quinta-feira, 20 de abril de 2017

Empresas vs. Hijab



Você acha certo proibir hijab em locais de trabalho?
É isso que a União Europeia fez, agora empresas podem proibir, e isso gerou discussões... E hoje vim trazer os meus pontos




Veja a noticia aqui [link]

Pensa assim, um cristão é proibido de vir com a camiseta de Jesus, crucifixos e etc, ou então não pode usar saia longa, para ter que usar calças como no uniforme, não pode ter o cabelo longo solto, porque a regra do uniforme não deixa, logo a pessoa também não pode parar para rezar durante o trabalho... Isso pode? Por que então não se pode proibir hijab também?

A empresa é um lugar privado, que pertence a uma pessoa, que oferece empregos, na qual o emprego é um contrato, que você tem opção de aceitar ou não. O dono do estabelecimento privado tem direito a criar a organização, o visual interno e então regras de conduta e de vestimenta, criar uniformes e exigir que seus funcionais sigam

E porque uma muçulmana tem mais direito? Porque ela pode ferir o código?
Uma empresa deveria ter direitos de ser neutra? Ou ele tem que aceitar as manias dos funcionários
como se emprego fosse um favor?
Proibir o usa de símbolo político, religioso e filosófico, isso é uma discriminação ou um direito da empresa de moldar seu interior, e logo a sua imagem? Você é obrigado a trabalhar ali?

Como eu disse, lugares privados são diferentes de lugares públicos, lugares privados pertence a alguém
Você aceitar que não poderá impor sua religião e escolhas pessoais em todos os lugares é uma questão de responsabilidade, as pessoas não tem que abraçar sua escolha e achar lindo o que você está fazendo, muito menos quebrar regras. Eles não estão te proibindo de ser seguidor de religião, mas sim de demonstrar visualmente e adorar publicamente em um lugar formal que não pertence a você, deixa de ser criança e aceita

Eles podem proibir alguém de mostrar uma tatuagem, mas não de colocar um pano sobre a cabeça... Tatuagem não sai, o pano você coloca depois
A sim, vamos lembrar o pais de aonde essas pessoas vieram, lá mulher não tem direito a nada, apenas ficar calada, e se você vai lá é obrigado a se enquadra a ideias, não importa se seja um lugar público, se não pode até morrer em praça pública... E aí eles saem desses países, porque essas regras destroem tudo, transformam tudo em um coco fedido, e vem para o ocidente, fugir do que causam... Para qualquer a mesma merda!? Ah, me poupa, nos poupa, se poupa também, olha como eles tratam as mulheres lá:
[link]


Eu acredito que religião fica em casa e em igreja, não me sinto confortável de ver crucifixos em lugares públicos, e também não vou gostar de ver outros símbolos, então... para mim e Europa está certa, um pouco tarde para começar a reagir, mas precisam antes que aquilo vire uma nova merda... E se caso... para onde vocês vão fugir dessa vez?

...

Eu penso que é crime você demitir, maltratar ou impedir alguém por causa de suas crenças, mas isso é sobre roupas e expressar visualmente em lugares privados e formais, para mim é totalmente diferente 


8 comentários:

  1. Nossa Cecy(isso tem nada a ver com a postagem) Eu conheci seu blog ano passado e sempre gostei dos assuntos dessas pessoas que adoram usar photoshop, mas eu esqueci o nome do seu site e pesquisando por 1 hora ontem, eu finalmente achei :), gosto do seu jeito de escrever as postagens e da sua opinião, seus posts são engraçados demais(ainda mais o do seu pesadelo da Xuxa), enfim, vi seu site inteiro dnv 😂, continue assim Cecy :3 mil beijos 💜

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain, obrigada <3
      Sempre fico feliz quando alguém fala isso
      Um beijo na sua bunda palida

      Excluir
  2. Eu concordo com você, não sigo nenhuma religião nem adoro/acredito em Deus e me sinto muito desconfortável quando vou em um restaurante ou lanchonete e tem um crucifixo bem na minha cara com um Jesus malhado, usando uma coroa de espinhos, coberto de gotas de sangue triste e cabisbaixo (me faz sentir culpada de estar comendo um x-burguer), mas entendo o porque das mulheres sentirem que estão sofrendo preconceito;

    Assim... a Europa sempre foi vista como 'um novo lar' para pessoas de 3° mundo que vivem em países envolvidos em guerras, primeiro por "ser perto" e segundo, porque pensam que já que são cidadãos de 1° mundo serão educados e generosos com os refugiados, mas na verdade eles não são assim; Eles são rudes com imigrantes E turistas, além de acharem que são melhores do que os outros, agora adicionando o fator medo o modo mesquinho de agir deles só piora. Não posso tirar a razão deles de sentirem medo ou desconfiar de qualquer pessoa que não adeptas á sua religião ou crença (pelo o que está acontecendo), mas a meu ver essa nova lei discrimina sim, até porque ela só foi posta em discussão agora sendo que há décadas refugiados fogem para lá.

