segunda-feira, 6 de março de 2017

Sobre expor crianças a beijo gay: Primeiro beijo gay da Disney

Simplesmente apaguem qualquer coisa que tenham gays, menção a sua existência ou alguma apologia, o amor entre duas pessoas do mesmo sexo não pode ser citato na mídia... Explicação? Porque somos tão influenciáveis, precisamos o tempo todo de "certas influencias" para nos tornar o que esperam de nós...
É isso que eu interpretei na histeria de certas pessoas...
Ah, também vamos conversar sobre se isso é prejudicial a crianças...



Bem, vamos as questões...

Okey... Vamos lá...

Todos estão tão surpresos com um selinho simples dado por um casal ilustrado ao fundo do desenho "star vs as forças do mal", um desenho para o público pré-adolescente, o tal beijo sairia despercebido, mas alguém pausou e percebeu ali no meio, de diversos outros casais, duas figuras masculinas dando um selinho.
Novidade? O beijo em si é, mas alguma referência a gays não é novidade, desde o início eles falam sobre gays, sobre amor, ódio recebido e aceitação de diversas formas, que pode ser interpretado como ou não, mas é sim sobre isso. Eles? Quem seriam eles? Todo mundo, desde mídia para adultos e para crianças.
Sabe aquele personagem considerado diferente, que sofre por isso, e tem que passar por um auto conhecimento, enquanto o mundo inteiro condena sua forma? (Tendo até que se esconder). Quantos personagens você conhece?
Diretamente sobre os gays é mais difícil, a última mais nova que eu me lembro é o casal feminino no desenho "Clarencio, o otimista" o personagem Jeff, que é perfeccionista e uma criança prodígio tem duas mães



Também é creio de ilustrações sobre gays no desenho "Steven Universe", a última que eu percebi é que a personagem Perola tinha uma paixão pela Rose, e esse é o grande motivo dela não gostar e culpar o pai do Stevem... Vai dizer que você não notou isso? Na minha interpretação, as Gems se fundem é uma analogia sobre amor, você precisa encontrar a pessoa certa, se conectar e se harmonizar com a outra pessoa, então como se fosse uma dança (a relação), tem que ficar sincronizada, se caso essa sincronização quebra, o casal se separa...
Outro fato que me leva a ver isso foi a reação da Garnet ao saber que existem Gems que são forçadas a se fundir, por ela ser uma fusão (que eu já falei aqui, e ela recebi ódio por isso), saber da existência de alguém ser forçada a chocou... Entende a minha interpretação?


Quando eles tratam desse assunto de uma forma completamente indireta, fica aberto a interpretação e então é possível não ver esse sentido, pois não apenas gays que passam por pressão social por ser o que são, e nesse modo, a mensagem de aceitação se passa sem precisar ser direto sobre alguma coisa


Sobre os gays vs. Conservadores

A anos os conservadores piram com um apocalipse que vai acontecer, ou está acontecendo. O apocalipse é quando tudo que eles acreditam não acontece, ou acontece ao contrário do que eles acreditam, por causa da ideia egoísta que existe um universo em volta deles, logo deus terá que destruir tudo por não seguir suas ideias, pois sua ideologia é a única realidade.
A igreja de um lado condena e muito os gays, e as vezes abre uma porta quando precisa de seguidores para se manter, alguns gays até mesmo acham alguma interpretação que diz que o deus cristão os apoia, e os cristãos raiz tem a deles de não.

Eu penso que é uma liberdade pessoal ter uma visão do mundo, e uma interpretação do que seria o certo, até porque nenhum deus nunca apareceu se apresentou disse a real interpretação, E LOGO o que seria a ÚNICA INTERPRETAÇÃO, mas aparece um monte de gente que se passa por ele dizendo coisas... Como ele também não apareceu para negar, aí fica aberto as interpretações... Mas a coisa da liberdade deve ficar apenas no teu círculo, isso de invadir a liberdade dos outro é inaceitável.

