segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Respeito não é obrigatorio (você não pode ameaçar a ninguem a te dar)


Eu critico pessoas que ameaçam e até machucam os outros para ter "respeito", e como isso não é certo, e nem funciona, já que respeito não é um cartãozinho bonitinho que se dá de presente em ocasiões obrigatórias

O que me inspirou não foi só essa pessoa, mas também a onda enorme de agressão que anda rolando, pessoas querendo não apenas serem ouvidas, mas também que suas ideias sejam respeitadas e engolidas a força, e ai partem para ameaça e agressões... É impossível conquistar respeito assim
...





...

A sim, olha meu cílio postiço que quebrou no olho e eu nem percebi:
O negocio tava caindo já... mas também, 4 reias por 5 pares, o que esperar? (Ou eu que não sei colocar... hehehhe)



________________________________________




Meu livro ->
Físico ->
Youtube ->

39 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já apaguei hehhehehe, não precisa esperar tanto, eu vejo os comentários por e-mail, so n respondo na hora pq n tem app pra blogger bom para celular como tem do Youtube, ai fica difícil pra responder (pq tem que ligar o notebook e tal), ai eu demoro, s´´o respondo quando sento em casa na frente do meu note

      Mano, pior coisa é conviver com gente com ideia extremista, eu sei bem disso, o pessoal parece que n vive os ideias para si, e sim para ficar cutucando a quem não segue, parece que dá prazer hehhehe

      Mano, que família doida essa a sua hem

      Excluir
    2. quanto mais se grita com alguém, mais a pessoa se afasta, e logo encontra o outro lado e uma razão para não seguir o que estavam gritando, mas como explicar para essas pessoas???

      Excluir
  2. Discordo totalmente do texto, respeito não se conquista, respeito é obrigatório. Você pode não gostar de alguém, mas deve respeita-lo. Uma coisa que eu acho engraçado no ser humano é o fato de todo mundo querer ser ouvido e respeitado mas nunca estar disposto a fazer o mesmo a outrem. Triste realidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VOCÊ VIU O VIDEO? Mano, não dá pra obrigar respeito, porque é um sentimento, não confunda SENTIR respeito, com TER tolerância
      Eu não respeito todo mundo não, eu não respeito nazista, não respeito religiosos extremistas, não respeito comunistas, e essas porras, nem todas ideias merecem respeito não, e me sinto no direito de julgar, e não importa a pessoa que diga isso, é minha liberdade de sentir e permitir coisas no meu espaço

      Não venha com lição de moral não bebe, porque ou você ta perdida, ou é uma que vive na sensibilidade de "ninguém pode não gostar"

      Excluir
  3. Suas proposições são contraditórioas, mas, você não acha que a "voluntáriedade" do respeito seria utilizado por arrogantes como um pretexto para desrespeitar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não são contraditórias, você tem que ver o sentido que a palavra respeito está... respeito no sentido de espaço é uma coisa, e isso eu e qualquer um defende... agora respeito NO SENTIDO DE SENTIMENTO é uma outra coisa bem diferente
      Respeito nesse sentido é o mesmo que as pessoas sentem por heróis, tipo, aquela sensação boa, ou então o que filhos sentem a bons pais, ou por um ato na qual traz beneficiários ou leva a questionamentos e por ai vai... AND Não dá pra forçar isso, eu não posso respeitar um país na qual as leis não funcionam, não posso respeitar ideologias na qual machucam e censuram outras pessoas e etc... é nesse sentido, até porque sentimentos não se forçam, é algo natural, uma consequência.

      Você não acha que a "voluntáriedade" do respeito seria utilizado por arrogantes como um pretexto para desrespeitar?
      Isso cai em uma outra coisa...
      Vivemos em uma sociedade bem diversificada em opiniões, costumes e morais... Morais... nem todos de nós temos os mesmas morais, nem todo mundo sente respeito pela mesma coisa... e ai nem é uma questão de "respeito por espaço", e sim o que a pessoa sente...
      Quem tem morais ateitas (que costumam ter) não sente respeito pelas barbaridades da religião
      Quem tem morais conservadoras não tem respeito por varias coisas, até por saias curtas
      Isso ser certo ou errado é um outro assunto, mas o que a pessoa sente... é uma coisa, independente de ser certo ou errado em sua moralidade

      A coisa é... ela pode não sentir respeito, mas ela TEM QUE SER TOLERANTE, e ai vem o sentido de "respeito" em questão de espaço, que eu prefiro deixar isso a palavra tolerar, que evita essa confusão...
      Você sentir algo ou não, não é desculpa para intolerância, sabe, eu não respeitar a ideia de quem compra animais, não me dá o pretexto para entrar numa casa e tomar um filhote comprado de alguém
      A pessoa não se sentir bem em relação ao uso da saia curta, por exemplo, não dá direito a ela a tirar ou obrigar os outros a não usar, ou ir até alguém e machucar ela, seja verbalmente ou fisicamente, os outros tem seu direito de liberdade... mas ela tem o direito dela de se sentir bem com a ideia ou não...

