quarta-feira, 4 de outubro de 2017

A insegurança dos relacionamentos




Como confiar em algo que não pode e nem vai ser para sempre? Se eu tenho um coração que se apega demais em ideais, em pessoas, e para arrancar... é como tirar espinhos de uma mão que ousou abraçar uma rosa
Não, não é para sempre... nada é...
Relacionamentos morrem e nascem, um casal passa por fases, pois as pessoas passam por fases, os ideais pessoais delas mudam, os desejos, os rumos, e isso pode afogar o amor em um mar de dúvidas, e logo apagar a chama da certeza de querer estar juntos
Você é alguém hoje, pode ser alguém quebrado e desgraçado, mas é alguém... amanha... ninguém sabe quem seremos, as pessoas... elas mudam aos poucos, porque somos de alguma forma obrigados a se mover... e quem me garante que a pessoa de amanhã continuará amando aquilo que ela jurou amar para sempre?






É... eu estou inspirada...
Desejando alguém que não me deseja.... mas não só isso...
Hoje eu acabei lendo vários textos pequenos de pessoas se lamentando por ter sido abandonadas do nada... o amado repentinamente apareceu e disse que queria seguir novos rumos e se foi...
É como observar um navio se afastar pelo horizonte, você está preso em uma ilha, esperando que o mundo gire e trague de volta, enquanto o barco daquela pessoa some aos poucos...

As vezes as pessoas mudam de ideia, pode ser que ela simplesmente percebeu que não é isso que ela quer... assim... simplesmente, porque as vezes alguém decidi que quer alguém que conte aquela piada de um jeito melhor, mesmo que você esteja disposto a fazer do mundo em volta dela um lugar melhor.
E depois disso, não importa, a pessoa não volta atrás, e não adianta chorar, as pessoas costumam ver isso como “restos a feder”, porque quanto mais você se humilha, mais perde seu valor e dignidade aos olhos daquela pessoa... e já que as duas únicas opções, ou aceitar o fim, ou se humilhar, não dão resultado...
E como garantir que a próxima “pessoa da minha vida” um dia não vai olhar para mim e dizer “não quero mais fazer isso”, eu não sei o que vai acontecer amanhã... nem sei se vai ser eu a pessoa a dizer...
Eu não sei se todas as minhas mudanças vão ser boas, e como experiência, digo que evolução não é sinônimo de melhora, não, não é... nem sempre é, as vezes você caiu tanto que não consegue mais sair do chão e vira uma pessoa baixa... como saber que a pessoa que possa encantar um possível alguém pode ser afogada pelo tempo, causar desencantamento, e afasta-lo? O problema seria eu?
Como agir com a pessoa que você jurou a si mesmo que vai estar do seu lado a vida toda, que não é mais necessário se sentir só, porque ele sempre vai estar aí, estaria indo embora, como dizer a si mesmo que a promessa foi quebrada... que é obrigatório seguir em frente, ou apodrecer de tristeza com o acontecimento imutável?
...
Seguir em frente? Me chame de iludida, de infantil, de cega, mas eu gosto da ideia de poder amar pelo resto da vida... sei que isso é coisa de conto de fadas, mas pra mim se não for para acreditar no amor, eu prefiro não mais acreditar em nada relacionado a isso... se não for para viver 100% do que é para ser... então não é!
O que... aonde vale a pena viver com alguém... parte de você “curtindo”, e a outra parte se preocupando em desapegar, para não sofrer sobre um possível fim? Eu quero meu 100% vivendo esse momento...
Mas é surreal...
Seres humanos... são as criaturas mais não-solidas da natureza... nós quebramos regras naturais, culturais e morais o tempo todo, e a maior parte das vezes... não tem uma explicação logica... porque logica é algo que nós cagamos e andamos...
Não existe uma verdade solida e única para os seres humanos, e a mentira fica debaixo do tapeto, do lado da chave, todo os dias, você diz oi a ela... antes de entrar...
...
As pessoas mudam de rumo... e nem se importam para o que deixam para trás...
..
Sempre
...

O pior... O mais... difícil...
...
As pessoas morrem...
Pior do que ver alguém partir, é ver alguém sumir...
É ver a pessoa que você ama... sem vida... sem escolhas pra continuar...
É o fim total... a coisa de não ter um amanhã...
...
E pode acontecer, já que pessoas morrem!
Acidentes acontecem, incidentes acontecem, as pessoas escolhem morrer...
A pessoa pode sorrir para você em uma hora... e... não sentir felicidade nunca mais
Ou te olhar em um momento, e seus olhos não poderem ver mais nada nunca mais...
...
E ai você tem que conviver com lembranças, que vão se dissolvendo em lágrimas, amargas na desgraça, se não poder prosseguir com aquela pessoa novamente
É súbito, de repente, e fica pra sempre...
Ter que olhar pra traz todos os dias e lembrar que teve alguém ali, e não mais está, foi tirado e deixou um buraco que ninguém pode preencher
...
Memórias que marcam...

O mundo é inseguro demais...

(mano, essa musiquinha do terranigma me doi e doi, como esse jogo me deu dor de cabeça)

7 comentários:

  1. Isso é realmente muito triste, tô quase chorando aqui mas sou uma pessoa forte(chorando enquanto penso q sou forte)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi somida
      A gente deixa os gatos sem doce e eles vão pra casas dos vizinhos e depois voltam como se nada tivesse acontecido hehehehhhejej

      (E mais chorona do que eu? Heheheheh)

      Excluir
    2. Só tô sumida dos comentários mesmo, pq você pode ver eu errando quando pesquiso o seu blog(não sei até hoje pq não entro direto nele)

      Eu gosto de chorar, é legal Cecy

      Excluir
  2. Eu tambem gosto dessa ideia de amar pra sempre, ficar com a mesma pessoa pelo resto da vida mas do jeito que as pessoas são hoje eu acho que nunca vou saber como é isso nem sei dizer se isso é bom ou ruim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que nem a Disneyland, eu nunca fui, mas deve ser muito bom viver la heheheheh

      Excluir
  3. OMG VOCÊ JA JOGOU TERRANIGMA? Eu simplesmente amo a trilha sonora desse jogo, além do próprio jogo ser incrível. Enfim, concordo com o que você disse, é difícil achar alguém que realmente queira amar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu so ligadona nos rpg retro, e nossa, esse jogo é lagrimas de hetero escorrendo no começo ao fim, um garoto adotado, que amava o velho, que foi levado a fazer coisas, porque acreditavam que ele é mal, mas ele fez tudo na bondade e inocência, pelos amigos e sua familia adotiva, pra no final descobrir que o velho adotivo dele tava usando ele, que tudo era uma mentira, que el tava sendo usado, pra se sacrificar no final, mas entao voltar como um passaro e poder ver o amor ele ao menos, numa ultima vez...
      ...
      Tira esse jogo da minha frente que eu não quero chora hehehehehrheh <3

      Excluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...