Você pode ver sua bunda? É só dar uma olhada para traz, aquelas montanhas de gordura que gritam por um tapa, ela é ungida? Então não faça amor pela bunda. Sua boca, aquilo que você usa para falar merda e pôr em lugares duvidosos, ela é ungida? Não beije pessoas do mesmo sexo. A liberdade é essa, você escolhe quem vai ou não, o que tu vai ou não, você escolhe, ou pode acreditar que não tem o poder de escolha, mas a ação é sua. Ai o corpo dos outros não é problema seu, e nem coisa da sua jurisdição, e nem da sua crença.


Questão da mídia mostrando a existência dos gays

“Mas a mídia está invadindo a minha casa”, e é aí que está, os cristões ficam loucos quando sabem que estão positivando o amor alternativo, que isso vai fazer mal a eles e a suas crianças... Cara, apenas desliga a TV, eles, os criadores, podem fazer o que quiser, é escolha sua por isso em casa ou não.

Só para fechar essa conclusão com cimento ungido do senhor... O que a bíblia diz? Podem pesquisar, ela diz que você não deve trazer certas coisas consideradas malditas para casa, apenas isso, se a sua casa é de deus, o deus cristão, apenas não traga para a casa. E isso te tira o direito de cutucar produtores e criadores, na casa deles rola o que eles quiserem, na mídia, transmite o que eles quiserem.

Você tem escolhas, pode desligar a TV, ou botar em canais cristãos, que pedem dizimo a cada 10 minutos, pode não levar sua filha no cinema, controlar a quem ela fala... Até porque a criação das crianças é algo que pertence aos pais, e se os pais decidem que algo é ruim, e a ação da decisão vim sem abuso, pode acontecer.

Eu não entendo a implicância que as pessoas têm em coisas que elas podem ignorar, como se isso as machucassem, ferissem a sua liberdade. Eu acho okey, na verdade, super okey você expressar sua opinião, se gays são algo negativo, baseado na sua crença, que é baseada em algo de 3000 anos atrás, diga, mas meu ponto é que as pessoas querem proibir, você não pode proibir que alguém seja gay porque isso fere sua crença, não pode ofender alguém, e nem querer obrigar a pessoa a se encaixar no que você acredita!

Lembra na primeira parte do texto? La em cima, eles querem que nós agimos que o amor entre duas pessoas não exista, que duas pessoas do mesmo sexo ficar feliz em estar juntas não exista, que um casal de duas pessoas não exista, a mídia só poderia dizer se fosse para negativar o amor entre duas pessoas do mesmo sexo...

Oh, os “bons velhos tempos”, quando todo mundo agia assim, e parecia que os gays realmente não existiam, e os libertos eram vistos como doidos com o demônio no corpo, é isso que eles querem... Mas não dá, não mais. Não dá mais para se esconder e nem negar a realidade.
Realmente senhores cristões, a mídia anda fazendo parecer que gays são algo normal, que é okey amar, que sexo que seja por prazer e amor, não por reprodução é okey, isso realmente está acontecendo, tanto que a arte está expressando isso. Os gays que a anos se prendiam, olham e volta, veem tanta gente de boa, e se perguntam, “porque eu vou me segurar”? Se na TV, nos rádios, nos sites... Existem pessoas de boa, porque não ser... (viu porque eles querem proibir?)
A coisa é que os cristãos não podem negar e nem proibir é a existência de gays no planeta terra, eles sempre existiram e a modernidade deu uma luz a eles, que agora estão livres por aí. Pessoas se beijando por aí é visto como normal, pessoa do mesmo sexo se beijando também é visto normal, e a mídia reflete isso. A existência e a modernidade atual são refletidas pela mídia, e um grupo só pode não controlar isso

