terça-feira, 17 de outubro de 2017

O porque de eu e muita gente não gosta das cantoras pop atuais brasileiras

Esse é o titulo resumido heheheheh não enche
Não sei como introduzir aqui, mas vai ser uma postagem cheia de *ódio* para as atuais cantoras pops brasileiras (*porque se critica é ódio... heheheh)
...
Então...
Uh...


Era pra lá de 2009, Lady Gaga explodiu e virou moda na minha escola, as viadas todas estavam ouvindo, e... bem... acabei ouvindo...
Começou as conspirações, historias dela de querer roubar o trono da Madonna e passar a perna em outras cantoras pop mais tarde... eu não gostava da Lady Gaga só por isso... eu achava ela muito visual e pouca musica.... entende? Era tudo muito... comercial a melhor palavra?
Não te digo quando os fãs da Xtina lançaram aquela historia enorme cheia de conspirações que a Lady Gaga planejou o flop contra o CD da Xtina... Pois é... eu em ódio pela Gaga...

Okey... Pulando para os dias atuais... e olha que a primeira parte do texto vai ter sim um "o que tem haver" com o resto do texto...
Pois bem, agora o BR está nessa fase...  novidades no mundo pop, com uma nova geração que está com fome de divas, e... na verdade... naaaah
...
Na minha época isso alimentava as meninas:




Sim, eu vou comparar um artista internacional, com nacional, se não gostar, faz macumba... Mas... Lady Gaga é o melhor referencia pra esse caso... Ela aconteceu, se tornou sensação, seu estilo, ela toda... E... não parou
Essa face dela, dessa era ai, passou a muito tempo, desde então ela fez de tudo pra inovar, desde coisas sem noção a coisas poéticas, e olha que eu nem acompanho a carreira, ela era aquele tipo de pessoa que a gente ficava sabendo do que fazia

E é esse o ponto... Inovar
A mesma coisa que rolou nos anos 2000... Xtina ou Britney, ambas inovaram tanto que se daria um livro de colocasse todas as novidades feitas em um livro... Sempre essa busca por chocar e inovar, mesmo que não seja bonito, mesmo que não esteja gostosa, é assim que causa...

Mas aqui no BR não...
A gente tem as grandes divas do momento... tem lá a Anitta, Ludimilla, Pablo Vittar, Lexa, Karol Conka... e etc... E TODAS SÃO A MESMA MERDA!
A coisa é assim... sempre um pop funk, ou um pop bem genérico, todas as musicas falam da mesma merda, são musicas todas que tratam de uma auto estima forçada, de balançar a bunda e provar para alguém a sua presença... Diz que não
Anitta é sobre isso boa parte do tempo desde a era das poderosas, até o na sua cara lá com o Pablo Vittar... sempre essas musicas de lacração forçada

Cara... cansa...
A Lexa é a pior de todas... porque ela é a única da equipe que realmente canta e dança... e as musicas delas, todas as vezes que eu acabei vendo ela se apresentar... eram sobre a porra da mesma coisa...

Até as musicas românticas, essas ai eles também não inovam, as letras de amor são muito superficiais, é sempre um "quero muito você", "to sofrendo", "mas quem perdeu é você"... SEMPRE

A melodia e as batidas são copiados dos americanos juntando com umas batidas de funk generica, a coisa sempre é, se alguma coisa virou moda nas rádios americanas, Anitta por exemplo, pega essas batidas, dá uma pequena modificada, bota uma letra genérica, e ta pronto o pop... Mas ela mesma disse isso:
"referencias" de outras criações, pra costurar tudo e ver se caso pode acontecer
Musica pop no Brasil não é para causar emoções, e sim para vender, para causar (no sentido de lacrar)

Nos EUA também tem bastante disso, mas tem pessoas no top que produzem alguma coisa... já aqui no BR só tem... fabricas de hits genéricos...

Você ouviu uma, ouviu todas....


E sobre as roupas...
São 3 coisas... Aleatório, focado em sensualiza (porque só porque é BR tem que mostrar o bundão) e... copiado de muitas "referencias"
...
Não tem nada pra ver...

............


Pior que tinha gente oferecendo coisa bem trabalhada...





