domingo, 22 de outubro de 2017

Atentado no colegio de goiana: Bullying?

Houve um atentado em goiana, em uma escola, um pouco tempo depois de um velho entrar em uma escola infantil e tacar fogo em tudo... não tem nada haver os casos... ou tem?

Ou vou fazer ligações, esse vai ser um daqueles posts que doí os olhos de quem discorda de mim



Whats aconteceu?

Pois bem, um adolescente de 14 anos matou outros dois adolescentes, e deixou 4 feridos. Tudo aconteceu durante o recreio, ele machucou todos usando uma arma que pertencia ao pai, que é Major da policia militar. Ps: depois de atirar até acabar as balas do cartucho e quase usar um novo, ele não se matou, ao contrario do que costuma acontecer em atentados

O que gerou drama foi a motivação do crime... o motivo seria sofrer bullying, ele tinha apelido de fedorento e não aceitava, ele disse que as pessoas zuavam demais ele, e isso estava o perturbando, e de acordo com ele mesmo, o menino que atirou em todo mundo, disse que se inspirou no atentado em Columbine... se lembra disso?
Leia isso aqui: http://lendasnainternet.com/massacre-de-columbine-completa-18-anos/

Isso foi uma dupla de amigos que compraram armas e bombas na internet e usaram para atacar uma escola e acabaram matando 13 pessoas, e feriram 21, depois se mataram. Mas de acordo com vários registros, eles não sofriam bullying, mas sim... chegavam a intimar outras pessoas...
Depois do que fizeram se mataram

E ai começaram uma discussão de... bullying que motivou isso...

O que você acha?

Eu pessoalmente penso que não...
Eu já sofri bullying, já desejei morrer, e já desejei o pior para aqueles que me faziam muito mal, mas... eu fazer..? Se eu não sou ruim como eles, para fazer o que faziam comigo com eles, ou com outra pessoa, eu jamais seria perversa de chegar e atirar em todo mundo, aleatoriamente, só porque tem um povo fazendo da minha vida um inferno

A coisa é... um monte de pessoas sofrem perseguição, bullying ou difamação, infelizmente acontece, e... porque só umas matam? Tem gente que passa coisa pior, do que sofrer "só" os apelidos, tem gente que é agredido fisicamente, e nunca reponde com ódio... muito menos machucando um monte de gente

A coisa realmente é... existem pessoas que são emocionalmente e psicologicamente doentes, elas já são tóxicas, ou são criada de um jeito tóxico, e então acontece isso, o bullying, a rejeição social enorme [numa idade que a mente pode ser frágil, pois adolescentes costumam ser mais influenciáveis pela sociedade, na qual costumam sentir mais necessidade de aceitação, por não entenderem ainda aquela coisa de ter valor próprio, então costuma doer mais neles a rejeição social, agravada pelo bullying...], só que numa cabeça doente, isso é o fogo, pois já existe uma pólvora, a doença... tem pessoas que já tem um relação negativa com a sociedade e consigo mesmo, e ai rola essas coisas, meio que cria um gatilho para um ódio contra a sociedade, de acreditar que todo mundo tem culpa, que todo mundo merece sofrer, porque meia dúzia o rejeitou ou o maltratou

As pessoas agem de formas diferentes a rejeição, algumas pessoas desabam, outras ignoram, mas tem pessoas que vão criando ódio... o modo que a gente enfrenta rejeição fala muito sobre o nosso emocional, pessoas que criam um ódio mortal pela sociedade inteira tem um problema psicológico que só está esperando uma oportunidade para ser ligado, você odiar todo mundo e planejar a morte deles... entende?
Bullying seria o motivo se caso ele tivesse machucado alguém durante um ataque, sabe, seria uma defesa, alguém em cima dele, e ele se defende, e acaba machucando a pessoa... eu já machuquei meu agressor na época de escola, e aconteceu porque... eu não tinha escolha, e pessoa estava em cima de mim... o caso do garoto é outro, ELE PLANEJOU UM ATAQUE, ele chegou lá e ATIROU ALEATORIAMENTE e ainda iria continuar, fazer um monte de morte, porque... ele sente ódio que nós, as pessoas não doentes, não entendemos

Que nem o caso do cara que ateou foco numa escola... lembra desse caso? Foi no inicio do mês, Damião Soares dos Santos, de 50 anos, era rejeitado por muitas pessoas, inclusive pela própria família. Então num belo dia ele entrou numa creche e tacou gasolina nele e nas crianças e tacou fogo, uma professora morreu tentando salvar as crianças, e 7 crianças morreram... 40 pessoas ficaram feridas, todas elas com cicatrizes de queimaduras que vão ficar pelo resto da vida
E porque?
Porque ele era doente!
Ele até fazia tratamento psicológico, mas parou, se isolou, e ficou cultivando ódio pelas pessoas, e decidiu descontar isso na sociedade...
...
Como eu disse, para essas pessoas, o mundo tem uma culpa enorme, e precisa sofrer, eles atacam aleatoriamente, como se estivesse fazendo uma justiça egoísta para eles mesmos, eles não ligam para os outros, para suas famílias, eles estão cegos pela doença

A gente precisa falar sobre bullying, bullying destrói a qualidade de vida... mas esse caso é: A gente precisa falar sobre a identificação de doentes na nossa sociedade, antes que seja tarde demais

E desculpem pelos dias que eu estive fora, eu estava lidando com uns problemas 
  

6 comentários:

