quinta-feira, 6 de abril de 2017

Casamento gay: Questões sobre o casamento gay

Hoje irei fazer de novo algum post sobre um direito que é humano, mas que é negado... E tenta entender uns porque...
Se imagina na situação: Você finalmente encontrou no meio de muitas pessoas alguém que te chamou atenção, alguém que te fez imaginar um futuro em conjunto, e a querer criar pirralhos e conversar sobre os pirralhos, a discutir sobre besteiras no meio da madrugada, só pelo prazer de falar com aquela pessoa, da felicidade de apenas estar no lado desse alguém (coisas baseadas em algo que um certo cabeludo me fezdesejar, e depois o próprio fdp tirou), e então depois de um tempo não pensando direito (porque estar apaixonado te emburrece, FATO CIENTIFICO, SEM ZUERA), você decide que vai ser aquela bunda ali a única que você vai morder a vida toda...

E ai começa os problemas...




Imagina que agora que a sua escolha de estar com aquela pessoa vira um tipo de luta, não em se manter do lado dela, mas evitar que outras pessoas destruam seu lar e por motivos bizarros e egoístas, que você vai enfrentar julgamentos, ser excluído, e até correr risco de levar uns murros só por andar de mãos dadas com seu amorzinho. Que sua família vai te tratar como um animal ou algo defeituoso, que nunca vão mostrar honra pelo teu parceiro, que não vão apoiar teu casamento, além disso muitas pessoas vão recusar em oficializar seu casamento, mesmo sendo trabalho delas. Que seus filhos vão correr risco de sofrer bullying e pagar pela sua decisão de estar com uma pessoa, que vão fazer sua escolha de amor um motivo de vergonha... E chega que isso está me dando uma agonia...
Por que tudo isso? Porque você é gay, e decidiu ficar com alguém do seu mesmo sexo...

Intro

A gente está na moda do amor livre, a galera inventa um monte de nome para dar um ar gourmet para a safadeza, tem lá os pansexuais aos darksexuais, relacionamentos abertos a casais de mais de 2... Enfim, essa galera toda se esfregando e querendo colocar o nome de amor em suor e troca de saliva. Ai a gente olha em volta com toda essa """diversidade""" (isso é safadeza, S A F A D E Z A *bate na mesa e tosse que nem um velho*) e então eu penso, que bom que nós humanos estamos mais cabeça aberta, ao menos (*pisei em uma camisinha usada* *nojo*), ai eu olho em outro lado e fico sabendo da mãe que matou um filho só porque ele achou uma outra utilidade para manteiga... E... Mas que diabos??

A galera conservadora fala toda hora sobre uma agenda gayzista (quando essa festa vai começar? Esquece, ninguém me convida mesma pra porra nenhuma), e a galera da esquerda toda com um papo de enfiar aceitação na goela abaixo (sim claro, porque ensinar a amar o próximo é na base do processo), e... As gazelas continuam morrendo no meio da floresta! Por que!??
Obviamente ambos os lados não estão acertando em nada, aliás, em séculos não estão acertando ao certo, algumas pessoas acertam, o movimento em si não... (olá galera lacradora, olha a indireta)
...
Eu comecei esse post com todo aquele sentimentalismo, não só porque meu coração está partido, mas também para tentar te pôr na pele o medo que muitos gays sentem, sabe... Eles já tem o direito de casar no civil, mas não o conforto de viver a dois, nem todos... E é um dos meus focos nesse post

A igreja vs os gays
Já começo com uma decepção, ninguém pode obrigar a igreja a aceitar gays, religião é uma ideologia+crença que pertencente a umas pessoas, logo dentro das ideias dele, se gay não pode, e realmente não pode em suas ideias, eles não tem que inserir...