Mas não é isso que o BR quer...



Ps: cantoras norte-americanas não acertam sempre, mas arriscam mais que as brasileiras, é inegável...
Ps2: pop norte-americano atualmente está tão chato quanto o BR... mas deu pra entender o que eu quis dizer...

6 comentários:

  1. É por isso mesmo que eu não dou o menor valor a esse tipo de musica, posso ate gostar de algumas delas como pessoas mas quanto à musica é um não bem grande, um dia desses eu tava no tédio aí fui ouvir uns lançamentos incluindo o famigerado Witness só de curioso, se me perguntassem sobre as musicas eu não saberia diferenciar porque eu achei tudo igual, salva uma ou outra cantora que faz diferente, antes no cenario internacional tinha e ainda tem umas coisas boas que eu não considero comercial ou genérico atualmente (pode ter sido antigamente mas mesmo assim ainda era bom principalmente comparado com o que temos hoje) tipo BSB por exemplo (eu amo, me julgue), hoje as pocs fãs de diva pop fazem questão de ignorá-los ou achar "vergonhoso" ser fã e a mídia não dá mais tanta atenção pra eles ambos por puro ageism e pelo fato deles não usarem da receita genérica que a geração atual compra

    Quanto ao cenário brasileiro pra mim tudo se resume à famosa sindrome de vira-lata e tambem porque (infelizmente) é isso mesmo que as pessoas querem ver e ouvir,
    entretenimento rápido e barato é mais fácil de vender e todos saem no lucro (ah sera que a gás hélio vittar vai ser mais que uma modinha?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nois não gosta de pop, MAS NÃO PERDE NENHUM DRAMA HEHEHHEHE
      Faze o que, se no mundo do rock/metal a galera só briga pra se separa(só tem drama na cabeça dos fans, mas a dona Simone foi lá tirar selfie com as outras divas querendo criar paz mundial... o resto se encrenca só por causa de opnião, nada demais, mas a galera NOSSA), enquanto no pop as puta tão tudo desesperada se matando, E FAZENDO DRAMAS SUCULENTOS

      Eu fico sabendo das coisas por causa dos fudidos do pandlr heheheh eu fico lá lendo cada pagina, amo quando eles detonam as cantoras, pq não gosto de nenhuma heheheheh

      mas o mundo do pop ultimamente só ta redendo isso, dramas e piadas, porque de musica, ninguem mais ta produzindo
      aqui no br... os dramas é tudo combinado, nem tem graça, os dramas da anitta... tinha até gente expondo... é tudo combinado, tudo pra elas sairem na midia, aposto que esse drama com o pablo logo logo se mostra fake tambem
      Nem pra briga as BR presta

      -----
      Eu acho que as empresas... que deveriam ser gravadoras... mas são empresas, tão cem por cento focado só em venda, bem isso é obvio, se suco de uva da dinheiro, todo mundo vira plantador disso, e isso mata a criatividade, obviamente
      Se o artista decide arrisca, a galera não compra, porque n ta acustumando, a gravadora não dá apoio, porque só quer lucro facil, e flopa, ai obriga o artista a fazer o generico, ou a cair fora...

      Pablo já entrou no jogo, ta em dramas, fazendo musica generica, se critica é homofobia, já era... se a anitta aguentou, ele aguenta uns anos...
      Mas não vai marcar... artista assim não é memorável...

      Excluir
  2. Esse post me lembra da primeira vez que eu escutei a Hikaru Utada, minha rainha. Eu levei um baita susto porque tanto as músicas japonesas quanto as em inglês dela sempre inovam em alguma coisa e as letras são lindas. Acho que esse é o motivo de eu ter parado de escutar a maioria das músicas brasileiras, geralmente quase tudo soa o mesmo porque ninguém tem vontade de inovar e tudo mais (mas eu não os culpo).
    Aliás, esse fenômeno de músicas sempre iguais não é muito difícil de encontrar. O K-Pop atualmente é praticamente músicas iguais, só mudando os "darling" por "baby", e os grupos da família 46/48/+9000 no Japão têm reusado músicas há mais de uma década. Acho que é porque é difícil conquistar uma audiência que já está tão acostumado com uma fôrma que tende a rejeitar qualquer coisa estranha. É sempre mais fácil apostar no que você sabe que dá certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "É sempre mais fácil apostar no que você sabe que dá certo", sim, exatamente, no momento que empresas tornam a musica apenas um produto, e visam apenas o lucro, esse tipo de coisa acontece, infelizmente...