      Eu entendo muito bem a sua pergunta, é um questionamento até inteligente, mas está baseado em coisas erradas... Não são os mesmos sentidos de respeito...
      Sentir respeito é uma coisa
      Respeitar espaço é outra
      Tolerância e intolerância são outras

      Não precisa levar apenas essa resposta como guia, leia outro vários sites que falam sobre esses sentidos que você entenderá
      A língua portuguesa abre varias brechas para palavras iguais, mas que ficam diferentes em CONTEXTOS diferentes

      - A coisa do meu video é: Você não pode obrigar alguém a ter um bom sentimento por você ou ao que você faz, nem por hipocrisia, e nem por agressão... não se força sentimento

      Excluir
    2. Hum... Ainda assim cheio de paradoxos suas proposições. Você tem a cosmovisão de que intolerância é algo negativo (foi o que deu pra entender no decorrer da sua tese), mas entenda algo. Quando um indivíduo toma um posicionamento de intolerância com respeito a atos maus, ele estaria certo ou errado?
      Certo, podemos criar uma alusão com o amor.
      O Amor é intolerante ao sofrimento.
      Gostaria muito de expressar a minha visão a respeito do respeito ser ou não ser obrigatório. Mas não concordo com muitas afirmações feitas por você, tem muitos paradoxos.
      Mas ainda assim meu posicionamento não é claro pra mim mesmo, ainda estou articulando ele. Mas de acordo com muita coisa que você já disse, consigo notar não só a diferença absurda das cosmovisões distintas, como alegações diferentes e contraditórias.
      Por exemplo, você declara que não se pode forçar o sentimento de respeito.
      Deixe-me fazer outra analogia.
      Existe pessoas que se casam, e mesmo após terem se casado, o marido ou a esposa não se sentem casados. Mas o que seria o sentimento de casado? Poderia ser algo subjetivo que eles mesmos não conseguem esclarecer.
      Mesmo eles não tendo esse sentimento, eles estão ou não estão casados?
      Assim, mesma a pessoa não "sentindo" respeito por outra pessoa, ela deveria respeitar? ( Lembre-se no questionamento não se fala no respeito das atitudes da pessoa, mas dou ênfase à pessoa )
      Se eu não "sinto" respeito pela minha mãe, então eu não devo respeitá-la?

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Mesmo que sua resposta seja, "não, ele não é obrigado, mas deve tolera-la", isso também leva a uma série de contradições.

      Excluir
    5. Isso acontece pelo fato de que sua tese está baseada em primicias inválidas, nisso, ele acaba ficando cheio de furos nas alegações.

      Excluir
    6. Não cara...
      ...
      Cara... Isso ai entra em uma questão de contexto, que é ai a confusão que você está fazendo...
      ...
      To falando de respeito em relação a escolhas pessoais e a sentimentos sobre pessoas, e vc ja chegou metendo outras situações
      Ninguém é obrigado a tolerar odio vindo pra cima de si, é uma questão de auto-proteção, por exemplo... Diferente de você ter que lidar e tolerar com os ideias das outras pessoas, que é algo que cabe apenas as elas... É ter que aceitar elas virem ate você e te fazer engolir... Ninguém tem que tolerar alguem invadindo seu espaço pessoal...
      ...
      Contexto... Fixa isso, se não essa conversa nunca vai ficar claro para você
      Você não usa biquini dentro de uma empresa
      Amor de mãe é diferente de amor de namorados
      Dizer "não" é bom, mas não em todos os momentos, as vezes você tem que dizer sim
      A gente tolera as escolhas pessoais das pessoas, como escolher seguir uma ideia, religião ou estilo... Mas isso não cabe quando elas querem impor a você
      - essa obrigação a tolerar ideias é pelo bem da sociedade, as pessoas tem que lidar com divergências, ainda mais nesse momento que as culturas estão tão misturadas
      E ai entra a coisa do respeito... Não sou obrigada a ter bons sentimentos pelas escolhas dos outros
      ...
      Contexto
      ...
      Enfiar coisas guela baixo... Isso é desrespeito, ué, ta invadindo o espaço das outras pessoas
      ...
      Leve isso pra sua vida, amigo... Contexto de momentos e situação
      Contexto das palavras...
      Se eu não deixei isso claro, peço desculpas... Mas eu pensava que nossa discussão estava em volta de sentimentos sobre pessoas e escolhas pessoais...