Ai começa... a ideia de um lindo casamento se passa em uma igreja católica, um vestido de branco e outro de preto, um padre que a gente se pergunta se vai sobreviver até o final da cerimônia (eles são tão velhos...), e a pessoa aguenta de pé 2 horas citando a bíblia enquanto uns cantores desafinados cantam ave maria... Ave maria que desgraça... 
Eu pessoalmente acho casamentos em igreja algo ao contrário de romântico, eu já fui em muitos (eu gosto de bolo), e sempre é a mesma coisa, por eu ser uma pessoa que quer mostrar apoio, mesmo por dentro chutando o tempo que eles vão se aguentar, eu gosto de bolo, eu sempre chego no começo, e sempre fico horrorizada com a decoração das igrejas... Cara, tem um homem sangrando em uma cruz... Ninguém está vendo? Teve uma vez que era tão realístico, que fizeram a expressão realística da dor na cara de jesus, ele ainda olhava para cima como se estivesse na hora pedindo para deus tremer as terras e terminar o filme, aquelas pinturas no telhado de anjos com cara de aff, parece uma cena de guerra, eu fico imaginando uma pessoa buscando conforto em um lugar cheio de figuras sangrando na parede, mas eu fui, várias vezes, eu gosto de bolo, o que eu quero dizer é que não é um lugar que eu considero romântico, algo que eu gostaria de lembrar pelo resto da minha vida aonde eu fiz a grande cerimônia, e eu não entendo essa busca enorme pela igreja, a não ser por motivos religiosos... E ai que está... A igreja católica condena gays... O que vocês querem lá, viados!?

Não é obrigatório casar em igreja, a autoridade que os padres tinham já se acabou a séculos, e o respeito depois de "uns" casos de pedofilia. Eu amo a ideia de casar na frente da praia/lago/mar em um pôr do sol, existem chácaras, lugares verdes, ou casarões em diversos estilos para fazer o ritual.

A igreja segue a bíblia deles, a bíblia deles condena homossexuais, e isso infelizmente acaba aí, a briga de homossexuais tentando ser aceitos em igrejas eu vejo como inútil, tanta coisa para se focar do que nisso, as pessoas deveriam dar menos importância para essas tradições e mais para a experiência em si, não importa o lugar e sim a pessoa! E não se deve obrigar ninguém a fazer algo a força, se eles não querem, isso é o fim. Tem que tolerar de uma certa forma a regra dos outros, desde o momento que elas não invadam nossas vidas, eles não querem na casa deles, não podemos entrar, é assim que rola.
Ah, eu preciso lembrar que religiosos são uns hipócritas com h maiúsculo em 109 línguas diferentes, a bíblia diz para casar virgem, e a mulher pisa na igreja com a xana arrastando no chão e o homem com o saco murcho de tanto dar... Eles condenam tantas coisas que jamais poderiam pisar ali, mas pisam... Mas eles não querem por gays ali, gente... Isso é direito deles... Infelizmente é assim que funciona


Por que se casar?

A importância do casamento para gays, assim como heteros, é a realização de finalmente estar com que ama. A oficialização é algo especial, o orgulho de estar do lado de alguém que você escolheu para enrugar em seus dias de gloria ou perda, e todos souberem que essa é a pessoa. É a mesma coisa em heteros, casamento é um ato de amor, bem... em teoria é, e independente da modalidade sexual oficial de alguém, a pessoa tem necessidade de amar, e essa necessidade é tão humana como respirar, e é um direito humano a busca pela felicidade, gays também deveriam ter. Digo isso porque muita gente hetero acredita que casamento só existe quando pessoas do sexo oposto se juntam, casamento seria homem e mulher, outra coisa não seria na cabeça dessas pessoas, o que é um erro idiota e prepotente. Casamento envolve uma série de coisas amor, fidelidade, compaixão, paciência..., mas não regras sobre sexo. Alias, casamento é apenas 2 pessoas, mais do que isso é safadeza! *bate na mesa 3 vezes*


Segurança

Nem todo casal gay passa por desconfortos, isso rola mais em lugares pobres e ignorantes. Quando a comunidade descobre que fulando é homosexual passam a excluir ou perseguir, a coisa piora quando eles casam, consideram aquilo uma grande abominação, e tratam como, tem gente que se atreve em culpar o casal gay por qualquer desastre que acontecer, como de a existência fosse chamadora de caos e má sorte.
Viver em segurança e paz é um bem que todo ser humano deveria ter, viver com a sensação de peso destrói a saúde emocional de qualquer um. Para mim parece idiota essa situação, como alguém se sente no direito de machucar alguém só por ter um estilo de vida diferente do seu? Imagina para quem está no lado da ponta da faca.
Graças a modernidade muitos casais gays podem ter a sensação de segurança e privacidade, porém é algo incerto, nunca se sabe quem será teu vizinho e como ele irá reagir ao descobrir, e então as consequências de algo que você não fez.