Questão do boicote

Ai que está, como eu disse, e dizendo de novo, você, pessoa cristã, tem seu direito de não gostar/apoiar/se sentir confortável, e sua opção é ignorar. Qualquer um pode boicotar, se caso você é tão intolerante ao assunto ao ponto de cortar laços ou então uma assinatura por uma emissora/site mostrar apoio a existência de gays, é direito seu fazer, você pode reclamar e se afastar. A produtora vai continuar com seus atuais consumidores normalmente. Você não pode obrigar a pararem, criar censura e obrigar os em volta a querer boicotar também, não é assim que funciona. Se algo tem público, o algo vai continuar sem ou com você, você e o que você acredita não está no centro do universo. E por mais que muitos cristões não querem aceitar, se algo existe é porque tem público, mesmo que esse público vá contra o que acreditam e nem se importa com as ideologias.
Acontece que as pessoas estão se aliando com ideologias e ficando nervosas, tem a galera da esquerda enchendo o saco demais, e o da direita também dando motivos para causar uma grande diarreia, todo mundo quer cagar regra e encher o saco, todo mundo com suas ideias e querendo enfiar goela abaixo... Cara, apenas muda de canal ou vai embora. Já pensou se alguém entrasse dentro da sua igreja e quisesse explodir tudo porque não está de acordo com sua ideia da verdade? As coisas não deveriam ser assim


Okey, é agora...
Crianças exposta ao mundo

Sim. Crianças sim são influenciáveis, por isso se ensina a amar um deus desde criança, para que a lavagem cerebral não saia com palavras, por mais que faça sentido. Mas fique tranquilos, um beijo, um abraço, uma demonstração, que passa despercebido, não é capaz de fazer algo com alguém, a não ser que a pessoa tenha tendência a isso.

Sobre a cena do desenho, é algo que eu não mostraria para um criança pequena, não por causa do casal gay se beijando, mas sim por causa do contexto (o cara ama uma garota e beija outra, no meio de um monte de desconhecido se beijando, daí faz parecer que o beijo não tem muita importância, e eu quero que meu filho veja essa demonstração de carinho seja algo especial, e não algo que você dê para qualquer um), mas o desenho é mais para pré-adolescentes, e essa galera já está exposto a muita coisa.
Por mais que muita gente não queira aceitar, existem pessoas com tendência a procurar alguma coisa, ou como você explica crianças que foram criadas em lares rígidos se tornaram algo inesperado quando cresce, mesmo nunca tenha tido contato!? Você acha que a influência vai ser um quadro que durou menos de um segundo?
Tem uma galera fã de animes violentos e com contexto que existem homens tarados como se fosse algo positivo e engraçado, e você nunca vê essa galera querendo ser agressiva ou sendo tarada, porque eles sabem que é algo errado ou não é momento para isso.
Sabe, senhores cristões, existe uma coisa moderna chamada conversar, talvez se você perdesse menos tempo odiando coisas só por estarem longe de sua zona de conforto, e passasse esse tempo conversando sobre isso ao seu filho, você não teria riscos de um dia pegar teu filho fazendo algo inesperado, porque desde o momento que você convive com seu filho, você vai saber o que está havendo, e vai poder guiá-lo
Mas eu entendo, senhores de jesus, a maior parte dos pais de hoje estão mais preocupados com o que tem na porta para fora do que dentro, pois largam seus filhos na frente da tv, computador, revistas e etc, seus filhos estão sendo criados pela mídia, e estranhamente é mais fácil fazer birra com a mídia, do que quebrar uma barreira e conversar com a criança.
A mídia é toda sedutora, graças uma coisa chamada capitalismo, que cria uma competição, que faz tudo tentar ser melhor ou mais atrativo, o mundo do cinema é todo sedutor, cheio de coisas que eles sabem que vai chamar atenção, e para alguém que está procurando perder tempo em algo legal, seu filho no caso, acha um tesouro na mídia, que pelo jeito, você não pode oferecer coisa mais atrativa... Até porque, está tão ocupado cagando regra.


Olha em volta, olha o como as coisas são, estranho que muitos dos líderes religiosos ainda usam o medo como arma, pois o medo é a única coisa que ainda os segura, o medo do inferno, do que vem depois da morte. Mas olha em volta! Olha o quando de informações nos temos, olha o conforto, a auto consciência atual, se algo te traz amor e satisfação, porque levaria alguém para o Inferno, queimar a eternidade, por algo que nunca machucou alguém?