      Duro que a Utada quebra recordes sem nem se quer promover os próprios trabalhos, ela tem fans que a indústria coreana se mataria para ter... mas quem não marca, não é lembrado... quem faz o que todo mundo faz, acaba como esse todo mundo... mas a indústria que usa a musica para lucrar não tem tempo para isso
      É so copiar o estilo da Utada e reproduzir, e tentar lucrar heheheh

      Excluir
  3. Eu concordo absolutamente com você!! Isso me lembrou a Katy Perry, no álbum Teenage Dream foi aquela febre, top das paradas e tal, aí quando ela lançou o Prism todo mundo comprou na expectativa, e não teve todo o sucesso do anterior porque as músicas já não era tão chiclete assim. Aí ela veio inventar de fazer pop com propósito e lançou o Witness que foi esse flop absurdo, isso é a prova que a indústria está realmente muito chata, e hoje em dia não importa se você canta, se compõe ou se tem algum talento, o que importa é a quantidade de seguidores no instagram, um namoro que a mídia adore e não importa se você saiba cantar ou não... (Não é, Selena Gomez?)
    Mas talvez essa febre passe e um dia os artistas talentosos voltem a reinar na indústria, e que álbuns como o Back to Basics na Xtia tenha o destaque que merece! Os artistas que eu gosto não estão muito no topo, e nem são muito famosos, mas as músicas são ótimas, é uma pena ver essas cantoras com músicas assim sempre nos charts, mas como diz Diogo Paródias: "Hoje em dia para ser cantora não precisa cantar, precisa vender!"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, infelizmente musica virou tipo... empresas e apostas na bolsa, de qual artista está em cima, de quantos 1#, de vendas e etc...
      Os fans discutem sobre isso, venda virou argumento, não importa o quão coco é o artista, mas se vendeu mais, ninguém critica
      Musica virou um produto e enquanto as pessoas comprarem como um produto, vai ter esse valor mesmo.... infelizmente :/, isso desanima

      Excluir

✵ Sou a favor da liberdade de expressão então se expresse como você quiser ✵

❤ Você pode discordar de mim, pode defender sua ideia, mesmo sendo contraria a minha, mas entenda que é meu blog, e eu vou defender minha ideia até o fim. Eu apenas vou recuar caso tenha percebido algum erro ou equivoco meu. Então essa é sua chance, seja claro e aberto. Todos são bem vindo... Menos pessoas sem emocional para lidar com opiniões diferentes e descem a xingamentos e ameaças ❤

☞ Mas evite ser desnecessariamente rude, pois eu respondo os comentários com o mesmo peso da sua, respeito é sempre bom, você pode discordar de mim, eu não sou dona da razão, mas você também não é. Lembre-se, o blog é meu ☜

♛ Evite por spans, se for para vir comentar que seja porque você tem interesse na postagem e não por auto-divulgação ♛

( ͡° ͜ʖ ͡°) Comentários sexualmente explícitos e vulgares são excluídos ʕ・ิɷ・ิʔ

✎ Existe uma opção de receber respostas pelo e-mail evitando ficar visitando meu blog para ver se obteve resposta (e evitar gerar números falsos), o nome é “notifique-me”, as respostas irão para o seu e-mail (para desabilitar ficar recebendo respostas, a opção está no e-mail)

⚛ Isso é um blog de opinião pessoal. Não é "site de noticia", não é propriedade de ong ou empresa comercial, logo não precisa ser imparcial ou seguir alguma regra de alguma empresa ou pessoa privada alheira. Eu sou apenas uma pessoa aleatória, sem importância social, que escreve nas horas vagas ⚛

"EU DISCORDO DO QUE VOCÊ DIZ, MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O SEU DIREITO DE DIZÊ-LO" - Voltaire

Mais regras aqui

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...