quarta-feira, 7 de junho de 2017

Reclame aqui é duvidoso?

Vocês todas conhecem esse site, que é o maior site que recebe, pública e serve como ponte entre consumidor e vendedor do Brasil. Todo mundo se rasga de elogios com a iniciativa... Quer dizer... Nem todo mundo...

Esse post começou quando eu ia comprar coturno (sempre quis ter um, esse será meu primeiro), e aí fui buscar a reputação da empresa no do Reclame Aqui, ato que é mais comum atualmente, na verdade é recomendado fazer antes de se arriscar comprar em um site. A tal empresa tinha uma boa reputação... Mas para minha surpresa havia reclamações negativas sobre a empresa, mas não ela em si, mas sim sobre um produto que eles vendem...



A marca de sapato é a MoonCity, que faz uns sapatos bonitinhos, porém é só demorar uns minutinhos descendo qualquer página com seu nome, que olha lá, diversas reclamações contra, e o que sela as reclamações como solidas: é que todas elas são em volta da mesma coisa, sola que racha, descostura, descola... Todo mundo tendo os mesmos problemas, dos produtos da mesma empresa, mesmo em modelos diferentes.
Eu voltei para pagina, e fiquei namorado o coturno, me despedindo desse sonho (estava tão barato).
O que aconteceu? Eu nunca comprei nenhum produto deles, nunca cheguei perto ou conheço ninguém que tenha algum produto deles, ou seja, no mundo real, eu nunca toquei ou vi um sapato da MoonCity pessoalmente, mas eu acabei de pré-julgar a empresa toda, e então um produto, e fui de possível cliente e quase um hater, em questão de minutos, lendo centenas de reclamações.
Isso é justo? É justo você nunca ter contato com um produto, e julga-lo através do ponto de vista de pessoas que você não conhece?
E essa questão é uma das maiores contra o site Reclame Aqui



O consumidor agora é patrão
Antes desse tipo de iniciativa, comprar coisas novas é como dar um tiro no escuro, sem saber aonde a arma está apontada, pode estar sobre a sua cabeça, a sua comprar pode ser uma armadilha que lhe causara enorme dor de cabeça. Os únicos feedbacks possíveis eram as próprias propagandas, que eram editadas de um modo que fizesse tal maca parecer um anjo que está dando coisas praticamente de graça, e pessoas em volta, que nem sempre tem a experiência que você poderá ter.
Com o avanço da internet, novas ideias, e então o mundo social migrar para a vida virtual, as coisas mudaram, pessoas de longe podem conversar e logo trocar experiências, que servem como alerta. As coisas se espalham, informações, sendo verdadeiras ou não.
O reclame aqui é exemplo disso, você tem uma previa do que poderia acontecer com você se arriscasse fechar negócio com uma empresa, apenas se baseando na experiência de um estranho. A reputação da empresa não é mais moldada por ela mesma, e por propagandas, mas sim pelo que os consumidores dizem. Quando uma empresa começa a pisar muito na bola, ela conquista uma imagem negativa, que se espalha, e faz com que o número de novos e velhos clientes sumam, criticas apareçam e logo a empresa é obrigada a fazer alguma coisa, antes que se afogue na amargura.
A empresa pode ignorar, ou tentar virar o jogo, dizendo que estão difamando a imagem da empresa, mas o feedback vai ficar lá protegido, a voz das pessoas ganhou um peso enorme, ainda mais quando pesquisar antes de comprar se tornou um “beber agua antes de comer”.



Claro que não é garantia de nada. Sempre vai ser necessário ovelhas curiosas pisarem em terreno desconhecido, serem predadas por lobos, e aí aquele tempo para as ovelhas reagirem e então a fofoca de que ali não é seguro vir à tona, ou seja, sempre vai precisar de alguém cair e gritar para que as pessoas tomem cuidado, até lá a empresa vai lucrar um tanto. Ou então graças a monopólios, você pode reclamar, fazer protestos, e até processar, mas não vai derrubar o gigante, o maior exemplo disso são as empresas de telefonia e as empresas que mechem com carne (quer papelão?), porque são basicamente uma empresa enorme por traz de tudo (Anatel ou JBS), que são protegidas por um governo corrupto, que ajudam empresas em volta a dançar com o dinheiro das pessoas, de uma forma injusta e imutável.
A Vivo tem a imagem mega suja, não tem? Porque merece, e adivinha... Se você deixar a Vivo vai ter a Tim, por exemplo, que adivinha só, está suja também, então a Claro... Ou a Oi? Todas elas amigas da Anatel, que tecnicamente deveria nos proteger, mas está protegendo essas empresas...