Casais no mundo exterior

Sexo é algo que se deve acontecer dentro do quarto, óbvio, mas quando alguém conservador ver um casal gay se acariciando sem conotação sexual agem como se estivesse os assistindo tendo coito, (é engraçado até).

Creio que não dá para misturar preconceitos, racismo é uma coisa, preconceito baseado em riqueza material é outra, preconceito contra mulher, contra homem, contra crianças, são todos diferentes... Mas algumas coisas soam parecidos, creio que se fosse comparar o que os gays sofrem seria o mesmo que uma mulher em décadas passadas, existem pessoas que aceitam sua existência, porem não aceitam que eles tenham vida sexual, como se fosse nojento a pessoa gay ter parceiros e viver. O gay é meio que obrigado socialmente a ser puro, se caso não automaticamente é um ser sujo e depravado, a pessoa sair de mãos dados ao dar um pequeno selinho já é visto como atrevimento máximo. Basicamente o mesmo que as mulheres sentiam a décadas passadas, que era obrigadas socialmente a agir de uma forma para não ser condenas socialmente. O duro é de onde essas críticas e olhares duros contra os gays saem, na sociedade moderna sexo é quase como beber aguá, as pessoas tem muitos parceiros sexuais, e os trocam sem pensar no assunto, a mulher cristã convencional perde a virgindade antes dos 16 anos, nem ao menos isso acontece com um namorado, é normalmente com algum amigo (ficante) ou algo do tipo. As meninas vão para baladas bebem e beijam qualquer pessoa que veem, os casais... quer dizer, os "conhecidos" trocam caricias com conotação sexual em lugares públicos, com crianças, em pleno shopping. A mulher cristã raiz perde a virgindade escondido, isso é fato, criam desculpas ou mentiras, são puras apenas da boca para fora a quem elas sentem necessidade de mostrar essa mascara social para evitar condenação. As pessoas namoram, casam e separam numa velocidade enorme, antigamente casais se mantinham para evitar condenação social, ou por causa das crianças, hoje em dia o divórcio é algo comum. Na Bíblia o casamento é algo obrigatório a vida toda, mas até mesmo missionarias trocam de marido mais de 2 vezes, tem parceiros sexuais e até mesmo falam de fetiches. Já gay não pode! As mesmas pessoas que estão alargadas ou com a chave de fenda enferrujada de tanto usar se sentem livres e com razão de impedir que os gays façam o mesmo
Olá...?
Olha isso:

1.1 gays se separando

Quando gays se separam as pessoas usam o fato para afirmar a ideia de que casais gays são uma má ideia, dizem que gays não duram os primeiros 5 anos de casamento, por isso cais gays seriam um erro...
Naaaaaaaaãh!
Olha em volta, me diga quantos casamentos de casais de menos de 30 anos que durou mais de 5 anos que você conhece, sem contar as viadas... Uhmmmm....
Vou te explicar o porquê...
Existe uma coisa chamada emocional, e você o constrói na sua fase de crescimento, e o quão forte seu emocional se tornar, melhor pessoa você será. Pais presentes, que conversam, que fazem seus filhos se sentirem parte de suas vidas, da sociedade, de algo maior (como a evolução de algo), bons amigos, boa educação, busca por bom entretenimento, atividade física, saúde alimentar... Tudo isso conta. Essas coisas vão construindo um adulto aos poucos, a infância e a adolescência são apenas a fase beta de um humano... Por isso ninguém considera os menos de 18, você não é uma pessoa... A maior parte de nós não aprende ao certo a manter relações, a gente fica carente, a gente vê brigas, fica sozinho, mas não aprende a conversar, entender e renovar as energias com alguém. O resultado é só olhar em volta, estamos falindo em sociedade, casais por exemplo, eles não conseguem lidar com diferenças, se apaixonam por ilusões, e se separam quando a realidade bate na bunda depois da merda cair sobre as aguá... QUE POÉTICO AS MERDAS QUE EU ESCREVO...
Agora olha os gays, muitos gays são criados na base da negligencia, pais que não os aceitam, logo não tem a maior referência em seus lados, e aí se jogam no mundo e não constroem um bom emocional. Logo adultos a coisa também falha. A culpa não é de ser gay, mas sim da educação falha, que aliás, como eu disse, anda acabando com todos nós.
Casamentos de gays e de pessoas em geral estão acabando antes dos 5 anos... Por esse motivos que eu disse ali em cima!
São fases, okey, a primeira é a inicial, de 5 á 7 anos, depois 10, 15, 30... Nesses tempos sempre se acumulam coisas, se o casal não resolve os peixinhos morrem na praia... Ou no meio do mar afogado nas próprias lagrimas... EU TO MUITO POÉTICA HOJE