Muitos cristões simplesmente jogam, e espera que as pessoas peguem e deem valor, e se não, que paguem nas chamas... Olha lá, ser hetero é um “presente de deus”, se não pegar, queima porra... Oh, e se a pessoa não consegue ficar feliz assim? Ela tem que passar sua única vida infeliz para ter um lugar no paraíso... Que ninguém realmente voltou de lá para dizer aonde está?

Perguntando de novo, se algo que não faz mal a ninguém, que a traz amor e satisfação... Porque é errado? Por causa de uma passagem na bíblia que condena dois homens que se deitam juntos? Okey, a bíblia condena quem perde a virgindade antes de se casar, quanto de vocês se casaram virgem? A bíblia condena marcar o corpo, quantos de você tem tatuagem? Tem tantas regras lá, tantas... Porque a implicância com essa? Porque não olha para tua casa primeiro antes de querer criar barreira na casa dos outros?
Ninguém deveria moldar a arte, ninguém deveria! Se o artista achou que isso era necessário, porque não? Você pode ignorar

Sexualizando

Okey... Isso é uma questão...
Duas pessoas trocando demonstrando amor pode não oferecer nenhum perigo a criança, a coisa é que se você mostra tipos de carinhos, nisso entra pessoas, faz com que ela sinta que isso é normal. Se você apenas mostra casais heteros em sua infância, ela vai estranhar quando ver um casal gay fazendo.

A coisa boa de mostrar diversos tipos de casais a criança é que ela se acostuma com a imagem, e aí não tem riscos dela estranhar, é melhor ter um filho tolerante do que um filho intolerante, que logo poderá praticar bullying por não aceitar a diferença.
Você tem que entender que é algo que faz parte da realidade atual, que lá fora seu filho vai acabar vendo isso, então tranca-lo não vai ser uma boa opção, porque mais cedo ou mais tarde ele vai ver essa realidade, é melhor ele saber e entender, do que ele estranhar e ter sentimentos confusos.
Outra coisa é que crianças criadas na frente da mídia, computadores mais especificamente, não são lá o exemplo de crianças mais inocentes, as crianças podem em questão de segundos encontrar coisas que você, se não estiver presente, não pode controlar.
As crianças não são mais criadas lá fora, brincando, conversando e aprendendo coisas na convivência, mas sim em casa, olhando a mídia, que reflete o mundo lá fora.

A coisa do beijo já é uma questão relevante. Acontece que uma coisa é um abraço e outra um beijo, o beijo tem um outro peso, mas acontece que por ser um selinho pode não ter esse peso sexual. Acontece que atualmente as crianças convivem com a realidade da existência de beijo, elas veem por aí, a coisa delas então serem influenciadas depende de como ela vê o mundo, a criança vai ver sexualidade em um beijo se ela já tem “maldade” na cabeça, e isso aí depende da criação dos pais. Crianças inocentes até demonstram nojo ao ver esse tipo de cena, bocas se tocando... Mas existem crianças que foram “educadas” com um “certo contexto” vão ver essa ligação com a sexualidade, mesmo não entendendo bem o porquê, e isso é culpa dois pais, e não dos criadores de conteudo em si.
A coisa da irresponsabilidade das emissoras em fazer um conteúdo que tenha esse tema, aí depende, por ser um drama para pré-adolescentes, na qual os dois personagens não se afirmam com nada a mais de amigos, eles já esperam pessoas que se interessem pelo tipo de drama, e os pais devem acompanhar esse interesse.

Eu não recomendo esse desenho em si por causa desse drama de namorados, não acho que seja algo positivo para um pré-adolescente se focar, o beijo gay ali, despercebido não é o problema (até porque os gays ilustrados são adultos, só os personagens principais que são jovens), mas sim essa questão de namoradinhos... Não quero que minha filha olhe para seu amigo e veja um possível namorado, não acho que crianças e pré-adolescentes tenham idade e cabeça para lidar com essa questão... Porém muitas crianças vão ver isso como parte do drama, e não como influencia em suas vidas reais.