    Mas novamente concordo com você. Tem uma menina católica na minha sala que disse que sempre que vai a uma igreja evangélica tira o colar com crucifixo que ela sempre usa, porque sabe que os evangélicos não gostam dessas coisas e por que sabe que a religião dela 'está nela' e não em um colar de R$ 20,00.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tinha dito em uma postagem antiga que apoio a entrada de refugiados, desde que seja com vigia, e sempre colocando os reais nativos em preferencia, acontece que em alguns lugares, periferias que se encheram de refugiados, se tornaram um moderno islã, aonde as mulheres não se sentem bem a sair na rua, por causa do machismo da cultura muçulmana... Entende? Uma mulher que nasceu livre, agora com medo, porque pessoas de fora estão impondo algo que deu merda em seus países
      E para mim o hijab é um simbolo disso, a mulher não tem escolha, se não será apedrejada, tudo por causa de um pano
      E eu prefiro que a nossa sociedade reaja, não aceite essa cultura que é menos que medieval e completamente machista estragando ainda mais o nosso mundo
      Mas ao mesmo tempo eu vejo o seu lado, e você está totalmente certa, eu soei rude nesse postagem, se as meninas não podem tirar o pano, elas não vão trabalhar e com isso ficar presa em casa, piorando a situação, e mantendo elas fechadas, e isso apoia o preconceito, dando uma brexa para empresas privadas usarem isso como desculpa para rejeitarem pessoas de fora... Mas eu tenho receio do mundo do islã invadir o nosso, eu não apoio a Sharia e nem a cultura real machista, e sempre vou ser contra um pano que pode matar uma menina por não usar, e prefiro que as pessoas se posicionem do que apenas aceitar qualquer coisa por pena
      mas entendo o seu ponto, você está certa... mas é que eu... Entende?

      Excluir
    2. Oi Cecy, eu te entendo sim.. Acho que não consegui ser muito clara (as pessoas dizem que eu sou arrogantes até na escrita, mas é sem querer). Eu também tenho medo dessa cultura vir para cá, o Brasil é tão sussetivel... Minha cidade é a número um em imigrantes mulçumanos, desde pequena me acostumei em ver as mulheres vestidas assim.. Bom, aqui elas são ricas e passam o dia inteiro indo em Shoppings e Salões de Beleza...
      Mas de uns anos pra cá eu comecei a ouvir histórias de preconceito de brasileiros contra eles, e pior, casos de pais que mesmo vindo para cá com o medo da violência de lá são super agressivos com suas filhas, eu queria saber o que aconteceu.

      Excluir
    3. tudo bem, você não foi soou arrogante em nenhum momento heheh

      As pessoas tem medo, normal, qualquer pessoa teria medo, a historia é obscura, mesmo que a nossa também seja

      Excluir
  3. Eu estava pensando se comentava ou não, esse tipo coisa é o que mais me dá ira. No Brasil estavam ou já criam uma lei que permite essas mulheres de poderem tira fotos com o hijab para documentos. Já que muitas delas sentiam vergonha das pessoas verem sua cabeça desnuda.

    Eu acho isso completamente ridiculo e fora do limite. Existe um motivo creio para que não posso nem ter cabelo na cara, muito menos esse pano. Estavam criando uma lei para Islafobia e agora a lei de imigração.

    Eu devo parece a pessoa mais preconceituosa do mundo, mas existe coisa que não merecem respeito. Acredito que existam pessoas boas ali, mas eu não respeito essa crença. Para mim não é discriminação, isso é igualdade, essas mulheres crendo ou não.

    Querem coloca sua religião acima de tudo, vão para um lugar que tem sua benevolente Lei Sharia. Nem vai precisa chora que tem que tira o pano para tira foto de motorista, poque nem dirigi vão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é ódio a pessoas, e sim rejeição a crenças
      pessoas merecem respeito, mas crenças não, pessoas não são suas crenças, elas escolhem ou empoem a elas
      é que enfiam guela abaixo que não se pode rejeitar crenças, pois machuca pessoas, não... isso machuca ego de algumas pessoas, ou expõe elas a questionamentos que suas crenças não podem responder, ou a resposta é ruim

      Excluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...