      Excluir
    7. Se você usar o sentido x pra aplicar nas situações y... Vai dar esse erro mesmo

      Excluir
    8. Ok, após ler novamente tudo que você escreveu e o vídeo também, vamos fingir que eu não sei de nada sobre o respeito.
      Quero que você me dê uma resposta clara, coerente e objetiva.
      Em qual sentido o respeito é obrigatório?
      Em qual sentido o respeito não é obrigatório?

      Após sua resposta, a gente vê se tem erros ou não tem.

      Excluir
    9. Vamos fingir começar do zero toda a discussão, só assim vou dizer meu posicionamento pra você entender como o respeito é obrigatório em todos os sentidos. Ok?
      Fico feliz por sua resposta. =)

      Excluir
    10. Respeito em sentido de sentir, sentimento, de "eu respeito você/respeito o que te move/respeito sua luta" não da pra obrigar, porque é um sentimento... Obrigar alguem a sentir respeito é... Mesma coisa de alguem sentir nojo de milho e comer pra agradar os outros hehehehe, a pessoa não sente o gosto pela coisa, não tem jeito

      Respeito em questão de espaço, de ter respeito pelo direito de alguém pode estar em qualquer lugar, é uma questão de tolerância... Mais fácil analizar uma situação, do que tentar encaixar coisas em contextos diferentes




      Eu entendo sua posição, você não quer que ninguem seja maltratado por ter uma posição diferente, mas acontece que... As pessoas fazem isso, discussões, ideas que entram em atrito, culturas diferentes, as pessoas poderiam discutir entre si, mas acabam se ofendendo e se censurando, e ai acabam envergonhado, uma minoria por exemplo, so porque escolher ou ser algo diferente... E logo esse desrespeito de peitar alguem só porque não foi com a cara dela, esss coisa de invadir o espaço pessoal de alguem, so porque ela pensa diferente
      Mas a coisa é, obrigar as pessoas a fingirem que todas se gostam, obrigar o sentimento de respeito... Não rola, isso abre porta para hipocrisia, e muita gente deixa coisas acontecerem na nossa sociedade por causa da hipocrisia
      Eu vejo que o melhor sempre vai ser informar as pessoas, deixa-las cientes sobre elas não serem as unicas nesse planeta, e os contextos sociais, e que machucar alguem ou seu espaço não faz ela ter respeito e então seguir seus ideias

      Eu sei que parece arriscado deixar as pessoas discutirem, mas é em discussões que a gente se torna consiente que ao menos existe um outro lado
      Eu entendo vc, vejo a sua bondade ai, mas não acredito numa paz forçada so pra evitar guerra... Entende?

      Excluir
    11. Entendo muito bem, veja...
      Qual a diferença entre respeitar uma ideia, e respeitar uma pessoa?

      Excluir
    12. Exemplo: "pessoa merecem respeito, suas crenças não"
      Voce pode respeitar alguem, mas não sua religião, por exemplo, você pode respeitar um a historia de vida de um advogado, mas não o resto de suas escolhas pessoais
      Você pode respeitar seu pai, mas não certas atitudes dele

      Pois...
      Uma pessoa é composta por varias coisas, emoções, escolhas, ideiais, e etc, e alguma coisa na composição pode ser algo que você considere ruim, mas mesmo assim, achar ela uma pessoa boa e até admirável
      Meu ídolos, por exemplo, a luta deles é admiravel, mas nem tudo o que eles fizeram é algo digno de respeito, tipo o rafinha bastos, pessoa incrivel, mas as vezes escorrega feio
      ...
      Ou ao contrário, uma pessoa de merda ter uma atitude boa...
      ...
      As pessoas são muito complexa, por isso prefiro cavalos hehehheeh

      Excluir
    13. Kkkkk, toda engraçadinha você Kkkkk.
      Pena que não sou um cavalo kkkkkkk.
      "por isso prefiro cavalos..."
      Aquele momento que você gostaria de ser um... Kkkkk
      Enfim, então se eu utilizar a palavra tolerar dessa forma: "Tolerar uma pessoa é totalmente diferente que tolerar a ideia da pessoa".
      E se eu usar a palavra respeitar dessa forma: "Respeitar uma pessoa é totalmente diferente que respeitar a ideia da pessoa".

      Qual a diferença?

