que não tem culpa, e não é obrigado a ter compaixão. A coisa da compaixão é opcional, você não é obrigada a esperar mais ou entender, a coisa do acordo gira em todo da venda, apenas isso, não a vida pessoal dos lados!

O barato sai caro:
Você tem que entender que um produto de 10 reais tem a qualidade de um produto de 10 reais... A imagem pode enganar, pode estar na sua melhor forma, ou editada ou é apenas ilustrativa, mas o preço fala mais do produto do que a imagem... 10 reais deram 10 reais investidos, não espere um resultado de 50 reais em algo que vale 10 reais.


Mas nem sempre o caro tem o valor de um caro:
Vendedores iniciantes não sabem ao certo calcular o que deve ser lucro, apenas chutam um valor, sem calcular porcentagens, e muitas vezes esse valor é guiado pela ganancia e aí começa os problemas... Que pode ser como esse primeiro caso, ignorância e ganancia, ou pura pilantragem
A pessoa compra da China, por exemplo, o produto por 10 reais, e revende por 50, apenas pensando nos 40 que vai ter de volta... E ai a pessoa que comprou percebe de cara que aquilo é barato e pobre e fica bravo!
Tome cuidado ao comprar coisas caras por aí, pode ser esse caso, para se certificar solicite mais imagens ou o preço original, se a pessoa se negar a fazer, pesquise o que poderia ser o produto original, não tenha vergonha, é melhor do que ter dinheiro perdido

Produto diferente da imagem:
Isso é pilantragem. Acontece muito se vendedores colocarem imagens diferentes do produto final nas descrições. Hoje em dia é okey, por ser cansativo tirar foto de cada produto, eles photoshopam uma imagem, ou usam uma imagem genérica, vinda do Google. Daí tamanhos, cores, texturas não são os mesmos...

Sempre pesquise a foto da descrição no Google, se tiver vários resultados com aquela imagem, peça uma imagem do produto real. Sempre desconfie se o vendedor não fornecer uma, nem na descrição do produto, nem em mensagem privada, aí tem coisa, o que ele tem a esconder? Desculpas são desculpas, ainda mais quando o produto está ali no lado do vendedor, abrir embalagem não é desculpa, ainda mais se tratando de roupa, o vendedor deveria ter alguma amostra, falta de profissionalidade não ter!

Nessas horas feedbacks são super uteis, só que aí entra outro problema, nem todo mundo pode ter recebido a mesma coisa, já vi essa safadeza de um vendedor misturar produtos bons com uns mais ou menos, e ai uns recebe a os bons e os outros...

Feedbacks:
Hoje em dia tem blogueiros que vive de propaganda, os famosos recebidos, tem uma parte que é super sincero, mesmo sendo pago ou não, fala na cara se aquilo é bom ou não, mas uma parte enorme tem resultados intoxicados por... Dinheiro!


Várias coisas podem intoxicar feddbacks de blogueiros e fazer eles ficarem longe da realidade, as vezes o blogueiro recebeu um bom produto, e ele faz um feedback desse bom produto (faz a revisão daquilo que viu), e a tal empresa vende produtos pobres! Caramba, isso aconteceu e muito! Isso porque essas empresas querem o bom feedback dos famosos, e sabem como conseguir
Outra que bloqueios, mesmo sendo pagos ou não, pois blogueiros não pagos podem querer ser patrocinados e por isso então mentir com uma positividade irreal (e conseguir apoio da empresa, safados), estão falando pelo dinheiro, sorrindo, fazendo uma propaganda.

Outra que existe algo chamado fanboy, que pode ser fã de que está patrocinando, ou da marca... É, existe essa bizarrise de fan de marca... Eles defendem uma marca, as vezes nem compraram um produto, ou podem até se ferrar com o produto, mas defendem, e vão chamar a todos que dizer que um produto é ruim de invejoso...
Arg...
Ah, queria dizer que existe sim uma responsabilidade em quem patrocina marcas! Você está relacionado sua imagem em algo ruim, está impulsionando e influenciando pessoa a comprar algo ruim, usando sua fama e carisma, as pessoas estão confiando no que você diz, e se você está mentindo, você tem uma parcela de culpa em negócios mal fechados. Ninguém obrigou a ninguém a se afiliar a ninguém, fato.

Alergias...
Parte da culpa das alergias não é de um produto, e sim da sua pele, que pode reagir de diversas formas. Porem a outra parte está na falta de cuidado que empresas tem em suas composições, algumas pegam qualquer coisa, apenas para cortar gastos e enfiam em sua embalagem, prometem mil coisas, mas no fim vão te dar uma bolha que vai deixar cicatriz.
Tome cuidado em arriscar em produtos chineses, muitos deles são feitas em pequenas fabricas, que se focam em poupar preço, e acabam usando coisas toxicas para você. E em coisas que não foram testadas ou aprovadas, é um risco muito grande, que pode deixar consequências... Eu sei disso, já passei demais, até perceber que não vale a pena economizar em algo e depois gastar muito mais tarde em dermatologista para corrigir o estrago.