  1. Finalmente Cecy! É muito triste que sempre acontece coisas assim :/ eu já sofri bullying por ser uma pessoa estranha, eu já desejei o mal para as pessoas que fizeram isso comigo, agora nem me importo mais com isso e sempre quero o bem de todos, o bullying nunca me afetou, mas a pessoa é doente (eu tô com sono, eu n sei oq tô falando) acontece coisas assimm, muito triste mesmo e ainda mais onde eu morro, no dia ficou passando o dia inteiro no jornal da TV, boa noite para mim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve ser nova, é melhor se preparar, porque a geração nova vai ser infestada por pessoas doentes, vai ser muito inseguro, imagina a insegurança de sua escola ser vitima de um ataque desses?... bons sonhos heheheh

      Excluir
  2. Nada justifica o que ele fez mas ao mesmo tempo eu não julgo pois ninguém sabe o que esse menino passou na escola ou até em casa pra chegar a esse ponto (é tão insano como columbine foi tão, vamos dizer, icônico só que da pior forma possível), eu sofri bullying incessante durante 7 anos a partir dos meus 9 por não me encaixar em nenhum grupinho, sofri até homofobia mesmo sem fazer parte do grupo lgbt só por causa do meu corte de cabelo (que me enganaram na hora de cortar), racismo mesmo não sendo necessariamente negra e mais uma infinidade de absurdos apesar de que eu acho que tive muita sorte de não existir rede social e smartphone durante esse tempo, pra piorar eu era xingada de todos os tipos de coisa em casa e ja teve dias em que eu fui tão agredida por quem deveria me proteger que eu com 9 anos só pensava por que que eu não morria logo ja que nem pai e mãe me queriam por perto a não ser pra me fazer de saco de pancada e massacrar meu psicologico, tinha gente que me via sendo agredida fisica/verbalmente quase todo dia mas deixava tudo acontecer de proposito pra se fazer de vitima pra quem não sabia da verdade e falava como se o problema fosse eu, inclusive conseguiu convencer os vizinhos de NÃO denunciarem pra policia um episódio de abuso que era só mais um dia comum porém aterrorizante pra mim na sede de continuar sendo a coitadinha (sabe gente que sente necessidade de ser sempre um tipo de mártir e todo mundo ta errado menos a pessoa?), eu podia muito bem ter feito até pior do que esse menino fez ja que me fizeram MUITO MAIS do que me chamarem de "fedorenta"
    e não era só na escola mas principalmente em casa, só que o máximo que me passou pela cabeça foi desejar o mal pros leprosos que fizeram aquelas coisas comigo (incluindo as fudidas que eram donas da escola que quando não passavam a mão na cabeça deles, me culpavam pelo o que ELES faziam), o que é natural de quem passa por esse tipo de coisa.......... já passou DEMAIS da hora de pararem de ignorar esse assunto ou parar de tratar como "frescura", será que vai ser preciso um columbine 2.0 pra finalmente tomarem alguma ação???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é aquela coisa, as pessoas só falam isso pra fazer cena social, a gente sabe disso, só falando por falar, né, porque, pra falar de depressão, todo mundo aparece tocando piano e falando que apoia e tal, pega até a fitinha amarela, jura que dá apoio, diz que está aberto a conversa, mas na verdade, as pessoas não tão nem ai, porque uma parte tá cheia de problemas pessoais pra resolver, e a outra só faz coisas quando dá lucro, aquela galera que só faz caridade quando tem alguém, ou muitos alguens vendo
      Muitas pessoas que dizem apoiar depressivos ou vitimas de qualquer coisa que seja, tem algum deprimido ou vitima em casa, e advinha, o mesmo caso que o seu, a pessoa ignora, ou piora (pode ser ela a causadora da dor), para então tentar camuflar no mundo lá fora... é tudo mascara social
      As pessoas são egoístas, e esse mundo da mais pólvora pra gente que está prestes a explodir
      ...
      e lamento pelo que você viveu, você sabe, eu também passei por coisas parecidas, não chega perto do que você relata, mas eu imagino a carga emocional que você carrega, e ainda ter que lidar com consequencias de feitos que fizeram em você...

      Excluir
  3. Oi Ceci, achei o assunto interessante em primeiro lugar...

    Acredito que precisa haver uma conversa pelo menos em cada um mês nas escolas sobre bullen, sobre o quanto a pessoa que é vítima sofre. Sobre o porque que o bulinador, faz isso. Os PAIS precisam notar que a alguma coisa errada, precisam ficar de olho na criança para saber o que esta acontecendo, mesmo que ele não aparenta. Acredito que todo mundo que já sofreu algum tipo de perseguição, já pensou alguma besteira isso é normal somos humanos. Mas atirar a sangue frio, sem escolher, simplesmente por esta cansado de sofrer, epaaa tem algo errado aew. Errado no bulinador, e na vítima também. Precisa haver conversa, quem sabe ajuda psicologica para ambos ( tanto a vítima, quanto o bulinador)
    Sobre o massacre de columbine, bem, eu estive navegando no tumblr. E existes, alguns blogs que tratam os caras como heróis. Tratam eles como pessoas boas, é horrível ler uma coisa dessas, mas é a verdade.
    Eu sofri bullen, ( não na escola ) mas aonde eu morava. E eu tive uma alucinação, muito peculiar, na qual eu esfaqueava, com toda minha força, e com toda vontade o rim da minha "tia" ( a mulher que cuidava de mim ). Eu lhe digo, são segundos para você tomar uma decisão como essas, quando não é premeditado é claro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo o seu ponto...
      Eles tratam os caras como heróis porque eles fizeram algo que muita gente quis ou quer fazer, que é se vingar da sociedade inteira causando dor em todo mundo
      - Mas pois é, a diferença do premeditado, para um episódio, uma ataque, no meio de uma alucinação, sobre uma pessoa que ja esta doente emcionalmente

      Excluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...