      Excluir
    14. Lembre-se que tolerância não é algo negativo, afinal, você tolera o roubo? Tolera o abuso de menores? Tolera ideias extremistas?
      Tolerância não é algo negativo.
      Então qual a diferença desses termos?
      Parecem sinônimos? A gente sabe que são totalmente diferentes. Então qual a diferença?

      Excluir
    15. Você é intolerante tanto quanto eu nesses quisitos. "Qual a diferença?"

      Excluir
    16. Repeito é sentimental, um bom sentimento, e tolerância é basicamente o mesmo que suportar algo ou uma situação, ou aceitar...
      Então, nesse contexo, é quase o mesmo, mas um é sobre o lado de dentro, e outro é o lado de fora, tipo, um é sobre você realmente sentir que "deve" sobre o espaço da pessoa, e outro é mais pra suportar a ideia da pessoa, de "ta, então ta"

      A sociedade não aceita e nem da suporte a pedófilia, e tipo, varios motivos, pedofilos machucam crianças, roubos também não, tirar o ganho de um cidadão, se a ideia se normaliza, a sociedade para de trabalhar por seus ganhos e espaços não estarem a salvo, e ideias extremistas é mais complexos, pessoas não toleram isso porque... Aquela coisa do isla, eles acabam impondo em alguns momentos suas ideias aos outros, ou então saem por ai fazendo propaganda e influenciando quem tem mente fraca, não dá pra aceitar e nem ter um bom sentimento por essas situações
      Aquela coisa do contexto
      :3

      Excluir
    17. Entendo, você acha que respeito é apenas sentimento?

      Excluir
    18. Tipo, podemos fazer uma alusão a amar também.
      Amar é apenas um sentimento?

      Excluir
    19. sim, respeito é um sentimento ao meu ver e em minha interpretação das coisas que eu li

      E amor é um pacote de coisas, envolve desejo, cuidado, dedicação, respeito, admiração... tanto que tem mil blogs falando sobre esse assunto, que você escolhe amar, escolhe cuidar e cultivar alguém...
      ...
      As pessoas bagunçaram o sentido do amor tambem, hoje em dia amor virou atração física, a pessoa acha alguem bonito ou estiloso, e acha que ta "amando" e ai passa uns dias, o calor acabou, e o amor "morreu", até porque, você não ama quem não conhece

      Então amar não é apenas um sentimento, vai além disso, :3

      Excluir
    20. "Amar não é apenas um sentimento, vai além disso"
      Kkkkkkk
      Vou mostrar o que eu acho do respeito.
      Leia tudo...

      Excluir
    21. Quando alguém acredita na "voluntáriedade" do respeito, ela básicamente acredita em uma série de contradições e furos em sua proposição.
      Quando eles se utilizam do argumento: "Ninguém é obrigado a respeitar um pedófilo ou bandido!"
      Praticamente eles dizem isso: "Ninguém é obrigado a amar a sua própria mãe, ou amar a um bandido"
      Afinal ninguém é obrigado a amar, né? Amar é apenas um sentimento, né?
      Errado! O Amor está acima que qualquer coisa ou causa, bem pelo menos... quando tratamos do verdadeiro Amor (Deus).

      Eu acreditava que não dependeria de teologia para responder uma simples questão, mas ainda assim, vejo o quanto a teologia é necessária até nas mínimas questões.

      Respeito é como um princípio, ele também está muito associado a questões morais (a falta dele leva a ausência de valores morais), quando falamos de amor, falamos de princípios?
      Bem, isso já é muito precipitado a responder, mas vamos aos argumentos:

      1° Se não há respeito, há apenas desrespeito. A ausência de respeito leva a existência de desrespeito.
      (A ausência de amor leva a existência do ódio)
      Entenda que o Amor está associado ao respeito, pois se eu amo eu o respeito, correto? Sim, afinal quando desrespeitamos demonstramos uma falta de amor. ( Lembre-se, em nenhum momento é dito que amar ou respeitar é tolerar más atitudes )
      A ausência de Amor leva a existência do ódio. Você ainda pode dizer, "Mas eu posso não amar aquela pessoa e também não odiar".
      Pois é, questões como essa será explicada logo após todos os argumentos...

      2° Entenda que tanto quanto o Amor, tanto quanto o respeito, são palavras intercâmbiaveis, eles são como sinônimos, só há apenas quase nula distinção.
      Por exemplo: "Deus ama os seus filhos, mas não ama os pecados deles"
      Deus ele é Amor, mas o amor não significa a tolerância de más atitudes, a intolerância também é uma prova de amor!
      Pois quando o Amor toma uma postura de intolerância ao mal, ele demonstra (em atitudes) o amor que há nele.

      Sendo assim, somo obrigados a respeitar uma pessoa?
      Também será respondida no final dos argumentos...

