segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Não escute qualquer conselho


Se a pessoa não te conhece bem, como ela vai te dar um conselho útil? 



Bem... Uma pequena historia...

Na época de escola, muita gente veio até mim, me aconselhar a ser uma pessoa "melhor"
Olha as aspas...

Enfim, eu era quase o estereotipo da garota nerd (tirando a parte do ter todo o conhecimento, eu só sei de coisas interessantes [pra mim], não a matéria toda). Antes da oitava serie (sétima serie para traz, foi na oitava que começou), que foi a época que eu não sofria bullying, eu me dava até bem com as pessoas populares, mais ou menos, a gente conviva sem problema, os leões não entravam na jaula dos chimpanzés, mas as vezes eles passavam as garras nos arames que nos dividiam, e era muito chato.
Eles me zuavam, mas... Não é bullen, era só umas coisas que eles viam de diferente entre meu tipo de gente, e a gente deles, e achavam engraçado... Ai... Eu não sei porque, começaram a me aconselhar...
...
Começou com uma menina que zuava todo mundo, e um dia resolveu me cutucar também, e de repente lá estava ela, sentada perto de mim, dizendo "você precisa ficar com os caras, usar umas roupas curtas, sair com gente legal"... E eu ficava.. Queee?
No começo eu negava os conselhos e até oferecimento de ajudas, e ai... eu comecei a achar curioso, e passei a deixar elas falar... E ai apareceu mais gente querendo falar o que eu deveria fazer... Mano, foi um dos maiores experimentos sociais que eu fiz sem querer... (um dia falo melhor sobre isso)

Quanto mais quieta eu ficava, mais elas falavam, e era quase sempre a mesma coisa, era só ser mais soltinha, ser "legal" com os caras, mas antes eu deveria ser atraente para eles...
E eu ficava... "..."
Lógico que eu não segui nenhum desses conselhos, mas isso me ajudou a ver como as pessoas oferecem a própria estrada, que elas acham que estão dando certo, como o melhor a seguir
O melhor? Esse experimento involuntário foi acabar um tempo depois quando essas mesmas pessoas começaram a se ferrar por causa do excessos que elas seguiam... Gravidez, amizades duvidosas, gente que usa e descarta...

Mas a coisa é... Eu nunca procuraria esse tipo de coisa, porque eu sempre soube... mais ou menos... O que eu quero, então... Né
But, imagina uma adolescente um pouco mais boba do que eu era (ou seja, pra que tem cérebro minha filha? Sem querer julgar... Espera... Sou eu que estou falando, então, já julgando...), chega gente assim, cheia de papo, oferecendo um estilo de vida Hinode, e te criticando, meio que fazendo uma lavagem cerebral, te fazendo acreditar que tem algo de errado no caminho que segue... Porque, ah, a menina popular é mais feliz, ela pode chorar no corredor, mas sorri nas fotos, e você que não? Muitas meninas seguem... Ou seguiam esse estilo, creio que uns noventa porcento das ninfetas nesse mundo, era uma garota nerd como eu era, tonta feito um filhote de cachorro, que se deixou levar por feedbacks mal expostos...

...

Mas é gente, se pergunte, o que você quer antes de seguir o que os outros querem, porque nem sempre bate
Não estou dizendo pra tu se fechar, porque é besteira se prender num castelo de espelhos e ficar se espelhando na própria imagem... As vezes a gente sabe que está fazendo algo de errado por toques de outras pessoas, e as vezes a gente encontra um pouco de luz ao compartilhar experiências, mas a coisa é... Nem tudo que dizem é bom... Ao menos, não para você...





________________________________________




Meu livro ->
Físico ->
Youtube ->

4 comentários:

  1. VOCE ERA EU NA ESCOLA???? PORQUE EU PASSEI PELAS MESMAS COISAS, começaram criticando meu cabelo e me apelidando (era quase careca porque falaram pra mim que eu ia cortar de um jeito e pra cabeleireira de outro propositalmente), dai foi isso de "se soltar mais" (pra que eu ia "me soltar" se qualquer passo que eu dava era motivo de risada ou ia virar "piranha"?) e nisso foi indo ate que eu passei a ignorar, e então chegou a faculdade........ Tinha uma criatura bizarra lá que não falava olhando pras pessoas, todo dia ia com as mesmas roupas, zero talento, apagada, dai ela tentou ferrar com a minha vida lá porque ela via que eu além de ter o que ela queria (e não suportava me ver recebendo elogio seja com a arte amadora ou roupa nova), não dava atenção pra ela e se aproveitou de uma fraqueza minha, disse que eu "nunca ia conseguir" (era o 2 semestre e a desmotivação era grande), que ela tinha "medo" de mim (falou aquela que bancava a edgy girl e ficava forçando ser "bruxa" porque assistiu AHS coven, rysos), tentou me diminuir e eu BURRA abaixei a cabeça e ela "ganhou". No ano seguinte tinha um colega que antes sempre falava comigo mesmo sabendo que eu era travada (por causa dos abusos em casa), daí passou a me ignorar total e eu tenho certeza que foi ela (ela era profissional em fazer fanfic pra parecer cool), se ela tivesse feito isso hoje ela ia ter medo de mim com razão por causa do pisão que eu ia dar nela porque eu aprendi a não abaixar mais a cabeça, mas tudo bem que gente assim logo ganha o que merece. Mais outros desses "conselhos" foi de outra pessoa nojo que criticava meu cabelo, eu sempre gostei dele curto e os "conselhos" era pra deixar comprido porque curto além de "feio" a pessoa dizia que eu "parecia fulano e fulano", "só fica bonito se deixar assim igual o meu" (parece o de uma bruxa de 80 anos) e se acabava de rir quando me comparava à essas pessoas (utilizando de racismo porque essas pessoas são negras e a que disse isso é do tipo que acredita em supremacia branca), deixei comprido, me sentia feia e velha 24/7 até que eu resolvi cortar porque EU NAO AGUENTAVA MAIS, nem falei nada, só marquei no salão e cortei. To feliz agora com o cabelo que eu tenho e era isso mesmo que ela queria, acabar com o resto de auto estima que eu tinha me forçando a manter aquela merda porque sabia que eu DETESTAVA e ia me comparar com as pessoas "feias" caso eu cortasse (e cabelo é uma coisa que sempre vai ter alguém dando "conselho" sobre). A pessoa viu que todo mundo gostou daí passou a fingir que aceitou (é bem burra, bem maria vai com as outras e nunca tem opinião própria pra nada, sabe?), ainda bem que a gente aprende a não ter medo de dizer "não" com o tempo!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara, quanta gente tóxica...
      ... A gente que acaba não tendo tanto apoio emocional da família, de conversar, educar e instruir, acaba ficando bobo, pois não aprende coisas básicas, de como tomar cuidado com as pessoas, e também fica carente, de procurar carinho nas outras pessoas, e isso é muito tóxico no mundo exterior, porque algumas pessoas farejam insegurança, e elas usam isso, manipulam por causa da inocência, e a gente tem que apanhar até aprender a identificar a tempo certas pessoas e aprender a dizer não quando deve se proteger, porque se as pessoas do tipo puderem, te arrastam até o inferno pra não queimarem sozinhas, porque quanto mais pessoas flopando, mais a coisa fica normal e menos pior para eles
      ...
      Quando eu lembro desse tipo de coisa que aconteceu comigo, pra ficar suportável, eu digo a mim mesma que foi um período de aprendizado, e que agora eu posso evitar que aconteça de novo comigo e avisar pessoas em volta a não cair na mesma, porque dizer a mim mesma que de alguma forma foi "útil" (não, não foi, perdemos mais que ganhamos, mas não quero sair de mãos vazias, ao menos sairei dessa com conhecimento), faz eu conseguir olhar para traz com um olhar superior e prosseguir mais leve... Tente isso <3

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tinha comentado sobre esse tipo de caso em outro lugar, não me lembro aonde, mas as pessoas toxicas está cada vez mais ativa, querendo puxar as pessoas, destruir o que elas tem e tirar elas do caminho certo... Se você toma rumo, começa a estudar, procurar individualidade, a se preparar para conquistar seu lugar, sempre vai aparecer uma pessoa pra te colocar uma ideia errada na cabeça, de que o que você faz ou é injusto pra ela, ou para você... Porque pessoas que trabalham incomodam vagabundos, isso é fato, porque eles se sentem conscientes com suas imobilidades, ainda mais quando a gente critica eles... ai começam a apoiar crenças que a culpa de suas desgraças está na sociedade, em quem escolhe ser diferente ou em quem olhar torto, ai dizem para si mesmos que são vitimas [de suas escolhas hehehe]... E ai tem duas escolhas, ou eles apontam para quem trabalhar de uma forma clara e diz que eles estão sendo injustos por não apoia-los, ou então vão até as pessoas que trabalham e então tentam tirar elas do caminho, fazendo aquela lavagem cerebral de que esse caminho não vale a pena, que é melhor o caminho "mais facil", de só ficar se divertindo, se deixando ser usado ou então choramingando sobre a sociedade [que eles fazem parte], essa coisa de que as pessoas preferem mentir para todo mundo e para elas mesmas, de que são "pessoas maravilhosas", mesmo o que tendo em mãos é uma farsa, e quando a coisa doi, apontar para quem esta suando, e culpa-lo...
      ...
      E ativismo de telão entra de bunda e tudo nisso, e também as "amizades" de hoje em dia, as pessoas não querem amigo, e sim alguém para afundar junto, elas não se preocupam com a gente, só estão nos usando para ter mais peso morto
      Por isso, se sinta bem em empurrar essa galera, porque se todo mundo parar, e viver de mentiras, o sistema vai colapsar, e é melhor ser o cético critico que está procurando aprender e prosseguindo, do que fazer parte dessa galera...

      Excluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...