Falsificações
A pilantragem está em pessoas que vendem produtos falsificados se passando por originais. A China é mestre em falsificação, de realizar o sonho de aliem que quer um produto na qual não pode pagar. Fazem tênis de 700 por 100, uma cópia que pode ser idêntico ao real, mas que pode acabar com seu pé. Te dando um prejuízo de 601 em um médico, ou aqueles batons na moda, que custam mais de 100 no brasil, lá você acha por 10...

Os chineses vão em detalhes, a caixa, a cor, as letras, difícil dizer o que é o real ou não, e revendedores pilantras sabem disso, e vão lá, prometer os originais, mas vendendo essas copias.
Isso é complicado


Lojinha da “alguém”
Muitas e-celebridades começam seu próprio negócio, criando a própria marca, muita gente se descobre empreendedor, ou então todo tempo que usou mexendo em algo, descobriu dali uma habilidade em criar coisas, e então vender aquilo. Desenhistas que passam a fazer camisas estampadas com seus desenhos, ou quadros, maquiadoras que usam suas habilidades para desenvolver maquiagem de qualidade, críticos de eletrônica que usam seus conhecimentos para importar os melhores eletrônicos e etc. É uma boa, você faz um hobbie uma porta para trabalho, e dá uma confiança comprar de quem você seguia a crítica, de quem você confia...
Porém...

Histórias de e-celebridades que frustraram seus fãs é mais extensa do que o pelo da axila de uma feminista moderna, e por diversos motivos, as vezes nem na maldade, mas sim no caso que eu falei lá em cima, a pessoa vai na ganancia de fazer dinheiro, no caso, através da fama, mas não tem habilidade nenhuma de lidar com negócios. É preciso ter cabeça para gerenciar uma loja, não é simplesmente embalar algo, mas você precisa fazer cálculos e lidar com pessoas, e nem sempre todos sabem fazer isso.
Eu não culpo os fãs diretamente, é bobo você confiar em alguém só pelo carisma que ela aparentemente exala, a culpa sempre vai ser do traidor.
O pior é como a história se desenrola. Quando a coisa da ruim, dificilmente a celebridade aparece para limpar a sujeita, no máximo um pedido de desculpa forçado, e tentam esconder o que aconteceu... mas ninguém reembolsa e ressarce os prejudicados. Eles agem como um bando de irresponsáveis, isso dá uma raiva dos infernos, se sentem intocáveis, como se não se culpassem, mesmo vendo o que causaram...
A coisa se acumula, muitas pessoas, um prejuízo enorme... Que eles enterram usando fãs que não foram prejudicados, esses fãs que não caíram ficam dizendo que tudo aquilo é mentira, que é história contada por gente invejosa, dando chances para a celebridade sair ilesa e então fazer de novo... lembra da Felice Fawn? Tem muita gente que acreditava que ela não tinha feito golpes, mesmo com centenas reclamando e com provas, só porque ela negava e escondia...

"Sabe porque eu nunca vou acabar presa?"

 Ou seja, ser amado não torna ninguém santo, ser admirado não torna ninguém imune a erros...


Espero que isso ajude você

Lembre-se que hoje em dia tem sites como Aliexpress, ou se você não quer esperar, muitas lojas vendem essas coisas fisicamente, uns reais a mais, porém é melhor que perder dinheiro (vendedores chineses abrindo suas lojas com parcerias de pessoas que moram na china, facilitando a entrega dos produtos e então a venda)
Também lembre-se de sites como reclame aqui, ou grupos no Facebook e blogs que se dedicam a expor golpistas
Não arrisques seus ganhos, você não merece ser roubado

O que é seu, é seu.

2 comentários:

  1. Lembro da época dos calotes como se fosse ontem (ainda fico me perguntando pq aquela que deu trocentos calotes e ficou queimada na internet pra sempre nunca foi presa e ainda tem gente que fica lambendo aquela tiriça), felizmente nunca me aconteceu de cair em um desses (nunca confiei nessas lojas de gente de internet ou lojinha flop de facebook, além de ter que dar dados pessoais pra sabe lá quem ainda tem risco de eu nunca ver o que eu comprei ou receber coisa usada, ai que horror), o máximo que aconteceu foi eu comprar um colar no ali express e não chegou porque não era registrado (as vezes eu acho que chega sim mas os CUrreios que dão fim), eu pedi reembolso e a vendedora deu no mesmo dia

    Outro site que faz muito isso é o tal do milanoo.com, eu ainda não sei porque aquilo ainda tá no ar porque NENHUMA pessoa que comprou lá recebeu o que comprou sendo igual da foto (é mais zuado que esses das imagens)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até hoje nunca tive problemas de ecomendas perdidas no ali, é só usar o china registred post, é bem difícil dar problema, mas é frete pago, tipo de 50 centavos a dez reais, mas você vai saber aonde está sua encomenda, e se caso voltar, vai saber

      Eu já vi gente receber lente usada, ou ter dados roubados, uma loucura

      Ah, um monte de sites que são fraudes ainda funcionam até hoje, parece que as vezes o google tira da lista, mas é bizarro não conseguem derrubar, mesmos com dados, tem que tomar cuidado com essas copias de aliexpress

      Excluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...