      3° Quando se cria a distinção de respeito como sentimento, e respeito como espaço ou algo para com esse objetivo. Nada mais é que mera confusão na cosmovisão. Irei lhe mostrar:
      "Um garoto pode não ter o sentimento de amar a sua própria mãe, mas as atitudes que ele tem para com a sua mãe são de respeito, demonstrando o valor e o amor em atitudes"
      Vamos supor que encontramos um desconhecido na rua, de acordo com o 1° sentido que você deu de definição de respeito, o respeito é apenas um sentimento, sendo assim, eu não terei respeito nenhum com ele pois eu não sinto o respeito, correto?
      Protesto! Isso entra em contradição com um fato.
      "A ausência de respeito leva a existência de desrespeito"
      Simplificando, se eu não tenho respeito eu vou desrespeitar.
      A regra é simples, se eu afirmo X eu nego o que seja contrário a X, no caso, não-X.
      Se eu nego o respeito, eu apenas vou desrespeitar, é simples. É impossível você respeitar e desrespeitar simultaneamente.
      Mas você ainda pode dizer, "mas eu posso tratá-lo bem e ainda assim não ter o sentimento de respeito".
      Isso no caso seria a 2° definição de respeito, "respeitar o espaço", correto?
      Protesto! Tenho mais que provas de que há uma confusão em suas alegações, e entra em contradição com outros fatos.
      Veja: Não há a necessidade de "sentir" respeito para se respeitar, tornando sem sentido dizer "existe o respeitar ao espaço, eo respeito como sentimento". Quando se faz essa distinção você declara não que apenas o "sentir" é desnecessário, como o respeito transcende isso.
      Lembre-se? "Amor é muito mais que isso, pois eu não sinto o sentimento de amor por pessoas desconhecidas, mas a Escritura diz que devemos amá-las, como? Simples o amor não é apenas um sentimento, transcende isso. Ele é atitudes e muito mais, a definição de amor é muito complexa.

      Excluir
    22. "Ninguém é obrigado a respeitar ninguém". Será? Somos obrigados a respeitar uma pessoa, não as atitudes dela, mas a pessoa devemos respeitar ( ou tolerar, são palavras intercâmbiaveis também )
      Lembre-se que essa é uma resposta teologica então estara baseado nos princípios e mandamentos Bíblicos.
      ( Visto que Deus é criador do mundo, somente a visão dele sobre o mundo está correta, então, a primicia infalível a ser utilizada é então, a própria palavra dele, a Escritura )
      Cristo fala que devemos amar até os nossos inimigos, mas não diz que devemos tolerar as más atitudes dele.
      Deus ama todos os pecadores, mas não ama os pecados que estão nele, nem as atitudes que eles cometem (que são pecados).