Mas mesmo assim, sujar a imagem da empresa, e mostrar para elas que os consumidores não se conformam, ou que querem derruba-las, já é algo...
Então Reclame Aqui é tudo de bom?
Vamos ver por outro ângulo


Há injustiça contra gigantes?
O outro lado está empresas, que tem de lidar com diversas reclamações como podem. E aí vem a reclamações das empresas contra o tipo de plataforma do Reclame Aqui, que faz até sentido de um
certo ângulo.
Qualquer um pode fazer uma reclamação, mesmo sem motivo: Acontece que existem muitas pessoas mal intencionadas no meio das ovelhas pastando, pessoas que querem aplicar algum golpe, conseguir dinheiro de reembolso e indenizações por produtos que não apresentaram falhas, ou que de fato nem se quer obtiveram. Acontece que você não precisa apresentar o produto, provar que de fato você foi um cliente, você apenas alega que o tem, provar ou não fica para depois. Qualquer reclamação postada é automaticamente no ar, sem pre-julgamento, ou revisão de fatos, e nem dos motivos, eu posso entrar e dizer que quero reclamar contra empresa X, pois o céu está vermelho, que logo minha reclamação estará lá em público, e números negativos serão contados.
Isso abre também porta para haters, pessoas criando situações, dizendo serem injuriadas, porem o real motivo é outro, como por exemplo, a empresas ter se posicionado publicamente sobre algum nuance social, ser a favor ou contra casamento gay, e então pessoas quererem que a empresa caia, criando falsos feedback negativos.  
Porém em resposta disso é o próprio sistema do Reclame Aqui, que dá total direto de resposta e avaliação de uma empresa, que poderá investigar e então pedir para que tal denuncia saia do ar se caso for injusta. A denúncia só é concretizada quando fechada, até lá dá tempo da empresa se mover. Porém nesse meio tempo a reclamação estará visível para todos.
E as reclamações ficam organizadas.


A empresa fica com a imagem suja publicamente: Isso foi uma das maiores reclamações, isso porque tem empresas que acreditam que a insatisfação pessoal de alguém deve ser privada e fora dos olhos púbicos, de uma forma que não dificulte negócios futuros de uma tal empresa. Esses empresários se baseiam em que nem todo mundo terá a mesma experiência, logo a injustiça de deixar livre pessoas de pre-julgar através de experiência alheira.
Em resposta disso tem o fato que ambas as partes podem se explicar e se expressar sobre um problema, a empresa tem a chance de se desculpar ou responder uma acusação. O tal problema fica claro, e é organizado por tags, e então a questão de pre-julgar fica por direito da pessoa, e ela poderá se basear no que vê ou não. Acontece que existem problemas que se batem, como a sola de sapato que racha ao meio com apenas 5 vezes de uso, várias pessoas tiveram o mesmo problema, como não dizer que isso é apenas um problema de experiência pessoal de apenas uma pessoa?
Ter a imagem suja move pessoas, e empresas, porque pessoas e empresas que lidam do público precisam dele, e precisam agrada-los, logo isso é necessário para o bem do público, e o sistema da chance aos dois lados de defenderem seus direitos.
E isso entra na questão de liberdade de expressão pessoal e a liberdade de fazer denuncia, liberdade de ouvir e dar razão a outras pessoas.



Pessoas as vezes reclamam de coisas em momentos de raiva: Sim, as vezes você tinha grande expectativas, gastou um dinheiro, que não precisa ser alto, mas que toma parte de seus ganhos, e o produto falha, e você fica indignado. Mil e um sentimento, constrangimento, se sentir enganado, usando, roubado vem à tona, a pessoa se enche de raiva e faz uma reclamação pesada, destruindo a empresa aos olhos do público.
A coisa se torna uma vingando, sendo que deveria ser uma justiça.
Sim, isso é um problema, mas é umas consequências de abrir uma empresa, ter uma imagem pública, e viver no meio da liberdade de expressão, ora essa.