Casais e crianças

Tudo muito lindo, muito perfeito, tanto amor, casa feita, vida feita, o rabo sai até faísca de tantas noites de amor... Aí olham e volta diante de tanta paixão e se perguntam... Como destruir isso? Vamos ter filhos!
Existe uma pressão, ou se você quiser chamar de tradição, de que para um casal de considerar feito, que para uns alguéns se chame de família, ou uma pessoa se considere um humano que fez valer sua passagem na terra... É preciso ter filho... Okey, algumas pessoas são apaixonadas por crianças e querem o próprio capeta em miniatura filho, pronto, feliz? Coloquei ai esse ponto.
Gays querer ter filho... E aí a sociedade atual diz não...
...
Por que não?
...
Dois pais, duas mães: Existe uma teoria dizendo que uma criança precisa de uma figura masculina, na qual é autoritária e protetora, e uma feminina, que é amorosa e paciente e que faz bolo, eu gosto de bolo, a minha mãe não faz bolo para mim :c, e quando se tem duas figuras repetidas isso vai acabar com a criança e logo ela vai acabar se suicidando ouvindo Slipknot...
Serio?
...
Naaaãh!
...
Para começar, famílias modernas não tem mais isso, as vezes a mãe é a autoridade que trabalha e o pai fica lá com os filhos arrastando o barrigão de cerveja na pia (já vi para cacete isso), e os filhos estão bem, as vezes o casal é bobo, os dois são amorosos e os filhos estão okey, ou os dois são autoritários, ou alguma variação, e tem também a galera que foi criada pelas tias solteiras, ou pelos avos que só tem a capacidade de conversar por 4 horas e reclamar de dores nas pernas, ou a galera que foi criada pela apenas mãe ou apenas pai, e eu já conheci pessoas super maravilhosas que foram criadas apenas por uma pessoa. Tem gente também que foi criado pelo irmão, ou por alguém que não tem nenhum laço familiar, e que nem se nomeia como pai e mãe e a criança cresceu bem (criada pela dona Marisa ou o Seu Zé, você deve ter conhecido alguém assim). E ainda uma galera crescida em orfanato, criada por freiras assexuais que nunca viram piroca na vida... bem, é o que elas dizem, ou algum ativista que faz amor com maconha, a galera nunca teve contato com imagens de mãe padrão e mãe padrão e crescem okey. O que vai mesmo em conta é que se a pessoa que tem a guarda da criança for responsável, se o lugar que ela crescer for saudável, se ela aprender a lidar com regras e disciplina e etc... A galera conservadora deveria olhar para fora e perceber que o mundo já não gira mais entorno da cabeça acéfalas deles.

Gays tornam o mundo gay: primeiro que nem todo gay age como uma gazela correndo para o sul, alguns não tem o que consideram jeito de viada, e outros são mais que afeminados, que quando tocam em você fica uma mancha de glitter que não sai nem com ácido (sai poc). O jeito dos pais, o como agir, pode gerar um influenciar nas crianças, pais carinhosos e receptivos acabam levando as crianças a agirem assim e acabar criando traços em sua personalidade.... Mas qual o problema de ser afeminado? Se você não gosta, apenas tente não lidar com pessoas assim. Ser afeminado nem sempre está ligado com a sexualidade, tem homens heteros com jeito considerado feminino e que ama mulher, ou uma buceta, enfim... Não tem uma ligação direta.