      "Mas eu posso não amar e também não odiar a pessoa"
      Bem... Dizer isso é o mesmo que afirmar: "João é cego, mas também encherga".
      Como um cego vê e não vê?
      Afirmar X é negar não-X.
      Se eu afirmo que João encherga, eu nego que João seja cego.
      Da mesma forma é o amor, você mesmo não tendo o sentimento de amar, você demonstra ele através de atitudes. O amor não está apenas limitado a "sentir", ele transcende isso. Se o amor é apenas sentir, então um homicída pode dizer amar sua própria esposa e matar ela. O que adianta sentir mas não demonstrar? Sendo assim, amor transcende essa questão de "sentir".
      Afinal, quando uma mulher (cristã) é traída pelo marido, ela tem ou não tem obrigação de amá-lo? De acordo com a Bíblia sim. Ela pode não sentir o amor por ele, mas o amor vai muito mais além que "sentir". Então ela o ama, não como antes sentindo uma forte paixão e tudo mais, mas o ama como irmão, respeitando a pessoa, não as atitudes da pessoa.
      Não digo pra você aceitar ódio das pessoas, não é isso.
      Apenas estou dizendo que como obrigação você tem que respeitar as demais pessoas. "Então eu sou obrigado a respeitar um pedófilo?"
      Vou responder com uma pergunta.
      Qual a diferença de uma pessoa que comete pedofilia, pra uma pessoa que vive a vida chamando palavrões, ou pra uma pessoa que roubou uma bala de um super mercado?
      Todos são pecados, porém existe as gravidades de cada um.
      Sendo assim, Deus odeia mais o pecado do pedófilo ou de quem rouba uma bala?
      Ele odeia ambos.
      Pois, qual a diferença entre um que roubou a bala e um que abusou de menores?
      A gravidade pode ser algo absurdo pra sociedade ( é um absurdo pra Deus também ), mas não deixam de ser pecado.
      Se uma pessoa não muda a vida, as atitudes delas ( mesmo que pras normas sociais sejam irrelevantes ) não vai ser diferente pra Deus. Afinal, ele vai odiar o que você fez e o que o pedófilo ou homicída fez.
      Sendo assim, Deus te ama, mas não pode amar suas atitudes. Entende o porquê do amor e o respeito ser intercâmbiaveis, ou sinônimos?
      Se há amor, não há ódio.
      Se não há ódio, há amor.
      Se há ódio, não há amor.
      Se não há amor, há odio.
      É simples, afirmar as duas é negar as duas, e negar as duas é afirmar as duas, tornando tudo sem sentido mais uma vez.
      Se há respeito, não há desrespeito.
      Se não há desrespeito, há respeito.
      Se não há respeito, há desrespeito.
      Se há desrespeito, não há respeito.
      Lembre-se, amor ou respeito, não são limitados a "sentir".
      Você pode dizer, "Existe uma diferença entre tolerância e respeito"
      Mas perai...
      Se eu usar a palavra respeito dessa forma: "Respeitar as pessoas todos são obrigados, agora, respeitar uma ideia ou atitude já é outra questão"
      E se eu usar a palavra tolerar dessa forma: "Tolerar as pessoas, todos são obrigados, agora, tolerar uma ideia ou atitude já é outra questão"
      Qual a diferença?
      Vamos mais longe que isso: "Amar as pessoas todos são obrigados, mas, amar atitudes ou ideias já é outra questão"
      Qual a diferença?
      Pois é, não dá o aspecto de que todos são sinônimos?
      Mas não são.
      Então por que tem o mesmo sentido?
      Pois é novamente afirmo que são palavras intercâmbiaveis.
      Porém, volto a reafirmar, se você ama uma pessoa você tolera a pessoa, você respeita a pessoa. O amor define cada uma dessas questões.

      Excluir
    23. amor não é obrigatório, amor é uma atitude (alguém muito querido me ensinou isso), não é porque o filho de alguém que a pessoa ama, fala isso para mulheres que jogam o filho de canto, ou homens que escolhem comprar uma menina e nunca a cultiva...
      Amor é um escolha, você escolhe cuidar bem de alguém, porque a pessoa te faz bem, porque é parte de você, ou te faz se sentir completo, mas mesmo sentindo isso, alguém pode escolher não amar e demonstrar ódio, se você não cultiva alguém, você não ha ama
      Ao mesmo tempo que se você não valoriza o amor de alguém, a coisa perde o sentido, e a pessoa deixa de amar, porque não tem base para o amor
      Não é porque é sua mãe, que você pode pisar e ignorar, que ela tem que continuar te cultivando e tal... as pessoas "continuam" por pressão social, ou porque não quer que um ente do próprio sangue fracasse... MAS NÃO EXISTE AMOR INCONDICIONAL, porque é uma atitude, um cultivo
      Eu te indico que leia opiniões diversas sobre isso
      E repare em casos de pessoas que amam ou deixam de amar, e porque levam a isso

      Excluir
    24. Se teu pai ou mãe te abandona, ou te abusa, você não é obrigado a cultiva-lo
      Não há furos em minha linha
      Desculpa, mas as coisas não são simplistas, as pessoas não são uma caixinha com um botão vermelho e outro azul, as coisas são bem mais profundas, complexas e cheias de contextos do que você aparenta enchergar

      Excluir

    25. Crenças precisam de crenças, você acredita em algo, mesmo que não tinha prova, isso significa crença... fé... e essas coisas, você só acredita sem questionar... e isso é... não é algo nem um pouco positivo pra mim, pois eu prefiro questionar do que simplesmente acreditar
      Então essas coisas de deus, de coisas que você não pode ver ou sentir, é coisa de fé, ESTÁ FORA DA RAZÃO, e isso não é um assunto que eu abordo, porque eu questiono...