Sobre a exposição aos gays

Sabe, senhores que acham que feijão vai por baixo do arroz (e o contrário não pode, é pecado), os gays existem, eles sempre existiram, no armário, ou fora, nas boates, em lugares formais, eles não vão desaparecer se você apagar os rastros. Pessoas amam, elas se apaixonam, e tem vontade de demonstrar, de se admirar, de sentir, de gritar para todo mundo que está sentindo algo mais forte que enxurrada em São Paulo no meio do ano, e elas são livres para fazer. Sinto muito se isso te machuca, mas é assim que funciona
Se você não tem capacidade de sentir felicidade por duas pessoas, azar o seu, vai amargar no seu canto, que eles vão adoçar no deles.
“Mas isso fere meus olhos”, botas sem salto em pernas grossas fere os meus, eu não posso cortar a perna da menina só porque aquilo me dá vontade de ter um ataque epilético. Você não consegue lidar com algo lá fora, se não tem a capacidade de conversar, instruir seu filho a como lidar da melhor forma com aquilo, e nem reagir no seu canto, não saia de casa, porque nunca vi ninguém morrer ao ver outros se beijarem (uma vez eu quase morri quando vi meu cabeludo nos braços de outra, mas isso é ciúmes e solidão). Se beijar na rua é uma questão de etiqueta, é feio se esfregar em público, mas não é algo proibido, justamente por ser algo não prejudicial, casais podem fazer, e como gays também formam casais, eles vão fazer.
As pessoas vão tratar como positivo, até que alguém prove que é negativo, e uma ideia velha baseada em preconceitos velhos não prova nada!
“Ah. Mas estão sexualizando as pessoas”, meu mel de açúcar (que vira pedra no dia seguinte), a anos crianças veem pais se beijando, em todo lugar pessoas se beijando, tocando selinho, e apenas as crianças que são mandadas a fazer, fazem. Sabem aqueles pais escrotos que ficam fazendo o filho trocar selinho com outra criança pois é bonitinho na visão deles?? Se caso você acha que aquele beijo é o suficiente, NÃO MOSTRA PARA A CRIANÇA, se caso não confia mais na Disney como empresa, que sempre mostrava um beijo no final dos filmes de princesa e nenhum fazia alarde, cancela a assinatura, proíbe de ver.
Sexo é diferente de demonstração de amor, um carinho na cabeça, duas pessoas segurando a mão, todo mundo ali trocando selinho em uma cena que condiz com o contexto (que eu não aprovei), é diferente de quicar! É só explicar para o teu filho o que é carinho, e o que é inapropriado. Quem nunca perguntou para a criança o que ela viu, com quem falou, como se comportaram diante dela? Elas aprendem assim... E criança vai lá saber o que é sexo!? Vai lá ver maldade???



A coisa é que estão chamando de sexualização apenas para tornar o caso um problema, para achar coisa ali...



6 comentários:

  1. DIGITANDO COM OS PES PORQUE COM AS MAOS EU TO APLAUDINDO ESSE TEXTO MARAVILINDO e bem humorado 👏👏👏👏

    Eu fico aqui pensando porque não fazem alarido com aquele LIXO de 50 tons de sei la o que, não por ser um BDSM mal contado mas romantização de relação abusiva ou filmes com excesso de violencia ou abuso animal, mas um carinho entre duas pessoas iguais "influencia" e vai te levar pro inferno, ai gente é pra rir mesmo........ Que nem voce disse no texto, essas pessoas fazem varias outras coisas que a bíblia condena tipo não casar virgem (sendo que normalmente perdem a virgindade antes dos 20 anos tipo uma nojenta "conservadora" bolsonete que fez umas polemicas no FB, nem sei se ela ainda ta na internet, ela vivia atacando lgbts e minorias incluindo gente com problemas sérios tipo depressão e que sofrem bullying dizendo que era "frescura" ou "falta de rola", chamava todo mundo que ia contra ela de esquerdista etc etc aquela dor de barriga que a gente ja sabe mas um dia soltou sem querer querendo numa postagem que gostava de apanhar do noivo na cama, então ???????? ue fofa voce n era "conservadora"?), a vida dessas pessoas deve ser super deprimente pra ficarem se preocupando tanto com a sexualidade alheia e usando bíblia como escudo (quanto a isso eu acho que é mesmo porque eu conheço gente que ama condenar lgbts pagando de cristã/ão e se tivesse filho gay/lesbica/trans etc seriam capazes de mandar matar mas a vida delas vai de mal a pior a cada dia que passa, ninguem se interessa muito por elas, sabe, não tem talento nenhum, não fazem nada relevante, vivem doentes)...... Como eu ja falei uma vez, se deus existe mesmo eu só consigo imaginar o desgosto dele vendo tanta amargura e hipocrisia no nome dele 😛

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (eu pessoalmente não vejo esses desenho mostrando ser gay como algo que você "deva" fazer, tipo, puxando a criança para ser, ou experimentar, apenas mostram a existência e fazem o gay fazer parte do cenário, como algo normal e que trabalha junto com outros personagens, os cristãos teriam lá um porque fazer alarde se caso realmente estivessem querendo tornar as crianças gays... mas o foco sempre está na magia, na brigas e no drama, então... cade as influencias?)
      Enquanto isso, como você disse, um monte de sucessos por ai colocam uma luz bonita sobre questões que são tristes, como relacionamentos abusivos, como se fosse legal ter alguém controlador, e as pessoas não debatem sobre isso... isso se chama PRIORIDADES, nunca vou entender o que entra na lista

      Eu acho que é um necessidade se impor em alguma coisa, tem muito cristão de cabeça aberta, que cuida da vida sexual e deseja felicidade para os outros, mas tem gente que tem uma necessidade de impor regras na sociedade, apenas para fazer parte de um grupo que tenha força... a força da maioria assusta... As pessoas fazem bobagens quando estão em grupo, até param de pensar
      Vai entender essa galera...

      Excluir
  2. As pessoas tem que ter consciência de que a homossexualidade não é algo ruim! E a forma de mais natural de mostrar isso as crianças é em desenhos, nessa fase eles estão conhecendo o mundo e não verão homossexuais como uma aberração, mas claro que é nescessário que os pais também ensinem isso a eles em casa. E essa coisa de influênciar é besteira, se uma criança ver casais homossexuais e heterossexuais desde a infância, quando ela começar a sua vida amorosa por mais cedo que seja 12,13 anos, ela já vai saber o que ela gosta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse no comente a cima, os criadores só estão colocando os gays dentro do contexto, fazendo parte do cenário, e logo criando essa sensação de normalidade, se caso realmente os caras estivessem fazendo apologia ai os cristãos teriam um motivo de reclamar (de acordo com as crenças deles), então sim, é besteira fazer tanto alarde

      Excluir
  3. O mais provavel é que a cena seja censurada e se quer sabe, que seja, os pais tem o direito de monitora o que os filhos veem e se acham que é "toxico" algo assim eles tem o direito de se manifesta (eu não ligo). Eles estão pagando por um "produto" tem o seu direito.

    Acho ridiculo a histeria, essa cena passaria despercebida pela maioria,se alguns senhores não tivessem se alarmado com a cena e com o boicote que nem coçaria os milhões da Disney.

    Para mim que não tivesse porra de Starco seria melhor, nem beijo, tentaculos ou referencia sujas nesse desenho nada inocente. Para os fãs eu devo tá cagando pela boca, mas sinceramente estou cansada de ver tanta merda.

    Para termina: "Eu shippo quem eu quiser e se reclama faço fanfic!!! "

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles pegam para ter o produto, para mim isso não dá uma razão de querer censurar, ao não ser que os produtores considerem que seja necessário
      Acho que por isso tem esse tema de namoro, por causa da "necessidade" dos fans, se eles são fans desse tipo de drama (de ficar shippando casal) hehehe

      Excluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...