Sobre tornar crianças gays é uma discussão que sempre gera um debate enorme. Primeiro é que você precisa olhar para dentro, muitos gays foram criados por heteros, alguns deles não tiveram contato com outros gays em seu crescimento, mesmo assim quando viam alguém do mesmo sexo a bunda batia na nuca de tanta "felicidade", como você explica isso? Se só por ter duas pessoas do mesmo sexo te torna gay, todo mundo que foi criando por tias e tios seriam gays, e muitas crianças criadas por gays são heteros, muitos mesmos, se quiser encontrar é fácil pesquisar. O que determina a sexualidade de alguém ainda é uma discussão, tem teorias que isso se forma na barriga, muita gente acha que é na formação na criança... Mesmo assim... Por que ser gay é ruim? A ponto de não querer que aconteçam mais?

Ver duas pessoas se beijando e gerar curiosidade é um debate que vale a pena questionar, se caso você leva isso, não beije na frente do seu filho, se não ele vai se iniciar na vida amorosa muito cedo

Gays e a pedofilia
Okey, isso é algo grave. Ha uma teoria que diz que pessoas abusadas tendem a se tornar gays... E existe uma teoria que diz pessoas que foram abusadas se tornam abusadores.
A primeira, “abuso te torna gay” não acontece, muitas pessoas que foram abusadas são heteros, mas a maioria acaba tendo sua saúde sexual de destruída (ou criam nojo de sexo, medo ou então viram pervertidos e sentem necessidade se ter vários parceiros e não sentir prazer com nenhum), a ligação de "se tornar" gay não existe, mas os danos de uma abuso é melhor discutida por um profissional em psiquiatria, duvidas, procure sempre um.

A coisa de abusados se tornar abusadores foge do assunto mesmo as pessoas querendo colocar aqui... Pois se gays não são causados por abusos, logo não faz sentido querer fazer essa ligação. Não adianta, muitos gays nunca foram tocados na infância, nem para trocar a frauda. Abusados se tornar abusadores (que não tem ligação com os gays), é algo que acontece, pessoas que sofrem abuso podem passar a cometer isso com outras pessoas... E eu não sei dizer o porque
A pedofilia, que não tem ligação com os gays, mas que já teve casos de gays pedófilos, assim como tem de héteros fazendo... Se você pesquisar, existem mais casos de pessoas se dizendo héteros que fazem esse tipo de crime.

Pedofilia é um crime bárbaro, crianças devem ser protegidas, e eu apoio a agressão e a exclusão contra pedófilos... Só que não existe a ligação nenhum com homossexualidade

Casais gays querem adotar, e eles serem um risco com suas crianças não tem ligação com eles serem gays. O risco de uma criança em casas de estranhos é aleatório, é como uma roleta russa. Existem muitos casos de crianças que foram abusadas pelas pessoas que as adotaram, e procure ver quem normalmente é (normalmente é quem se diz pai de família). Para resolver esse problema o concerto do telar deve ser bem presente no processo de adoção, fazer mais visitar surpresas e lavar a criança para um acompanhamento psicológico o tempo todo... E não botar a culpa nos gays

Gays na sociedade

Ai é que está, assim como a igreja não é obrigada a abrir as portar, ninguém é, você não precisa aceitar os gays porque eu estou dizendo, mas você é obrigado a tolerar.

A regra em nossa sociedade é que respeito não é obrigatório, respeito é um bom sentimento que você tem a algo ou uma pessoa, e demonstra isso, mas você é obrigado a tolerar. Você pode achar a merda que quiser, mas não pode querer condenar alguém pelo o que você acredita. Se não quer gays, não convide-os para sua casa, mas você não tem o direito de invadir a casa de ninguém, nem com suas teorias, não pode fazer ninguém se sentir mal pelo que você acredita, e muito menos tentar machucar ou ofender a pessoa.

Não quer gays? Não seja um, simples

Mas você não pode evitar deles na sociedade, porque eles fazem parte disso, muitos gays colaboraram com a sociedade, ser gay em si não (assim como ser hetero não significa nada, só o sexo da pessoa que você se sente atraída), mas a pessoa sim, e ela é gay, e nada pode mudar isso.

A gente já passou da hora de parar de maltratar as pessoas por coisas simples a aprender a conviver, você nunca será obrigado, mas não pode obrigar a ninguém, entenda isso.


Entenda que as coisas serão melhores se você tolerar quem é diferente, e guardar essa energia para coisas realmente erradas
Não existe apenas você e o que você acredita nesse mundo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...