sexta-feira, 30 de junho de 2017

Um poema meu + livro que eu prometi

Lembra que eu falei sobre fazer musicas, e ai eu também disse que iria mandar um livro free pra vocês, vim falar sobre essas coisas




Eu já escrevi varias letras, pensando em por em musicas
A que eu vou postar aqui, foi um poema que eu escrevi pra um concurso...
Aqui está:


"Eu não sei aonde ele está

Eu não poderia te informar

Creio que ninguém poderá
Ninguém ao certo saberá
Todos o viram tomar decisões
Todas as palavras se transformaram em feições
O silêncio o protegeu de julgamentos
Ninguém dizia sobre o que não tem conhecimento
Ele simplesmente partiu
Eu só sei que ele sumiu
Creio que ficou perdido no oceano
Condenado a andar mancando
Suas lagrimas traiçoeiras
O inundou de tal maneira
Ele já não pode mais enxergar
Feridas que não podem sarar
Uma busca sem sentido
Um trauma maldito
E algo que ele não pode procurar
Algo que ele nunca vai encontrar
Eu realmente não sei aonde ele está
E eu não deveria te informar"

- Eu mesma, Cecy




Então...

Um belo dia apareceu um concurso no meu e-mail, para participar de um livro, que posteriormente aceitou diversos poemas de vários escritores amadores ou não, e quando eu vi, me deu algo de querer participar
Ai eu abri meu caderno de composições, e apareceu tudo aquelas coisas deprimidas, obscuras e profundas que eu escrevo... Ai eu falei, nadinha vai dar para ir
E ai eu pensei... Okey, outra coisa então, peguei um lápis e um papel que já estava meio rabiscado de coisas aleatórias que eu escrevo e fiquei esperando

Depois eu repassei para um papel, tentando corrigir os erros, vocês sabem, eu sou uma analfabeta funcional hehehhe

Então, o protagonista desse poema é uma pessoa quebrada, que se perdeu nas próprias consequências, e ai saiu por ai, de um modo figurativo, rastejando em si mesmo, até ficar em silencio num modo que ninguém mais percebesse vida ali, como se ele tivesse desaparecido... Figuradamente falando... Quando pergunta "aonde ele está", é no sentido de a pessoa que ele é/era, e tudo que restou meio que um zumbi deprimido

Como maior parte das coisas do tipo, isso surgiu rapidamente, eu mandei isso menos de 30 min do recebimento da oportunidade, e lá, enviei na hora... e fiquei uns dois dias nervosa achando que talvez eu deveria ter trabalhado melhor em alguma coisa... Mas isso fluiu, apareceu, nasceu, e eu sempre gosto das coisas assim, naturais, mas... Nem todo mundo gosta... Tem gente que gosta de coisas mais trabalhadas, ou... Industriais... Não sei dizer... As coisas que eu faço é tudo muito orgânico, vai surgindo na minha cabeça, eu vou escrevendo, eu vou tentando passar o mais próximo do que eu estou sentindo pensando... Com um leve filtro contra besteiras... Pois eu tenho a mente muito suja heheheh... Nas minhas letras eu não filtro nadinha rsrsrs hhheheheheh

Mas é, foi aceito, o meu poema foi aceito, e está junto com outras centenas de poemas em uma coleção de livros
(link) o nome do livro que contem a coleção de poemas é o "Além da Terra, Além do Céu – Antologia de Poesia Brasileira Contemporânea – Vol II"


...


Então, esse é meu estilo, eu escrevo demais do tipo, dificilmente eu finalizo, mas eu tenho muito o desejo de fazer isso profissionalmente... com musica, a muito tempo, mas eu nunca lutei por isso, porque meu medo de falhar é grande, além de eu considerar o que eu faço nada "pop", e logicamente o caminho seria bem solido, e bem trabalhoso...
Não em questão de flop, mas de eu não fazer algo que eu espero, e eu tenho muitas expectativas sobre isso, e eu prefiro não me decepcionar... Me machucar de novo (Não gosto de falhar comigo mesma, e olha que não é nenhuma novidade, masss...)
 And... a área de musica que eu desejo... Tem a maior concentração de chatos, detalhistas e emotivos que eu conheço... E tipo, eu vejo muita gente fazendo algo legal e sendo ignorado ou então detonado por não alcançar alguma marca... E... QUEM SOU EU?

E ai nesse ano eu tinha tido a ideia de tentar... e como sempre... deixei para depois
XD

Fazer aos poucos, né, estudar um pouquinho, me afirmar, me conhecer, e ai tentar juntar uma pequena galera...

...


Só de curiosidade, eu queira fazer algo como o som da Tarja Turunen ou a Pat Benatar, duas pessoas que eu considero a perfeição
E eu só sou um gatinho molhado em cima do muro cantando para a lua... heheheh

...


Sobre o livro...
Eu tenho uma bela mania de deixar as coisas para depois, ou nunca terminar
É assim...
A ideia surge dentro de mim, e eu fico eufórica com uma necessidade enorme de por para fora, ai vai lá, eu sempre faço essas coisas rapidamente, foi assim que surgiu o livro e vários outras... Mas eu nunca termino... Me dá um bloqueio enorme...

Mas eu vou terminar, mesmo que só 2 de vocês leiam, eu quero que alguém veja a merda que eu criei depois de um pesadelo bizarro heheheh
...


Então... Aguardem... hehehehhe

6 comentários:

  1. (morrendo com o gif 😂)

    Eu acho que voce devia tentar mesmo porque a gente nunca sabe o que pode acontecer, as vezes algum projeto muito bom fica pra sempre esperando ver a luz do dia e as vezes acaba que nem vai pra frente, por isso tem que arriscar (eu ja perdi a conta de quantas vezes eu deixei "pra semana que vem" e depois do resultado, vi que eu podia ter ido longe se tivesse arriscado)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo que envolve sentimento para mim... eu faço isso, eu amarelo... sou muito vaca da vida :'(

      Excluir
  2. Gostei do poema, qnd eu li veio Deus na minha cabeça. não uma imagem, só a palavra '' Deus '' eu vim parar aqui na sua postagem sobre o Syko Sam, curto muito horrorcore, não aqueles brutais.. curto Antraz, O Fantasma. um estilo mais gotico do que um mais assassino, não que o assassino seja ruim, também é legal. se puder trazer mais postagens sobre horrorcore eu ficaria grato !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. também curto esses tipos de historia, por mais que eu tenha agonia de ver pessoa se fudendo legal gratuitamente >.< heheheh
      quando eu tiver tempo eu dou uma procurada e trago algo, obrigada pela dica :#

      Excluir
  3. Gostei do poema, sua letra parece letra de criança Cecy *U*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fiz um poema pra você, se quiser, te envio se tiver com curiosidade, fiz faz tempo, mas pelo jeito é muito atual (por causa da sua eterna situação T.T )

      COMO ASSIM? HEHEHEH minha letra é pior, ali ta forçadinha pra ser bonitinha, para dar para ler...

      Excluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...