Pessoas podem ser levadas ao erro ou a preconceito errado em relação a uma empresa: Sim, pessoas podem deixar de comprar um produto bom, apenas por causa de reclamações alheira. Até porque o site é RECLAME AQUI, e não ELOGIE AQUI. Acontece que se tornou senso comum pesquisar coisas negativas de uma empresa antes de dar uma chance a um produto, meio que se guiando através de merda pública, e então a empresa perde números por causa disso.
Eu creio que se você não der muitos motivos isso não será problema
Mas então empresas pequenas começaram a reagir, pois por causa de uma reclamação se quer, a empresa perdeu números, e nisso entra o último tópico.


Uma imagem para sempre manchada por causa de alguns erros: Pesquisa no Google, uma empresa que não tem muitos clientes, que está começando, e apenas tem um site ou pagina, e então a página do reclame aqui aparece nos primeiros resultados. Isso porque a questão de não ter outras pessoas falando, apenas alguém no reclame aqui, faz o Google colocar a pagina do Reclame em primeiro lugar, e conforme o tempo, até antes da página da empresa pessoal. Pode ser apenas uma reclamação se quer, mas por ter citado o nome da empresa, vai aparecer. E isso foi a forca de muitas empresas.
* Por isso empresas novas compram falsas revisões de blogueiras, para ter mais resultados quando alguém pesquisar no Google, mas há empresas que não porem, por falta de recursos para publicidade, e terão para sempre a imagem machada por causa de um pequeno erro, e então afastando futuros clientes.
E aí?
Esse problema foi corrigido! Agora os números são arquivados a cada 6 meses ou um ano, ou seja, reclamações antigas saem do ar e são arquivadas, isso dá chance a empresa de limpar o nome e seguir em frente... Ou então chances de continuar metendo o louco... Pois de 100.000 reclamações reais, que algumas empresas, como a Vivo, conseguem conquistar, vai aparecer apenas as últimas 16.000 mais recentes.
Eu acho que um sinal de mudança e de que aquilo foi deixado para traz, é a pessoa nunca mais cometer aquele erro, se ela continua fazendo, ou então faz coisas duvidosas, é porque ela está brincando com o público, ou não enxerga as consequências. Então esconder isso eu vejo como um crime contra o consumidor, tirando o direito dele saber o que está havendo, ou dos riscos que pode ter se caso confiar em tal empresa.



A coisa é, vender e comprar é como fechar um negócio, é um contrato de no mínimo duas partes, e ambas têm direitos. Se sua empresa tem uma imagem pública, ela deve zelar por ela, e trabalhar por ela, as coisas não devem ser flores. Veja pelo lado bom, esses riscos, dificuldades e dar o outro lado uma voz, faz com que empresas soem e tomem mais cuidado em cada venda, que passem a prezar por cada pessoa, pois uma delas podem acabar com a empresa. Nisso clientes passaram de números e estatísticas para pessoas com voz, que constroem, que são bases de uma empresa. Se dançar, vai cair.
Se a empresa for cuidadosa, se tiver bons funcionários, com uma boa saúde emocional, que saibam responder os clientes, anotar reclamações, enviar para a equipe, e esta fazer seu trabalho de mudança, logo não haverá riscos de se afogar. Empresas as vezes precisa perder números para sentir que seus métodos devem ser moldados.
Mas parece que empresários querem apenas lucras, que não aprendem, apenas olham para números, seguindo as linhas, querendo que elas subam, e não olham o motivo para quando elas descem...
Se você não preza por quem é tua base, você não merece ela, apenas merece cair.

Logo eu chego na conclusão de que o site Reclame aqui é útil e necessário. Sim, há falhas e brechas que devem ser corrigidas, mas o site deve continuar.
...
Digo isso porque li várias postagens e comentários de empresários querendo se reunir para derrubar o site!
Esse post também pode ser uma resposta a criticas contra o Reclame Aqui ou sites do mesmo estilo
...



E aproveitado o momento para agradecer minhas bases, que continuam aqui, mesmo depois de muito tempo, nós somos o reclame aqui do bar da favela </3 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...