      Excluir
    26. O seu problema é que você quer simplificar as coisas, tipo "se não é x, tem que ser x, mesmo que não seja x"
      Eu já falei, a língua portuguesa tem essas merdas de palavras iguais ou parecidas que ficam com significados diferentes, em diferentes contexto
      ...
      Esse seu caso é o mesmo que
      "eu não gosto de fulado"
      EU NÃO GOSTO, MAS NÃO ODEIO
      Minha ausência de gostar não é o mesmo que odiar, eu só não gosto... ACONTECE
      Se eu não tenho uma admiração, um bom sentimento por alguém, isso não signifique eu eu cuspa quando eu lembro de seu nome, eu só... sou indiferente, ou rejeito a ideia
      Não gosto de beterraba, MAS NÃO ODEIO, não como, não cheiro, não quero, mas não odeio

      AS PESSOAS SÃO COMPLEXAS, e elas podem ficar nos cantos... e jogadas no meio
      Leva isso pra sua vida, se uma pessoa não sente x por você, não signifique que ela sinta Y, ou sinta x mas está negando
      è que nem as cores, não existe só vermelho e azul, existe rocho, uma mistura, tons, e outras cores...
      ...
      mas seu simplismo é tipo um filtro que te impede de ver outras cores e achar que tem algo de errado no que eu to apontando, porque vocÊ não ta vendo, porque vai além da sua zona de conforto, isso é um problema em nossa discussão

      Excluir
    27. cara, entenda isso, ninguém é obrigado a nada
      Não existe apenas 1+1, e sim uma matemática toda
      As vezes não há amor e nem ódio, apenas graça, rejeição, medo, desprezo
      ...
      para alguém matar alguém as vezes envolve mais em achar que é superior a alguém, e que a existência da outra pessoa está sobre julgamento em suas mãos
      Para alguém trair alguém envolve por exemplo... falta de respeito com o parceiro, falta de respeito por si mesmo por deixar um momento levar ao descontrole e arriscar estragar uma relação por um momento fútil, ou acreditar que seu prazer é mais importante do que seu compromisso (o que é o que mais acontecesse, já que... as pessoas são muito influenciáveis, e se deixam levar por coisas momentâneas)

      Não é amor, e nem odio, mas outros sentimentos, ou variações deles

      E ninguem é obrigado a nada
      NADA NADA NADA
      Ninguem é obrigado a gostar ou te odiar
      ...
      Indiferença as vezes define
      ...
      Se eu estou me focando em variações, e você está preso em seu próprio limite, essa discussão não vai a lugar nenhum :/

      Excluir
    28. Você cometeu graves erros do decorrer da sua visão, além de ser cheia de paradoxos, que não vou nem citar, vai dá uma série de textos e mais textos.
      Vejo que não entendeu sobre, "X é igual a não-X". Quando há a ausência de amor, há a existência do ódio. A sua proposição declara de que pode se haver outros sentimentos ao invés do ódio ou o amor. Isso não está errado, mas você descartou a simples regra de que, "se eu não amo, eu o odeio".
      "Mas eu posso nem amar e nem odiar"
      Disse isso novamente, "ele está cego, e não está cego".
      Você mais uma vez passando com o carro na frente dos bois, mais uma vez criando paradoxos e se esquecendo de algo tão simples.
      Não há como vê e não vê amiga, é simples, me prove que isso está errado, e eu mudo a cosmovisão. O raciocínio lógico que foi apresentado é coerente, objetivo e transparente. Não vejo como você não entendeu.
      Outro erro, "ninguém é obrigado a amar, nem odiar". Se eu não amo nem odeio, o que DIABOS eu sinto? Medo? Desprezo? Burrice?
      É simples, todos os outros sentimentos que podem ser considerados "neutros" estão interligados com o ódio ou o amor. Não há como fugir do, "X é igual a não-X".
      Entenda que, o argumento teológico a respeito do respeito ser ou não ser obrigatório é TEOLÓGICO. Ele parte de primicias infalíveis a respeito da própria cosmovisão de Deus (que por sinal, volto a repetir, se Deus criou o mundo, somente a interpretação Dele sobre o mundo está correto) que é a Escritura.
      Mas pra uma pessoa que a princípio não acredita em Deus, que não conhece a realidade por incredulidade e outras circunstâncias, aceitar a realidade sobre o respeito é "impossível".
      Entenda que, a argumento teológico ainda assim está articulado com analogias e paralelos lógicos, impossível a ser não aceito por qualquer não-cristão.

      Excluir
    29. Já que você insiste em não entender a simples lógica de, "X é igual a não-X". Vamos pra outra questão levantada que você nem respondeu.
      "O amor transcende o 'sentir'"
      Lembrando, se você discorda o intercâmbio de que tanto quanto o amor, tanto quanto o respeito tem o mesmo resultado quando empregamos no mesmo contexto. Me mostre que estou errado, com bons argumentos consistentes e convincentes.
      Mas se você concorda, me explica qual a diferença do "respeito do espaço", e o "respeito sentimental".
      Afinal, tanto o amor, tanto o respeito, ambos transcendem o "sentir" estou errado? Se não; me explica qual a diferença. E se estou errado traga-me argumentos.

      Excluir
    30. Após ler toneladas de textos cheguei a conclusão interessante sobre esse assunto, meu posicionamento é que o respeito é obrigatório, mas no sentido do indivíduo, por exemplo, eu te respeito por você ser um ser humano - mas isso não significa que não respeite animais - sendo assim, respeito a sua pessoa mas não sou obrigado a respeitar a sua ideologia ou crença, você trouxe pra discussão questãos teológicas interessante mas quero te pedir pra responder o que ela falou "Crenças precisam de crenças, você acredita em algo, mesmo que não tinha prova, isso significa crença... fé... e essas coisas, você só acredita sem questionar... e isso é... não é algo nem um pouco positivo pra mim, pois eu prefiro questionar do que simplesmente acreditar
      Então essas coisas de deus, de coisas que você não pode ver ou sentir, é coisa de fé, ESTÁ FORA DA RAZÃO, e isso não é um assunto que eu abordo, porque eu questiono..."
      Me parece que você fugiu dessa declaração dela, se tiver algo interessante a dizer também.
      Eu pesquisei opinião de muitas pessoas sobre o assunto, e a grande maioria mostra boas opiniões a favor do respeito não ser obrigatório, você trouxe questões nem tão teológicas mas que consistentes pra defender a obrigatoriedade do respeito. Mas, ainda vou pensar muito sobre o assunto.
      Não entendo a Cecilia, ela diz "pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim" mas abandonou a discussão. Quero ver o desfecho dessa história.
      Obg aos dois. =]

      Excluir
    31. ela eu ou ela ele (acho que o anônimo canal é menino)?
      Eu não vi os outros comentários, pois a sessão de comentários do blogger é meia complicada de lidar, é uma bagunça, se você tem blog, já viu, eles colocam tudo numa lista e se mais de uma pessoa comentar no mesmo dia, o comentário fica perdido ali no meio e eu acabo não vendo, então nem vi que ele continuou, eu lamento, to vendo agora porque poucas pessoas estão comentando
      Eu nunca me acostumei com o novo blogger, mesmo que seja de anos esse modelo

      Excluir
    32. Bem, eu responde ele agora?

      - Na ausência existe algo sim, a indiferença, nada é obrigatório aqui, tem pessoas que não ligam, ou superam... eu não amo, eu nem odeio, eu to nem ai
      - O problema aqui é que ele fica repetindo coisas que eu já respondi, porque minha resposta não se encaixa no que ele procura, hehehehehhe, logico que tem como alguém não sentir nada, mano, CONTEXTO AGAIN
      - Sim, outros sentimentos, o dicionários ta ai, tem centenas de palavras para variações de sentimentos possíveis, na verdade, eles nem chegam perto, as vezes você simplesmente não liga, não odeia, mas sente nojo, não odeia, mas rejeita... tipo as ideias aqui, eu fico tipo "eeerrr... denovo? arg..." indiferença + rejeição... não é desprezo, não desprezo ideias contrarias, ao não ser que soam o absurdo, mas... é como colocarem na sua mesa o mesmo pedido que você explicou que não estava esperando pela milésima vez... talvez seja o que ele esteja sentindo também....
      - não, não esta interligando, o mundo não é branco e preto, se você vive assim, eu lamento, existem outros sentimentos dentro de contextos, as pessoas são bem mais do que dois botões ou maquinas com reações previsíveis... se vocÊ ficar encaixando tudo em amor e odio, meus parabens, vai achar que ou todo mundo te ama ou te odeia e vai ficar doido em pouco tempo, porque tem gente que simplesmente quer que você se toque e vá para lá, nada demais
      - Teologia crista? I DONT CARE, com tantas outras religiões e filosofias, porque diabos eu teria que levar a sua como guia moral... e psicológico aqui???
      - mano, tem um cara que eu briguei, a gente ficou um ano sem falar, eu consegui contato com ele denovo, o que eu sinto? Odio? Não! Outras coisas, ressentimentos de coisas passadas dentro de contexto, como saudades de algumas coisas, rejeição a outros acontecimentos, nostalgias, tristezas em certos níveis... sabe, estar nem triste totalmente, nem feliz, nem com raiva, nem amor... as pessoas carregam historias em suas costas, e elas dao gatilhos a sentimentos diversos, querer julgar e encaixar as coisas em duas unicas coisas é muito tendencioso, não dá boy
      As pessoas sofrem influencias de tantas coisas diariamente, eu agora estou impaciente, ODIO OU AMOR?, nenhum dos dois, eu só estou desconfortável com algo que nem tem haver com essa discussão, mas que está influenciando o modo que trato você.... dá pra entender isso?
      Cara, o mundo não é simples e nunca vai ser

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...